Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Zapatero brinca com o fogo

por Pedro Correia, em 14.01.07
José Luis Rodríguez Zapatero brincou com o fogo – e queimou-se. Rompendo a tradicional intransigência do Estado espanhol perante o terrorismo basco (estratégia que o socialista Felipe González sempre defendeu com tenacidade enquanto chefiou o Executivo), o actual inquilino do Palácio da Moncloa, em mais uma das lamentáveis cedências aos impulsos demagógicos que têm caracterizado grande parte do seu mandato, fez vacilar um dos alicerces nacionais da política madrilena, dando fôlego a novas investidas assassinas da ETA. Esta irresponsabilidade, que contou com a bênção de uma certa imprensa espanhola muito próxima do PSOE, ignorando os avisos de prestigiados intelectuais de esquerda, como Fernando Savater, legitimou quem jamais devia ter sido legitimado, por ter as mãos sujas de sangue, saldando-se afinal num imenso fracasso, até no plano mediático: a própria opinião pública anteriormente favorável a Zapatero insurge-se agora contra o presidente do Governo espanhol. Entretanto forçado a recuar em toda a linha, o sucessor de Aznar acaba de anunciar o fim do diálogo com os terroristas. Mas o mal está feito: um poder político fraco é semente para a progressão do crime organizado que utiliza as reivindicações autonómicas como mero pretexto para matar.
Também na questão das nacionalidades a demagogia de Zapatero ameaça causar danos irreversíveis ao Estado espanhol, como diariamente se verifica na Catalunha, com absurdas discriminações aos cidadãos que insistem em expressar-se em castelhano, o que constitui um inadmissível sintoma de nacionalismo atávico no coração da moderna e cosmopolita Europa. Em Barcelona, até o novo chefe do Executivo, o socialista José Montilla, começa já a ser criticado por ser natural da Andaluzia e só aos 16 anos ter rumado à Catalunha! É o que dá quando se brinca com o fogo, passatempo sempre arriscado num país que pode ser a oitava potência industrial do globo mas é estruturalmente muito mais frágil do que parece.

Autoria e outros dados (tags, etc)



2 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.01.2007 às 16:53

Oh homem, então diz-se isso num blog de um jornalista do DN ?

:)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.01.2007 às 16:52

O "El Pais" tem andado a branquear as asneiras do Zapatero, basta ver a edição de hoje.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D