Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais do mesmo

por Corta-fitas, em 08.11.06
«Para mim, o dinheiro para a cultura é para bibliotecas, salas de espectáculo, orquestras, monumentos, museus, apoio à edição de clássicos, apoio esporádico a um ou outro artista, com provas dadas, que se encontre em dificuldades e, ainda mais esporadicamente, ao complemento de verbas para projectos específicos», escreve o nosso Duarte num comentário abaixo.
Estou de acordo em que o Estado subsidie tudo isso de que fala o Duarte, excepto artistas com provas dadas. É essa frase, aliás, que aproxima perigosamente a Cultura da lógica mercantil do «deve-se apoiar o que tem público». Ora, se tem público, não necessita de apoios. Se os artistas têm provas dadas, terão também necessariamente espectadores, ou audiência, ou leitores.
Não penses no entanto, Duarte, que defendo o Estado como sorvedouro para espectáculos de pseudo-vanguardas conceptualmente intelectualóides. O que defendo é que exista alguém capaz (mas quem?) de distinguir ao atribuir as suas verbas o valor artístico e cultural daquilo que subsidia. Que aposte em quem não deu provas porque o seu trabalho promete vir a dá-las. Que apoie quem tem algo a dizer de uma forma nova ou algo de novo a dizer com uma forma antiga. Mas que seja Cultura, que seja Arte, que seja Bom. Que crie públicos, para que depois o Estado se vire para outros que necessitem, de forma idêntica, do seu apoio. Abraço no contraditório, João.

Autoria e outros dados (tags, etc)



2 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.11.2006 às 13:54

Já agora, a imensa quantidade de monumentos degradados ou a necessitar mesmo de urgente intervenção e que são uma dor-de-alma quando com eles deparamos também merecia uns dinheiritos.
Sem imagem de perfil

De L. Rodrigues a 08.11.2006 às 13:10

Bem dito.
Digo eu.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    o direito serve para tudo

  • Anónimo

    em Belém parece não morar ninguém

  • Anónimo

    GULAG tipo nova urss

  • Anónimo

    ronha é doença nas patas das ovelhas ronhosas'mal ...

  • zazie

    A grande aberração da mensagem é o intuito jacobin...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D