Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pouco fumo, muito fogo

por Pedro Correia, em 07.01.08

Qual petróleo a cem dólares? Qual morticínio no Quénia? Qual duche escocês da senhora Clinton no Iowa? Qual Lisboa-Dacar abortado antes da partida? Qual desemprego a subir em flecha no paradisíaco país de Sócrates? Lendo os colunistas vitalícios da Lusolândia, após uns dias de pousio, fica-se com a certeza de que só existe um problema em Portugal e no Mundo: a lei 37/07, que interdita o consumo de tabaco em alguns espaços públicos cá na terrinha, nomeadamente nos restaurantes que não tenham feito as necessárias obras para exaustão de fumos.
Miguel Sousa Tavares garante que este é "um país onde o terror passou a ser lei", assegura que o diploma foi feito "à medida de um país de polícias e de eunucos", compara Portugal ao Irão e à Arábia Saudita e conclui com a elegância que o caracteriza: "Qualquer dealer de drogas duras tem mais credibilidade moral do que o Estado português." Isto na mesma edição do Expresso que publica uma lista (muito provisória) de 37 restaurantes onde continuará a ser possível fumar.
Daniel Oliveira, na mesmíssima edição do Expresso, dispara bem ao seu jeito: "O mesmo Estado que fecha urgências quer convencer-nos a deixar de fumar." Não se detecta qualquer indício de demagogia num argumento com tanta solidez...
Vasco Pulido Valente, sempre original, atira-se no Público a Cavaco Silva: "Um Presidente da República para quem a liberdade contasse, não aceitava, calado e quieto, a proibição (na prática absoluta) de fumar em público. Porque ela própria limita o direito de propriedade e se intromete na vida privada de cada um." Inútil explicar-lhe que poderá continuar a fumar no seu bem-amado Gambrinus: nem assim a sua fúria contra a proibição "absoluta" de fumar abrandará.
António Barreto, igualmente no Público, não faz a coisa por menos: "O primeiro-ministro José Sócrates é a mais séria ameaça contra a liberdade, contra a autonomia das iniciativas privadas e contra a independência pessoal que Portugal conheceu nas últimas três décadas."
Mesmo sem fumo, o fogo não vai faltando. Fogo verbal, pelo menos. Nisto continuamos a ser eternamente bons.



14 comentários

Sem imagem de perfil

De Pedro Correia a 08.01.2008 às 18:31

Meu caro, lamento mas 'lambebotice' não tem nada a ver comigo. E anonimato também não. Se for um homenzinho diga quem é para podermos dialogar. Senão, passe muito bem.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.01.2008 às 18:26

A que ministério se está a candidatar Pedro?

É que nunca vi tanta lambe botice. Disfarçada de estupidez, ainda por cima.
Sem imagem de perfil

De Once In a While a 08.01.2008 às 11:53

pão e circo como dizia alguém .. há que entreter o povo com estas e outras querelas "importantes" e medidas "fantásticas" de resolução do que quer que seja .. assim pode ser que nos esqueçamos de tudo o resto .. nomeadamente da fome que se passa no nosso País, na falta de meios do sector da Saúde .. do sector da Educação .. enfim .. tudo coisas "menores" perante uma decisão de tal envergadura.
Sem imagem de perfil

De caramelo a 08.01.2008 às 10:04

E já ando a ressacar por uma bola de berlim, que os pides da ASAE proibiram! Plamordeueus, uma bola de berlim, uma bola de Berlim! E uma colher de pau, uma colher de pau! Faciiiiiiistas!

(ai, voltem monthy python)
Sem imagem de perfil

De caramelo a 08.01.2008 às 10:01

Fasciiiiistas! Fasciiiiistas! Vá, todos comigo: Uma Gaivota, voava, voava, aaaasas de vento, coração de maaaaar! Como ela, somos liiiivres, somos livres de voaaaar! Fasciiiistas! Liberdade! Liberdade!
Sem imagem de perfil

De Sofia a 08.01.2008 às 09:59

De facto, Pedro, não há pachorra. Pior, será que todo esse ilustre pessoal ainda não percebeu que esta lei é só uma forma de organização? Ou seja, que todos os espaços, grandes ou pequenos, PODEM optar por ser de FUMADORES? Se optam por não o ser, a "culpa" não é da lei mas apenas de quem toma a decisão (leia-se, do dono do espaço). Coitadinhos, que são obrigados a instalar um extractor de fumo para melhorar a qualidade do ar? Please...
Sem imagem de perfil

De O Vizinho do Solar a 08.01.2008 às 07:52

São os parvalhões do regime que no fundo não passam de uns Zé ninguém!
Sem imagem de perfil

De JM Coutinho Ribeiro a 08.01.2008 às 01:48

Pedro:
Os problemas que enuncia serão mais graves do que as lei do fumo. Mas acredite para para um fumador, a lei é muito mais terrível.
Fuma? Mas fumar mesmo, assim aquela coisa que um fumador faz logo que acorda e quando se vira para dormir?
A geração anterior à minha, os que foram à guerra, foram incentivados pelo Estado a fumar, de tal modo que as rações combate incluiam cigarros. A minha geração não andou longe disso.
É terrível fumar, lá isso é. Mas tam´bém é terível não poder fumar.
Por isso, todos os problemas acabam por ser importantes.
Volto depois :-)
Sem imagem de perfil

De josé neves a 07.01.2008 às 23:56

Ao defenderem vicios tradicionais ultrapassados e em vias de caducar estes senhores tornaram-se reacionários inflamados tal como foram libertários das tradições salazaristas. Agora que lhes toca reagem com moralismos sem perceberem que a maioria já não é fumadora e está-se nas tintas para suportar os seus vícios de charutadas incomodativas. O fascismo esté neles e não nos outros ou na Lei.
Ver em gorjeios o desenvolvimento desta ideia.
Sem imagem de perfil

De Filipe a 07.01.2008 às 19:39

So aos 27 anos tirei carta, fiz sempre a minha vida sem carro e num rotulei os outros todos que andavam de rabinho tremido a poluir o meu ar. Andava de bicicleta e levava com todos aqueles que se sentiam bem em acelerar para chegar ao trabalho 20 mins mais cedo que eu.
Uma coisa eh a educação social em saber onde se deve ou não fumar (isto como tantas outras coisas) outra eh delegar ao estado a função de paizinho, hoje eh o tabaco amanha eh o cafe', o alcool, o sal na comida... ;)
Hoje calha a mim, amanha calha a ti.

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • JPT

    O corrector do Word insiste em alertar para esse s...

  • henrique pereira dos santos

    As épocas de gripe são monitorizadas pela mortalid...

  • Anónimo

    Demolir, diz bem."Delenda Carthago est"!

  • Anónimo

    HPS, eventualmente já terá lido sobre este assunto...

  • Anónimo

    Não é uma criatura nada desprezível, não senhor......


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D