Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Foto do dia

por Luísa Correia, em 01.03.10

(Do Largo da Graça...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Porreiro, pá!

por Rui Crull Tabosa, em 01.03.10

Acabo de ouvir na SIC Notícias que o ainda procurador-geral da República terá decidido abrir um inquérito a fugas ao segredo de justiça contra Felícia Cabrita e outros jornalistas do 'Sol'.

O mesmo procurador que decidiu não abrir um inquérito ao primeiro-ministro a propósito do plano de condicionamento da TVI, do Correio da Manhã e de outros órgãos de comunicação social, no qual o seu nome é directamente envolvido pelos seus próximos.

Para esta gente não interessa a podridão em que o próprio regime já se encontra. O que importa é perseguir aqueles que a denunciam.

Pois fazei o negócio! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

É o socialismo, pá!

por Rui Crull Tabosa, em 01.03.10

Neste Portugal desgovernado por socialistas, o Eurostat revelou que o desemprego subiu, de 10,2%, em Dezembro do ano passado, para 10,5%, em Janeiro último.

Na restante zona Euro manteve-se nos 9,9%.

Fica-se à espera que o serviço de propaganda do Governo, até agora compreensivelmente mudo a este respeito, partilhe connosco a sua provável explicação delirante para mais esta divergência de Portugal relativamente aos restantes países da Europa. É que, desta vez, culpar a crise internacional vai ser difícil... 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O grande atoleiro

por João Távora, em 01.03.10

 

 

Na Sexta-feira passada ao final da tarde quando saía de Lisboa com a família, não foi a chuva intensa ou o estado de alerta anunciado para a madrugada que me fez hesitar ou esmorecer o desejo de realizar a pequena evasão. Se o desânimo me assaltou alguma vez, tal aconteceu ao fim de duas horas de pára-arranca entre a A5, a 2ª Circular e Aveiras onde nos cruzámos com o último dos três acidentes que estrangulavam vários pontos do inevitável percurso para Norte. A cidade estava bloqueada. 

Durante esses penosos cento e vinte minutos, lembrei-me das virtudes de Alberto João Jardim ao mesmo tempo que negros pensamentos me assaltaram a respeito da inoperância das entidades responsáveis pelos intermináveis trabalhos de desimpedimento da via que há mais de um mês se encontra interrompida, bloqueando parcialmente os fluxos de tráfego a partir de toda a área poente da grande Lisboa (linha de Sintra e de Cascais) para o centro da cidade e Norte do País. Acontece que, da forma como a grande cidade se expandiu, a CREL tornou-se uma via fulcral parta a mobilidade nesta região. E acontece também que, sem que qualquer esclarecimento consistente seja prestado ao público sobre esta grave situação que se arrasta há mais de um mês, não resta outro destino às pessoas do que sofrer e presumirem aquilo quiserem sobre o caso, como concluir que tudo isto afinal se trata dum escandaloso caso de incompetência e falta de seriedade. Enfim, o normal funcionamento duma grande empresa que é protegida e alimentada pelo Estado.

 

Imagem Radio Renascença, notícia de 25 de Janeiro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A desabafar sempre a gente alivia...

por Luísa Correia, em 01.03.10

A natureza decidiu mostrar-nos, neste Inverno, a face da indisciplina. São, por todo o lado, manifestações de força bruta, perante as quais nos apressamos, nós, humanos, a reconhecer, contritamente, a nossa estatura «pigmeia». Somos pequenos, sim, mas não temos sido humildes. Sem querer acirrar a polémica, é inquestionável que temos sacrificado a natureza aos nossos caprichos, a um tal ponto que, para calcular o número de regiões virgens do planeta, já podemos dispensar os dedos dos pés. E agora que também ela se faz caprichosa, somos pequenos, sim, mas não temos de ser impotentes. A defesa é legítima e os meios dela conhecidos e dominados. Se os não usamos, é porque nos tem sobrado em ganância e imprevidência o que tem faltado em humildade. Veja-se o caso da nossa Lisboa. Há muitos anos que, à primeira gota de chuva, as suas zonas baixas entopem. Seguem-se as habituais inundações e os incalculáveis prejuízos para o comércio e para a habitação. Ora o problema está caracterizado, e sabe-se que uma boa limpeza de sarjetas e pontos de escoamento de água o resolveria. Há muitos anos, também, que os especialistas alertam para a extrema vulnerabilidade de uma larga fracção da construção alfacinha na circunstância de um abalo – ou até de um mero sopro de ar, a aferir pelos recentes desmoronamentos em Alfama. E propõem soluções de reforço das estruturas, que são simples e económicas. Ora como tem reagido a nossa edilidade a semelhantes avisos? Centrando esforços no arranjo (que para alguns é desarranjo) dos miradouros e jardins; na negociação de corridas de Fórmula 1 na Avenida da Liberdade e de espectáculos de acrobacia aérea sobre o Tejo; e em acções de apelo dos habitantes do Bairro Alto à cruzada «anti-grafítica», mediante a distribuição à população de esfregonas e trinchas. Sobre a limpeza das zonas baixas e o reforço das estruturas, nem palavras, nem actos. Os lisboetas, portanto, se a natureza se lembrar deles com a severidade com que se tem lembrado de outros, conhecerão, para além da sua pequenez, a sua total impotência. E com ela, a desgraça. É por isso que ando nervosa e irritadiça. E que, se volto a cruzar-me com o Costa no Metro ou naquele estaminé do Campo das Cebolas, lhe aperto o gasganete.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A melhor equipa portuguesa

por Duarte Calvão, em 01.03.10

                                   

 

O Sporting, em quarto lugar no campeonato, é hoje claramente a melhor equipa portuguesa, já que Benfica (tem algum jogador português titular?), Braga e Porto são essencialmente equipas latino-americanas, a julgar pelo plantel. No Sporting, até estrangeiros como o Liedson acabam por se naturalizar e integrar a Selecção Nacional...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alerta vermelho

por João Távora, em 01.03.10

 

 

 

Volto dum passeio à Serra debaixo dum dilúvio, estrada da beira abaixo cheio de calorias, queijos e enchidos,  ainda a tempo de ver a segunda parte do Sporting – Porto no aconchego do Estoril. Três zero e uma exibição consistente constitui um gracioso final de fim-de-semana que por sinal foi bastante estimulante apesar da intempérie. 

Menos agradável é a nota lateral sobre o desavisado contento dos lampiões assinalado na generalidade da imprensa de hoje: diz que eles sorriem do alto dos seus nove pontos de avanço ao Porto. Chegados onde estamos neste tormentoso Inverno, a nós lagartos restam-nos já poucas alegrias, mas ganhar ao Benfica e oferecer o título numa bandeja  ao outro Sporting é um propósito tão legitimo quanto entusiasmante: um desafio que é uma verdadeira Causa e uma esperança que nos resta. 

Enfim, pelo andar da carruagem e quando não se vislumbra nem uma Arca nem um Noé salve o País do atoleiro, cá por mim vou continuar em alerta Vermelho. E se por acaso lá para o mês de Maio os lampiões estiverem p’ra ganhar, já sei como proteger o espírito e a sanidade das minhas gentes: é ali pró sopé da Serra, onde não chegam os jornais ou Internet. Aí a terra ainda cheira à vida, e os ribeiros entrelaçados no granito correm cristalinos num indubitável e resoluto sentido, desde muito antes de Viriato. E afinal, "resistir" está nos meus genes pelo menos há duzentos e cinquenta anos.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pág. 16/16



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • António

    Chama-se a isso observar de olhos bem fechados.

  • António

    E que é a democracia senão o primado da maioria?

  • Branca de neve

    Numa sociedade democrática e aberta, criminalizar-...

  • António

    Não sei quem é essa senhora nem estou interessado....

  • Anónimo

    Alguém que combate a Ditadura não é automaticament...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D

    subscrever feeds