Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ainda a Ordem

por Pedro Correia, em 22.02.06
Paulo Baldaia, que tem desenvolvido no Insubmisso bons argumentos a favor da Ordem dos Jornalistas, antecipa já nomes de prestigiados profissionais da informação que poderiam liderar este projecto. Vicente Jorge Silva, por exemplo. Ou Judite Sousa. Acho muito bem. E adianto outros: Baptista-Bastos, Manuel António Pina, Adelino Gomes, José Pedro Castanheira, Joaquim Furtado, José Manuel Barata-Feyo, Joaquim Vieira, Francisco Sarsfield Cabral, Jorge Wemans, Graça Franco, Cândida Pinto, João Paulo Guerra, Ferreira Fernandes, Miguel Sousa Tavares, Mário Bettencourt Resendes, Carlos Andrade, Fernando Alves, Nicolau Santos. Qualquer deles - estou certo disso - seria um bom presidente da Ordem dos Jornalistas. Um organismo destinado a regular o acesso à profissão, zelar pelo rigoroso cumprimento das normas deontológicas, promover acções de formação e reforçar o peso institucional dos jornalistas no diálogo com os poderes legislativo, executivo e judicial. Percebo mal que alguns jornalistas, como o meu amigo João Fernandes, persistam em ver equívocos numa proposta como esta, que dificilmente poderia ser mais clara.



7 comentários

Sem imagem de perfil

De haja pachorra a 26.02.2006 às 17:59

De facto qualquer imbecil serve para chefiar uma cáfila de imbecis. Há uns anos bastava ser ignorante para ser 'jornalista', actualmente também é preciso ser estúpido.
Sem imagem de perfil

De Pedro Correia a 26.02.2006 às 13:00

A liberdade de associação é um direito constitucional que nenhuma ordem profissional poderá pôr em causa. Não acontece nas outras profissões que têm simultaneamente ordem, sindicatos e associações várias - por que motivo só haveria de levantar-se entre os jornalistas? Participar mais - essa sim, é a questão. Neste ponto só podemos estar de acordo, Maria José. Mas levantar estas questões já é uma forma de participar. Bj.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.02.2006 às 16:13

oh pedrito
grande defensor de pôr na ordem os jornalistas portugueses.
Gostaria apenas de informar que se meteres os jornalistas na ordem tiras-lhes a liberdade de associação e assim sendo a liberdade de demissão cada vez que uma decisão da ordem puser em causa o comportamento deontológico de um jornalista... como é que os jornalistas vão fazer então cada vez que forem "feridos" pelas decisões da ordem? Vão então defender a desordem? que tal participar mais em vez de se dizer mal de quem tenta fazer alguma coisa? são apenas perguntas para reflexão para quem tão doutamente defende pôr na ordem os jornalistas...

um abraço

maria josé garrido
jornalista e sindicalista
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.02.2006 às 23:28

Para que é que serve uma "Ordem"?

rm
Sem imagem de perfil

De Carlos Albino a 23.02.2006 às 03:00

Alguns destes nomes não têm moral nenhuma, pelo seu passado não podem dar lições de deontologia, pelo seu presente é melhor que peçam desculpa pelo passado e estou em crer que por pequena ganhunça já venderam a alma para que possam ter futuro respeitável. Pedro, não brinques.
Sem imagem de perfil

De Pedro Correia a 22.02.2006 às 20:03

... E Fernando Madail :)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.02.2006 às 20:02

...e Pedro Correia.
:)

Fernando Madaíl

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • João Távora

    Bora então para outra freguesia beber umas mines!

  • Anónimo

    "foi" é mesmo assim ou é um erro do sistema?

  • Anónimo

    memórias do cárcere«O velho era um fidalgo do Alto...

  • Anónimo

    É apenas uma paz podre.Vamos esperar e aguardar. A...

  • Anónimo

    "(...) foi verificar"E V. não segue o acordês nem ...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D