Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Seguro descobre a roda

por José Mendonça da Cruz, em 02.02.13

António José Seguro, líder do PS, descobriu hoje o porto de Roterdão e ficou maravilhado. Diz que Sines devia ser assim, que o porto de Sines devia ser dotado de uma linha férrea para o centro da Europa. E mais diz que são ideias assim que demonstram o dinamismo de um governo. Tem toda a razão. O governo Passos Coelho, nomeadamente o ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, lembrou-se e começou a tratar do assunto há quase dois anos, quando Seguro não supeitava nem de portos nem de carris. Os jornalistas também acharam a ideia muito excitante e original, mesmo depois de a terem tratado mais de três vezes. E, todos juntos, esqueceram-se que decorrem negociações com Espanha sobre este exacto assunto (difíceis, porque as prioridades ferroviárias espanholas estão mais para Norte).

Aguarda-se com grande expectativa a próxima intervenção de Seguro - e a respectiva cobertura televisiva - sobre as vantagens de uma autoestrada entre Porto e Braga ou entre Lisboa e Cascais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pergunta de retórica

por Maria Teixeira Alves, em 02.02.13

Mas afinal o que é que as pessoas querem dizer com o país não aguenta mais austeridade? Quer dizer o quê? Que se tiver que haver mais austeridade (quando o PS voltar ao governo provavelmente) o país implode?

Autoria e outros dados (tags, etc)

As tropas reúnem-se

por Maria Teixeira Alves, em 02.02.13

Agora que Portugal começa a vislumbrar uma luz ao fundo do túnel para sair da crise (que deve a este Governo, vá  lá, roam-se), os socialistas já estão a reunir as tropas.

Ora vejam:

1-Desde logo os jornalistas socialistas estão em acção, as campanhas anti- Fernando Ulrich, as guerras à reestrutução da RTP, os artigos de opinião. A comunicação social, de que faço parte, está cheia de peões de um xadrez socialista. 

2-Depois surge o Sócrates a mandar o António Costa avançar para a liderança socialista. ~

3-O Pedro Silva Pereira que quase empurrou António José Seguro para a saída da liderança do PS.

4- A isto acresce a guerra que se está a fazer ao Fernando Ulrich, uns por burrice porque não perceberam, outros porque fazem de conta que não perceberam.

E tudo culmina com a cereja no topo do bolo:

5- O PS vai ser o anfitrião da próxima reunião da Internacional Socialista que vai realizar-se em Lisboa (No Hotel Mirage em Cascais - tão socialistas que eles são!) de 3 a 5 de Fevereiro. Desde Junho de 2001, quando António Guterres presidia à organização, que a IS não vinha a Portugal. A presença de Ségolène Royal já está confirmada.

 Isto tudo porquê? Porque os socialistas estão a contar com as autárquicas para tentar que o Governo saia antes do tempo.

Eu tenho uma explicação para isto. Eles estão a ficar sem trabalho, e precisam dos tachos que perderam.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Instantâneos de Lx

por Luísa Correia, em 02.02.13
(Na Avenida da Liberdade...)

"A moda volta constantemente às mesmas linhas, aos mesmos métodos; faz, a cada momento, marcha-atrás; aquilo que nós às vezes consideramos grandes novidades ou grandes audácias, são coisas velhas e revelhas. Nos últimos anos do século XIX inventou-se em França, e logo se propagou até Lisboa, a moda antinatural da «tournure», armação de crinoline com que a mulher ampliava, até à caricatura, as suas linhas calipígias. Pois bem. Se lermos a «Besta Esfolada», do padre José Agostinho de Macedo, […] verificamos que já havia um século se tinha usado a mesma absurda moda, contra a qual o «frade Lagosta» protestara com indignação. Nessa aliás admirável página, José Agostinho mostra-nos as «elegantes» constitucionais, as «malhadinhas» de chapéu de palha e de vestido azul e branco, quase nuas e quase loucas correndo Lisboa e perguntando ao balcão de todas as lojas: - «Tem cu francês?» Com furor vizinho da candura, o antigo frade, vernáculo sempre, comenta: - «Pois cá em Portugal não se saberá fazer essa coisa?»"
(Júlio Dantas, "Lisboa dos Nossos Avós")

Autoria e outros dados (tags, etc)

O irresponsável

por Vasco Lobo Xavier, em 01.02.13

Alguém lhe explica que a reforma do Estado é exactamente para gastar menos?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira sem abrigo

por Corta-fitas, em 01.02.13

Bree Adams daqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Manhãs celebratórias dos consensos partidários

por José Mendonça da Cruz, em 01.02.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira da paridade...

por Luísa Correia, em 01.02.13

 

É Sexta-feira e volto ao Argo, só para dizer que, naquele cenário realista e esteticamente paupérrimo do Irão de 79, em que todos os homens que não usam óculos quadrados de dez por dez centímetros têm ar de facínoras da pior espécie, e em que os pêlos na cara, briosa manifestação de primitivismo revolucionário, não escondem uma instintiva cedência ao primitivismo higiénico, Ben Affleck, apesar da barba cerrada e dos colarinhos imensos e desgargalados - ou "pour cause", vendo bem - está de se co... tirar o chapéu. Affleck, durante muitos anos o "menino bonito" do cinema norte-americano, transforma-se, em Argo, num "moço bonito", ponto de exclamação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Virtuosismos... e não só

por Luísa Correia, em 01.02.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Para além da efeméride

por João-Afonso Machado, em 01.02.13

Já Portugal inteiro conhece as circunstâncias da tragédia. Há os loucos e a sua assassina índole. Há, também, o calculismo frio de quem prefere mitigar, se possivel esquecer. E há a Nação. Inconformada, mas calada. Paradoxalmente resignada.

Sobretudo, há o Futuro: essa marca iniciada em 1 de Fevereiro de 1908, de que é impossivel conhecer até onde se estenderá. Até porque o Futuro, bruxedos à parte, é sempre imprevisivel.

Em bom rigor, somente podemos hoje afirmar que o bárbaro fusilamento d'El-Rei D. Carlos e do Príncipe Real foi a porta aberta para quantos homicidios políticos se lhe seguiram, vitimando personalidades de apreço, monárquicos ou republicanos, mais da Direita ou da Esquerda.

E o macabro episódio de 19 de Outubro de 1921 lá está para o confimar. Quando a República antropófaga comeu a ala mais nobre dos seus fundadores.

Prossigamos, inventariando os misteriosos desaparecimentos de figuras de proa da Oposição na II República, consulado de Salazar...

Sem esquecer, é claro, Sidónio Pais, Sá Carneiro, Amaro da Costa...

Portugal, um país de de "brandos costumes"? Sim, na forma como julga os prevaricadores. Jamais como herdou e vem mantendo a tradição matadora que a Europa rejeitou ao ultrapassar o romantismo oitocentista, optando pelo modelo civilizado da convivência das ideias e das convicções. E chamando ao mais - "terrorismo".

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pág. 10/10



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Todos devem ir votar , não no PS e esquerdas. Port...

  • Anónimo

    E a malta bovina a deixar se ir docemente para o p...

  • António

    Portugal está cheio de Salazarinhos.

  • Anónimo

    Presumo que a medida não se aplica aos bovinos mac...

  • Anónimo

    ..." Mas não nos acontece, tal como o filho mais v...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D

    subscrever feeds