Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um pesadelo chamado Zimbábue

por Pedro Correia, em 09.04.08

Mais de uma semana depois, acentua-se a incerteza no Zimbábue. A oposição, liderada por Morgan Tsvangirai, venceu as eleições legislativas e presidenciais. Mas é cada vez mais óbvio, à medida que o tempo passa, que o ditador Robert Mugabe não está disposto a abdicar de uma só fatia do poder absoluto que detém desde 1980. Para o efeito, conta com o apoio da instituição militar, uma das mais corruptas do continente africano.

A oposição reclama vitória nas presidenciais - as únicas que verdadeiramente interessam neste país onde tudo depende do detentor do poder executivo. Mas à medida que as horas e os dias se escoam, aumentam as hipóteses de um banho de sangue. É esta, aliás, a história do último meio século em África. Como todos sabemos bem demais.

Entretanto, se existe algum herói no continente é sem dúvida Tsvangirai, o sindicalista que já em 2002 ousou defrontar Mugabe nas urnas. A fraude eleitoral foi gigantesca: os 48% oficialmente obtidos por Tsvangirai, na opinião de todos os observadores independentes, foram na verdade muito superiores a metade do eleitorado. Mugabe, além de não ceder o poder, mandou os seus capangas espancarem o homem que se atreveu a fazer-lhe frente. O mesmo Mugabe que fará tudo quanto estiver ao seu alcance, lícito ou ilícito, de modo a ser “reeleito” para um sexto mandato, após 28 anos ininterruptos como grande predador do Zimbábue - período em que transformou o celeiro da África Austral que era a Rodésia do Sul num dos países mais miseráveis do mundo, com uma inflação de 100.000%, uma taxa de desemprego superior a 80% e a esperança de vida mais baixa de sempre (era de 61 anos em 1980, desceu drasticamente para os 37 actuais).

Não admira, por tudo isto, que cerca de 25% dos habitantes tenham já abandonado o país. Para admirar é a complacência com que uma certa opinião “esclarecida” na Europa continua a encarar este regime criminoso, que prende, oprime e mata os seus cidadãos – com a suprema ironia de o fazer sempre em nome da liberdade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Estimado Henrique Pereira dos Santos,Vexa é um Sen...

  • henrique pereira dos santos

    Vou explicar-lhe uma coisa simples: pessoas adulta...

  • Anónimo

    A ignorância e a inveja são os nossos principais p...

  • Anónimo

    Não é só por cá que as ditas elites políticas alme...

  • Anónimo

    o Ir.: O e C percebe muito de fundos, SCP e sondag...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D

    subscrever feeds