Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Hipocrisia, dizem eles

por Pedro Correia, em 17.10.06
Ontem estive toda a tarde no Centro Cultural de Belém, acompanhando uma conferência sobre interrupção voluntária da gravidez promovida pelo Partido Socialista Europeu. Falaram vários eurodeputados do PS - Edite Estrela e Manuel dos Santos, por exemplo. Falou o secretário de Estado Jorge Lacão, que era o líder parlamentar socialista quando a anterior proposta de lei do PS "abortou" na Assembleia da República. Falou o actual líder parlamentar do PS, Alberto Martins. Falou a "líder" das mulheres socialistas, Manuela Augusto. Falou o ministro da Saúde, Correia de Campos. Falou o próprio primeiro-ministro José Sócrates. Ouvi pronunciar com frequência a palavra "hipocrisia" a propósito da moldura penal portuguesa, que (como acontece com os quadros legais europeus, designadamente o espanhol, quase decalcado do nosso) criminaliza o aborto como regra geral, embora admita várias excepções.
Durante uma tarde inteira, repito, não ouvi pronunciar uma única vez o nome de um ilustre antecessor de Sócrates: António Guterres. Como se a situação de 2006 não decorresse do tortuoso comportamento político do PS em 1997 e 1998. Quando o tema é incómodo, varrem-se os factos para debaixo do tapete, como se nunca tivessem existido. É sempre mais fácil chamar hipócritas aos outros.

Autoria e outros dados (tags, etc)



8 comentários

Sem imagem de perfil

De Aninhas a 18.10.2006 às 19:23

Fico chocada com a falta de coerência de alguem que diz uma enormidade como "a barriga é minha". Nessa sequência de pensamento então quando é que o conteudo da barriga deixa de ser seu? Quando nasce? E nessa altura então porque é que já não é licito fazer-se o que se entende com os bébés como se pode ler diàriamente, que fulana enterrou o bébé vivo ou que o deixou no "mato" ou que o afogou e congelou... Pois Claro a r. sexual foi sua e isso automáticamente concede-lhe o direito de tirar uma vida. Francamente.
Carla, lembre-se que voçe e todas as pessoas que já amou foram durante breves meses a "barriga" de alguém.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.10.2006 às 12:24

A barriga é minha e vou expulsar o ar que lá está dentro, eheh
Sem imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 18.10.2006 às 11:48

Concordo plenamente que isso de dizer"a barriga é minha"é um argumento ,no mínimo,"fraquinho".
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.10.2006 às 10:18

Se há frase com que embirro e solenemente é essa da «barriga é minha»: isso simplesmente permite o aborto até ao nascimento do bebé.

Já é preciso estupidez e nhurrice para não entender uma coisa tão simples como esta, caramba!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.10.2006 às 10:06

Também acho muita piada a o PS se atirar (e aí acho que justamente) aos que pretendem apenas que as penas sejam «desculpadas», quando essa proposta na boca do Freitas foi saudada como uma óptima solução.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.10.2006 às 10:02

Mas que péssimo gosto, estar ontem toda a tarde no Centro Cultural de Belém, acompanhando uma conferência sobre interrupção voluntária da gravidez promovida pelo Partido Socialista Europeu!
Sem imagem de perfil

De carla a 18.10.2006 às 10:01

A barriga é minha e faço o que quiser. A hipocrisia esteve logo patente numa coisa da qual o PC não fala. A que prpósito estava na mesa a namoradinha fantoche? Lá por ser jornalista não se pode referir que a sua presença é uma ofensa a todas as mulheres socialistas que têm corajosamente abordado a questão do aborto?
Sem imagem de perfil

De António P. a 17.10.2006 às 23:23

Caro Pedro Correia,
Mas a melhor maeira de "falar" de António Guterres não será o que agora José Sócrates está a fazer ?
Cumprimentos

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    desta feita o gordo careca tinha licenciatura?arri...

  • Anónimo

    "Portugal é um país que pergunta a crianças de nov...

  • Carlos Gonçalves

    "...e de mais elites..."

  • Anónimo

    nesta versão social-fascista da urssassiste-se a t...

  • António

    Belíssima iniciativa a desses académicos. A mim nã...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D