Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O outro que era ele*

por João Villalobos, em 14.03.08
Aguardo a entrevista intimista de hoje com Luís Filipe Menezes para comprovar se o líder do PSD é mais natural quando toca a representar-se a si próprio do que o nosso Primeiro-ministro. Ontem, verifiquei que nem Luís Delgado nem Bettencourt Resendes vão habitualmente ao teatro. Só isso justifica a sua incapacidade em reconhecer tão transparente artificialidade da naturalidade ou em identificar as propositadas pausas em tom "surpreendido". Ao fim e ao cabo, a frase «Bom…hmm…isto nunca é como pensamos ser» tanto serve para definir um alto cargo político como entrevistas destas que nunca são o que parecem.      
Mas o que pergunto é para quem, para que eleitorado, foi dirigida esta entrevista de um Sócrates com afeição à melancolia, gosto pelo nevoeiro, o cinzento e a tristeza, citando Cesário Verde e afirmando a leitura de filósofos alemães minutos depois de surgir coberto de suor numa t-shirt branca. Intelectuais gramscianos? Opinion blinders como Delgado?
E nesta entrevista, Sócrates suou para quem? Para aqueles que diziam que só corria para as câmaras no estrangeiro? Os outros ou os mesmos que lhe criticavam a soberba e a distância?
A ser assim, não funcionou. Não podia sentir-se uma distância maior do que aquela revelada quando político e jornalista desceram a grafitada Rua da Rosa, com Sócrates soltando para a esquerda e a direita aos passantes bons-dias de suprema indiferença. «Algumas vezes noto que as pessoas não respondem», afirmou então. Isso, pelo menos, é natural. No resto, como dizia uma senhora sentada ao meu lado na assistência, tudo aquilo foi «sonso, sonso, sonso».
*Inspiração para o título roubada a Ruben A.
Adenda: A expressão opinion blinders é minha salvo boa prova em contrário e tem marca registada.



13 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.03.2008 às 11:55

Gostei especialmente de ver o nosso PM de mãos nos bolsos a passear num bairro onde todas as casas estão artisticamente pintalgadas. Deviam enviar aquilo à UNESCO, pois aquele património é de toda a humanidade.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.03.2008 às 12:11

Verifiquei que o Sócrates também aprendeu o castelhano na UI, ou então terá sido com Mário Soares, eh eh
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.03.2008 às 12:15

Uma senhora sentada ao meu lado na assistência?

Épá, aquilo a Praça Sony renasceu para dar aquilo ou quê?
Imagem de perfil

De João Villalobos a 14.03.2008 às 12:28

Não. Foi uma sala montada no Pav. Atlântico à margem do concerto do Mickael Carreira.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.03.2008 às 12:37

Isso então foi a primeira parte do concerto do grande Quim Barreiros...
Sem imagem de perfil

De Manecas de Alfama a 14.03.2008 às 12:31

O espanhol técnico é brilhante, "descansiandio compañerio no?"
Gostei quando fingiu ser sério quando disse que o que mais lhe custou foi aumentar o IVA..
BRUTAL!! Deve ter estudado teatro..
Protesto porque na sua passeata pelo Bairro Alto todo sujo ninguém o chamou de mentiroso, ladrão ou engenehiro da treta..
Vamos lá meu Povo, toca a dizer verdades na próxima passeata para as camaras da tv..
"eu não sou um autómato.." AHAHAHAHAH!!!
Sem imagem de perfil

De francisco a 14.03.2008 às 12:40

O que nós precisamos, de facto, é de uma certa naturalidade. Uma naturalidade, digamos, à Pedro Santana Lopes. Isso é que era!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.03.2008 às 12:57

Uma coisa é verdade. Para aquele tipo de «coisa», não há quem se compare ao Bochechas.
O que hoje der com o LFM não deíxará, aposto, de confirmar o que acima digo.
Sem imagem de perfil

De Ó senhor! a 14.03.2008 às 13:23

opinion blinders quer dizer opinadores blindados?
Imagem de perfil

De m_sts a 14.03.2008 às 13:41

De tanto ir ao teatro o Corta-fitas já não distingue a realidade da fantasia.
Abre os olhos Corta-fitas. ACORDA !!
Sem imagem de perfil

De Mialgia de Esforço a 14.03.2008 às 15:16

O Delgado perguntou e eu insisto: E afinal, pagou a bica ou não?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.03.2008 às 15:45

Então não reparou que, quando saíu, o Sócrates disse: «Olhe, ponha aí no livro, sim?»?
Sem imagem de perfil

De V a 14.03.2008 às 16:22

Mas tudo isto é marketing e programado ao milímetro - qual intimista e revelador qual quê. Areia para os olhos é o que é.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D