Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Só em Portugal

por Pedro Correia, em 26.02.06
Benfica-Porto na TV. O País parou.

Guerra de civilizações 10

por Pedro Correia, em 26.02.06
- Olá.
- Alá.
- Eh lá!

A blasfémia do dia (XIV)

por Pedro Correia, em 26.02.06
Vai mais um copo?

Não gosto

por Pedro Correia, em 26.02.06
Das fotos de actores e cantores e futebolistas e quejandos que elas reproduzem com irritante insistência nos blogues. Também não gosto que haja apenas homens aqui no Corta-Fitas (desculpem lá, parceiros, mas é mesmo assim).

Gosto

por Pedro Correia, em 26.02.06
De ler blogues feitos por mulheres. E de blogues em que as mulheres marcam presença. Gosto muito da linguagem feminina na blogosfera. Gosto do que elas escrevem e da forma como elas escrevem. Mesmo quando não estou de acordo. Gosto da Miss Pearls, do Circo Voador, da Senhora Só, da Rititi, dos Tristes Tópicos. Gosto dos textos da Rita Tavares no Táxi, apesar de ser benfiquista. E da prosa da Joana Amaral Dias nos Bichos Carpinteiros, apesar de ser bloquista. E do que escreve a Bárbara Baldaia no Insubmisso. E a Sofia Vieira na Controversa Maresia. Porque sim.

A entrevista

por Pedro Correia, em 26.02.06
P. – Olá, Manuel. Já recuperou da campanha?
R. – Quero falar e não posso,
Que a garganta está cansada.
Estou exausto até ao osso
De tanto pó no pescoço,
De tanto povo na estrada.

P. – Que balanço faz das eleições?
R. – Foi fatigante a campanha,
Onde andei com o meu filho.
Lembrei o Torga e o Zenha.
Mas hoje ninguém m’apanha
Sem o dedo no gatilho.

P. – Quer dizer que já retomou os seus hobbies?
R. – A caça pr’a mim é tudo,
Também a pesca me agrada.
Meu soneto é uma espingarda
Apontada ao cabeçudo
Que me quis tornar em nada.

P. – O Mário roeu-lhe a corda...
R. – Mas ri melhor quem por fim
Conquista as graças do povo.
É bestial estar assim:
Tanta cruz no boletim
Fez-me até sentir mais novo.

P. – Planos para o futuro?
R. – E agora, Manuel?
É tempo de Parlamento.
Tempo de pena e papel,
Tempo de seda e pastel.
Vamos curtir o momento!

Dicionário de politiquês (VI)

por Pedro Correia, em 25.02.06
Desculpabilizar. Quando um governante justifica o estado calamitoso do País pela acção nefasta do seu antecessor, que por sua vez já apontara o mesmo a quem o antecedera. Ao jeito do queixinhas da escola primária: "Não fui eu, foi aquele menino!" Felizmente a culpa não morre solteira: afinal quem lixou tudo foi D. Afonso Henriques.

Dicionário de politiquês (V)

por Pedro Correia, em 25.02.06
Compaginar. Assegurar a coexistência do que há de pior e o que há de muito mau num partido, em nome de "superiores interesses" que ninguém consegue descortinar, só para contentar um conjunto de notáveis nulidades da tribo - do Zé Pascácio ao Conselheiro Acácio.

Nuclear? Sim, obrigados

por Pedro Correia, em 25.02.06
Já repararam? Ultimamente têm aparecido várias peças jornalísticas em defesa (discreta ou aberta) da energia nuclear em Portugal. Este súbito entusiasmo dever-se-á aos lindos olhos de Patrick Monteiro de Barros?

Guerra de civilizações 9

por Pedro Correia, em 25.02.06
- O Holocausto nunca existiu!
- Infelizmente o mesmo não se pode dizer da sua mãe.

A blasfémia do dia (XIII)

por Pedro Correia, em 25.02.06
Coitado, anda abatido. A mulher enfeitou-lhe a cúpula com um par de minaretes.

O dislate da semana

por Pedro Correia, em 25.02.06
"Não seria leitor do 24 Horas."
(Pedro Tadeu, director do 24 Horas, em entrevista a O Independente de 24 de Fevereiro)

Ponto Come

por Pedro Correia, em 25.02.06
Nada melhor do que um bom blogue especializado em restaurantes para nos abrir o apetite. É o caso de Ponto Come, que promete prestar serviço público nesta área. Bem-vindos à blogosfera, companheiros!

A fechar

por Pedro Correia, em 25.02.06
"Amava o Grande Irmão."
(Última frase do mesmo romance. Tradução: Ana Luísa Faria)

A abrir

por Pedro Correia, em 25.02.06
"Era um dia claro e frio de Abril, nos relógios batiam as treze."
(Frase de abertura do romance 1984, de George Orwell)

Não roubarás

por Pedro Correia, em 25.02.06
"O autor destas linhas não rouba, não mente, não encobre, não faz chantagens, não mendiga nem espera. O seu único estatuto é o de homem livre e, sem dúvida que, entre alguns outros recursos, um blogue é felizmente hoje um recurso para um homem livre"escreve o Carlos Albino em editorial das suas Notas Verbais. Apetece perguntar: afinal quem rouba e quem mente?

A blasfémia do dia (XII)

por Pedro Correia, em 24.02.06
Isso que trazes aí é uma edição de bolso dos Versículos Satânicos ou estás só contente por me veres?

Só em Portugal

por Pedro Correia, em 24.02.06
- A-tchim!
- Mau, mau. Não me digas que estás com a gripe das aves.
- Se calhar estou mesmo. Ontem comi arroz de pato...
- Não me digas. Se calhar por isso é que tenho esta terrível dor de cabeça. Ontem comi galinha de cabidela.

Por amor de Deus

por Pedro Correia, em 24.02.06
Debate mensal na Assembleia da República com o primeiro-ministro. José Sócrates, no calor da discussão, utiliza dezasseis vezes a expressão "por amor de Deus". Facto obviamente censurável num Estado laico como Portugal. Mais que isso: trata-se de uma flagrante inconstitucionalidade. Aguarda-se a todo o momento a habitual reacção indignada da imprensa de referência.

Guerra de civilizações 8

por Pedro Correia, em 24.02.06
- Pareces uma odalisca. Era capaz de voar contigo para Samarcanda.
- Obrigadinha. Mas prefiro que me faças voar para Honolulu.


Pág. 1/10



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    António Costa é realmente uma referência para a hi...

  • Anónimo

    António Costa é um estadista de referência, admira...

  • Anónimo

    Caro Doutor, concordância total com o seu texto ....

  • Anónimo

    Excelente post. Subscrevo.

  • João-Afonso Machado

    Caro anónimo, não sei se nos estamos a fazer enten...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D

    subscrever feeds