Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Escrever bem, escrever mal

por Pedro Correia, em 28.12.07

Como se escreve bem, como se escreve mal?
Para desfazer dúvidas, Dennis Dutton, director da revista norte-americana Philosophy and Literature, inaugurou em 1996 um concurso anual de Pésima Escrita, estimulando os leitores a fornecerem exemplos de prosa mal redigida, cheia de um pedantismo insuportável ou simplesmente incompreensível. No fundo, aquilo que ele próprio contestava em muitos professores de literatura, que polvilham os textos de “uma filosofia absurda” com verniz pseudo-cultural.
Em 1999, a vencedora do Concurso de Péssima Escrita foi Judith Butler, feminista e marxista que alguns colegas consideravam “uma das mais importantes pensadoras da América”.
Segue o texto, com a devida vénia. À consideração de todos os leitores.
“A mudança de um registo estruturalista no qual o capital é entendido como estruturador das relações sociais de maneiras relativamente homólogas com vista à hegemonia na qual as relações de poder são sujeitas à repetição, convergência e rearticulação, trouxe a questão da temporalidade para o pensamento da estrutura e marcou uma mudança de um tipo de teoria althusseriana, que trata as totalidades estruturais como objectos teóricos, para outra na qual as perspectivas da possibilidade contingente da estrutura inauguram uma concepção renovada da hegemonia, ligadas com os lugares e estratégias contingentes da rearticulação do poder.”
Foi um prémio merecido, tenho a certeza. E pensem bem se não leram já outros textos que merecessem também um galardão deste género…



12 comentários

Sem imagem de perfil

De Hugo a 29.12.2007 às 11:30

Infelizmente é o que temos vindo a constatar, pensa-se que quanto mais palavras de 2$50 se utilizarem num texto mais intelectual parece o autor mas esquecem-se que a escrita é um modo de comunicação e esta implica um emissor e um ou mais receptores e quanto mais facilmente a mensagem for compreendida pelos receptores mais eficaz é a mensagem e esses intelectualismos acabam por se tornar um entrave à facilidade de compreensão da mensagem.
Faço lembrar a questão que foi aprovada para os boletins do referendo à constituição europeia, a meu ver era o texto que recolhia o próximo prémio.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Isabel

    Só mais uma acha para a fogueirahttps://youtu.be/9...

  • zazie

    Porquê?

  • D.

    1. Em quais dados se baseia? O exemplo que dei é u...

  • henrique pereira dos santos

    1) O que seria sem confinamento seria mais ou meno...

  • Anónimo

    Quando muitas pessoas cantam hossanas à desinfeção...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D