Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




1958-2009

por Francisco Almeida Leite, em 25.06.09

Autoria e outros dados (tags, etc)

A excepção de Cavaco

por Francisco Almeida Leite, em 25.06.09

"É importante que os responsáveis da empresa de telecomunicações expliquem aos portugueses o que está a acontecer entre a PT e a TVI". Esta declaração fortíssima do Presidente da República sobre as negociações entre a Portugal Telecom (que tem uma golden share do Estado) e a Media Capital, proprietária da TVI, para a alienação de 30 por cento do capital do grupo é uma bomba ao retardador nas relações entre Belém e São Bento. Entre este Presidente da República e este primeiro-ministro. Aníbal Cavaco Silva invocou a natureza do sector e a importância nacional, coisa que raramente faz para comentar assuntos de actualidade, para pedir "ética" nos negócios. Mais espantoso ainda porque o PR escolheu um dia especial para falar com este tom. Um dia em que dois ministros de primeiro plano deste Governo, Mário Lino e Pedro Silva Pereira, reagiram com enorme nervosismo às acusações de Manuela Ferreira Leite de que o Governo mente quando diz que não sabia da negociata. Um nervosismo fora do normal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler os outros

por Tiago Moreira Ramalho, em 25.06.09

«Não tenho a menor das paciências para machistas ultramontanos de direita que pararam em 1967. Mas tenho ainda menos para os recém-paridos machistas de esquerda que, apesar do imenso mar de igualdade que apregoam, fazem notar que afinal sempre há um tipo de mulheres inferior: as de direita.»

 

Laura Abreu Cravo

Autoria e outros dados (tags, etc)

Começa com pequenas coisas

por Tiago Moreira Ramalho, em 25.06.09

Há mais uma individualidade a entrar na corrida para a câmara de Lisboa. Chama-se Nuno Duarte, mas é mais conhecido por Jel, o homem da luta. A candidatura é «a brincar», mas as assinaturas estão a ser recolhidas. O pior, é que os tolos recém recenceados, que só o estão porque agora é automático, até vai achar giro votar no Jel. Honestamente não me admira que chegue a vereador, no gozo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tudo em aberto

por Filipa Martins, em 25.06.09

Foi uma nova MFL, com vitalidade e segurança, a que vimos ontem em entrevista à SIC. Mas – ao contrário do que aconteceu com o primeiro-ministro – à líder do PSD o fato novo fica-lhe bem. Aguarda-se o frente-a-frente com expectativa.  

 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Interesses

por Tiago Moreira Ramalho, em 24.06.09

Se o Carlos Abreu Amorim algum dia apoiar o TGV Lisboa-Porto, vamos saber porquê.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Último debate quinzenal no Parlamento

por Isabel Teixeira da Mota, em 24.06.09

À sorrateira pergunta de Diogo Feio sobre a compra de trinta por cento da TVI pela PT, Sócrates quase fez como Pinto da Costa há uns anos quando disse: "SIC? Não conheço. Nunca me foi apresentada!". O primeiro-ministro pura e simplesmente não respondeu. Mas a preocupação com a linha editorial das televisões está lá. Tanto à direita como à esquerda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O efeito de contaminação

por Filipa Martins, em 24.06.09

Nenhum partido está imbuído de bons sentimentos (talvez o PCP seja a excepção) quando defende que as eleições legislativas e autárquicas sejam no mesmo dia ou em dias diferentes. A noite das autárquicas será uma noite laranja – e, feitas as contas por alto, podemos estar a falar de mais de vinte câmaras de diferença entre PS e PSD. Desta forma, é natural que os sociais-democratas queiram potenciar essa vitória previsível, esperançados numa extrapolação da avaliação do trabalho local feita pelo eleitorado para um contexto nacional. Por seu lado, o PS nada tem a ganhar com o casamento destes dois momentos eleitorais. A uma derrota certa nas autárquicas – mais pesada, se perder Lisboa – dificilmente quererá associar uma vitória previsivelmente tímida nas legislativas. Já a fraca expressão autárquica de CDS-PP e BE potencia o finca-pé destes partidos contra a sugestão de Cavaco Silva. Todos acreditam, assim, que existe no eleitorado um efeito de contaminação. É este facto – não por razões estratégicas, mas por princípios de base de sistema – que me faz discordar da realização de eleições simultâneas. Poderemos estar perante mais um mito e há a possibilidade real de o eleitorado ser capaz de separar águas. Mas vendo – da esquerda à direita – todos preocupados com esta questão, suspeito de que haja razões para temer uma promiscuidade entre o julgamento local e o nacional.

 

Publicado hoje no 'I'.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Palavras que odeio (276)

por Pedro Correia, em 24.06.09

Imperscrutabilidade

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Maria Inês

por Pedro Correia, em 23.06.09

 

A nossa Maria Inês de Almeida teve hoje uma concorridíssima sessão de lançamento do seu livro sobre Amália Rodrigues. Falo disso aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Prémio Lemniscata

por Tiago Moreira Ramalho, em 23.06.09

O João Carvalho, ali do Delito de Opinião,  e o Nuno Perreira do Espaço de Inspiração, decidiram distinguir-nos com o prémio Lemniscata. Ora, não podemos deixar a coisa interrompida. Venham lá sete:

 

A Arte da Fuga

Avenida Central

Risco Contínuo

Miss Pearls

Minoria Ruidosa

Hole Horror

Estado Sentido

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Passos-coelhismo

por Tiago Moreira Ramalho, em 23.06.09

Começa, pelo menos para mim, a ser francamente desgastante este rumorzinho irritante, hoje acordei um adjectivador compulsivo, de algumas pessoas cuja forma de estar e comentar na política e a política é, no mínimo, algo estranha. São pessoas extremamente inteligentes, mas com um sapo cravado na garganta há um ano, está difícil, e fazem questão de mandar veneno de quando em vez.

Pedro Passos Coelho pareceu-me, há um ano atrás, um excelente candidato a líder do PSD. Era, é, jovem, tinha uma boa comunicação, parecia conseguir rivalizar com Sócrates no estilo e ter ideias melhores. Perdeu. Perdeu umas eleições dentro do partido e, desde aí, em vez de trabalhar em colaboração com o seu partido - que suponho ter os mesmos princípios que ele, pois caso contrário não faria sentido a sua militância - vem constantemente comentar, está sempre lá. O pior é que, aquilo que no início era até interessante, que de eunucos estamos todos fartos, começa a ser completamente exagerado. Se o partido diz que lhe dói as costas, Passos Coelhos diz que é fita, se o partido diz que está rijo que nem um pêro, Passos Coelho aparece para dizer que é fingimento, que o velho pi-ésse-dê está cheio de artroses. Parece tentar ser uma espécie de Manuel Alegre no PSD, sem sucesso. Ao contrário de Manuel Alegre, as intervenções e comentários deixaram de ser pensadas, se é que alguma vez o foram, e tornam-se simplesmente previsíveis. Tanto que o jovem Passos Coelho que enchia as manchetes já nem uma pequena chamada tem nas primeiras páginas.

Tudo isto é triste, nem tudo é fado, que a verdade é que se fosse menos umbiguista e tivesse um nadinha menos de mau perder, Passos Coelho poderia ser uma excelente ajuda na campanha, poderia apelar ao voto nas camadas mais jovens que vêem em Manuela Ferreira Leite uma espécie de passado que não conhecem bem, mas que, e se calhar por isso mesmo, temem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

António Vice-Primeiro-Ministro Vitorino

por José Aguiar, em 23.06.09

Nas eleições americanas, vota-se para Presidente mas também para Vice, uma vez que este é apresentado ainda em época eleitoral. Não vou recuar muito e enfadar a malta uma vez que Biden e Palin ilustram o exemplo.

 

Parece-me que a ‘americanização’ da comunicação política em Portugal – é vê-los com twitters e blogs e myfaces e facebooks e redes sociais e sms e sites e mailings – levará a que, por ausência de programas eleitorais, muito brevemente se começará a discutir pessoas em vez de ideias e nomes em vez de propostas.
Do lado do PSD – e porque o registo de campanha é completamente diferente – especular-se-á, de entre jovens turcos e de velhas glórias, passando pela actual direcção, quem será o número 2 de Manuela Ferreira Leite. Nesse campo ainda não me aventuro. Mas como não tenho ainda linhas programáticas sobre as quais perorar, aqui fica, do lado do Partido Socialista, o nome que Sócrates poderá – deverá – revelar para consolidar a sua candidatura: António Vitorino.
Isto é tudo menos whishfull thinking, é pura constatação factual. Ao coordenar o programa eleitoral do PS, ao envolver-se tanto nas Novas Fronteiras e ao presidir à Fundação Res Publica António Vitorino mostra, além de vontade, uma disponibilidade rara para servir. Assim sendo, dificilmente não terá um papel a desempenhar no Governo de Portugal, caso José Sócrates seja relegitimado como PM nas urnas. Audiência não lhe falta, bem como reconhecimento público e do público

Se votar em Sócrates significar votar também em Vitorino como número 2 do Governo – venha ele a ser apresentado como tal – toda esta eleição se poderá tornar muito, mas muito mais interessante.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Só para me organizar

por Tiago Moreira Ramalho, em 23.06.09

Quando é que começa a silly season?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Palavras que odeio (275)

por Pedro Correia, em 23.06.09

Noticiabilidade

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Adeus

por Tiago Moreira Ramalho, em 22.06.09

Bonita versão de um lindíssimo poema.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A estação pública

por Tiago Moreira Ramalho, em 22.06.09

Para todos aqueles que vêem na RTP um garante da qualidade da televisão em Portugal, nomeadamente, da informação isenta, deixo aqui algumas frases que Rui Rio publicou no Twitter (via Nuno Gouveia). Campanhas aparte, não se pode contestar uma única:

 

«A RTP (PS) devia ser pluralista. Mas das 4 candidaturas à Câmara do Porto só uma tem espaço semanal próprio na RTP-N. Liberdade de imprensa?»

 

«O PS-Porto diz que não valorizamos a cultura. Mas a sua RTP ignorou a cerimónia dos 175 anos da Biblioteca do Porto.»

 

«O PS-Porto critica-me no Parque da Cidade. Mas a sua RTP não noticiou a abertura do Parque do Covelo e o grande investimento que lá se fez.»

 

«O PS-Porto diz que a Junta Metropolitana não lidera o Norte. Mas a sua RTP censurou todas as sessões que fizemos no Norte sobre a aeroporto.»

 

«O PS-Porto critica-me, dizendo que não há investimento. Mas a sua RTP silencia a renovação do palácio de cristal;19 milhões de investimento.»

 

«O PS-Porto critica-me, dizendo que a cidade está parada. Mas a sua RTP censura a abertura do Sea Life Center do Porto.»

 

«O PS - Porto critica-me porque diz que eu dou pouca atenção à cultura. Mas a sua RTP censurou a abertura da Feira do Livro na Av. Aliados.»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Os 'grandes educadores' como o doutor Pacheco Pereira opor-se-ão sempre às iniciativas transparentes e assumidas que popularizem a política, que melhorem a informação dos cidadãos e tornem mais transparente a actividade dos partidos (...). Pelos vistos, para essa gente falta-nos a legitimidade que tinham os consultores brasileiros, americanos e espanhóis contratados às escondidas e pagos pela porta do cavalo. Eu, como, ao contrário do doutor Pacheco Pereira, nunca fui presidente de uma distrital partidária desse tempo, não consigo compreender por que os consultores estrangeiros que recebiam o dinheiro em cash tinham mais legitimidade do que têm, hoje em dia, as consultoras portuguesas que orçamentam, facturam e pagam impostos".

 

Luís Paixão Martins, Consultor da campanha eleitoral do PS, hoje, em entrevista ao jornal "i".

Autoria e outros dados (tags, etc)

Palavras que odeio (274)

por Pedro Correia, em 22.06.09

Homogeneizar

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Nas colunas

por Tiago Moreira Ramalho, em 21.06.09

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D

    subscrever feeds