Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Com amor e com raiva

por João Villalobos, em 27.02.08

Um amigo meu, militante do PSD ao longo de 30 anos, enviou agora a Ribau Esteves a sua carta de adeus ao partido. Conheço-o desde 1984. Durante todo este tempo, vi-o oferecer muitas e boas ideias que ou ninguém aproveitava ou outro alguém parasitava. Em simultâneo, observei como era convidado para cargos de relevo por personalidades socialistas ou independentes, que lhe reconheciam o valor que os seus companheiros partidários desdenhavam. Porque não fazia vida de secção, não bajulava pela sede e acreditava na meritocracia, o meu amigo demorou três décadas a perceber o óbvio. Mesmo assim, estive a ouvi-lo ao telefone durante meia-hora como quem ouve a penosa descrição de um luto recente. Podia tê-lo consolado com esta passagem do nosso Eça:

«Em Portugal não há ciência de governar nem há ciência de organizar oposição. Falta igualmente a aptidão, e o engenho, e o bom senso, e a moralidade, nestes dois factos que constituem o movimento político das nações. A ciência de governar é neste país uma habilidade, uma rotina de acaso, diversamente influenciada pela paixão, pela inveja, pela intriga, pela vaidade, pela frivolidade e pelo interesse. A política é uma arma, em todos os pontos revolta pelas vontades contraditórias; ali dominam as más paixões; ali luta-se pela avidez do ganho ou pelo gozo da vaidade; ali há a postergação dos princípios e o desprezo dos sentimentos; ali há a abdicação de tudo o que o homem tem na alma de nobre, de generoso, de grande, de racional e de justo; em volta daquela arena enxameiam os aventureiros inteligentes, os grandes vaidosos, os especuladores ásperos; há a tristeza e a miséria; dentro há a corrupção, o patrono, o privilégio. A refrega é dura; combate-se, atraiçoa-se, brada-se, foge-se, destrói-se, corrompe-se. Todos os desperdícios, todas as violências, todas as indignidades se entrechocam ali com dor e com raiva».

Autoria e outros dados (tags, etc)



11 comentários

Imagem de perfil

De José Manuel Faria a 27.02.2008 às 22:27

O PSD reuniu com a fenprof. Isto assusta1
Sem imagem de perfil

De pernas para o ar a 28.02.2008 às 10:28

Carago, que esse seu amigo é mesmo de compreensão lenta, coitado. Com que então ele precisou que o Menezes, mero sucedâneo de Santana, chegasse a presidente da coisa?
Sem imagem de perfil

De Manuel Leão a 28.02.2008 às 10:47

Essa passagem do Eça serve, como uma luva, ao actual estado da política em Portugal. Mas não podemos ter ilusões: serve também à política da União Europeia!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.02.2008 às 11:04

Que o PPDPSD anda pelas ruas da amargura é certo. No entanto, isso de fazer vida de secção, bajular pela sede e não acreditar na meritocracia é o bê-á-bá da vida de qualquer militante de qualquer partido político.
Sem imagem de perfil

De risco ao lado a 28.02.2008 às 11:04

Que o PPDPSD anda pelas ruas da amargura é certo. No entanto, isso de fazer vida de secção, bajular pela sede e não acreditar na meritocracia é o bê-á-bá da vida de qualquer militante de qualquer partido político.
Sem imagem de perfil

De me again a 28.02.2008 às 11:14

Este segundo é para apagar, por obséquio. Julguei que o primeiro não tivesse seguido.
Sem imagem de perfil

De Dulce a 28.02.2008 às 14:40

Nem sabe o quanto lamento ter de concordar consigo e com o Eça...
Já agora, faz-me o obséquio de dizer qual a obra a que tal excerto pertence?
Sem imagem de perfil

De Manuel Leão. a 28.02.2008 às 16:19

Foi numa das crónicas que escreveu para o "Distrito de Évora", compiladas nos XI e XII volumes das Obras Completas de Eça de Queiroz do Círculo
de Leitores.
Sem imagem de perfil

De Manuel Leão. a 28.02.2008 às 17:20

A citada passagem, pertence ao nº 42, de 2 de Junho.
Pode ler a partir da pag . 308, do volume XII, das "Obras Completas de Eça de Queiroz" do Ciclo de Leitores.

A continuação, dessa crónica, não é menos importante. Nela se pode ler também: «De modo que a governação cai nas mãos inexperientes e frívolas daqueles que nem têm a experiência, nem a filosofia, nem a prática, nem a sabedoria, nem os sistemas, nem os estudos necessários para encetar, com proveitosos resultados, um caminho político de ideias e de concepções»

Grande Eça, que não fica nada a dever a Nostradamus !
E, com a vantagem de que, com toda a certeza, escrevia melhor!
Sem imagem de perfil

De J.C. a 28.02.2008 às 14:55

Entre outras vantagens, este 'post' permitiu finalmente identificar o Anónimo que tem andado por aí: é o risco ao lado, também conhecido por me again!!!
Sem imagem de perfil

De O meu nome é J.C. a 28.02.2008 às 15:09

Mais conhecido pelo Jotacê.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    isto é a 'dentadura' do proletariadonova versão da...

  • Anónimo

    Dizer que essas nomeações não são notícia, não é b...

  • Anónimo

    Se o país fosse outro, quem teve a ideia de em Dez...

  • Anónimo

    António Costa não passa dum chico esperto.Aguardem...

  • Anónimo

    E, sobre tudo não haveria Alcochete nem Bruno de C...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D