Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lamentável cegueira

por João Távora, em 14.02.07
Considero que a crescente perda de influência da Igreja Católica na formação das consciências é decisivamente um drama civilizacional. Custa-me a entender como alguns desastrados protagonistas da nossa história, de má-fé, se possam congratular com isso, desprezando o progressivo esvaziamento de valores e o amargo vazio espiritual do “homem moderno”, das nossas desenraizadas gentes. Esta atitude só provém de quem por conveniente cegueira não lida com as gentes reais, não "desce" aos bairros miseráveis ou à cinzenta periferia da exclusão.
A mensagem do cristianismo é intrinsecamente boa, por mais mal interpretada e adulterada que possa ser. Desprezar ou ignorar a obra social e a intervenção espiritual da Igreja Católica na nossa sociedade é um acto de completa estupidez.
Se algum dia, por absurdo, numa patética batalha final, toda a herança de Cristo for destruída, espero que estes poderosos senhores tenham qualquer coisa para lá pôr, em vez do desespero.



16 comentários

Sem imagem de perfil

De cinderela-dos-pes-grandes a 15.02.2007 às 20:03

Caro João Távora, tenho para mim que a Igreja católica perdeu muito da mensagem genuinamente cristã precisamente nesse deslizar para o poder temporal. Obscureceu com isso também muita da luz dessa mesma mensagem.

Eu não pertenço a nenhuma confissão religiosa organizada, portanto não deduza que estou a defender outros credos cristãos, por favor! :)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.02.2007 às 14:40

Sr. João Távora, sugiro-lhe que leia, a este propósito, a (infelizmente) ainda actual "Causa da Decadência dos Povos Peninsulares" (A.Quental). M.cumprimentos
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.02.2007 às 13:55

Ainda se a igreja tivesse feito da religião, apenas utilização espiritual... Mas não. Imuscuiu-se na politica. E trouxe mais mal que bem ao mundo.

Até porque a espiritualidade não é propriedade da Igreja, ela existiria de qualquer forma. Não foi a Igreja que criou "mensagens boas". Foi o homem.
Sem imagem de perfil

De João Távora a 15.02.2007 às 09:33

Cara Cinderela: Se ler bem o meu texto não fará essa leitura. Eu sou o primeiro a reconhecer e bem me entristeço com os erros da Igreja. A Igreja é feita de homens e mulheres, estranho seria se não reflectisse contradições.
Sem imagem de perfil

De TG a 15.02.2007 às 04:51

Também eu me congratulo pela progressiva falta de poder da Igreja Católica sobre a cabeça dos portugueses. É verdade que muitos dos nossos valores nasceram do cristianismo (que não é o mesmo que a Igreja Católica), mas nos dias de hoje os valores fundamentais estão consolidados. Pena é que essa congregação de mal feitores que se designa por Igreja Católica, mais a sua abjecta Opus Dei, não entenda o mundo e a época em que vivemos e mesmo assim tenha tanto poder. Sou por um Estado laico e tenho a certeza que Portugal, a Europa e o Mundo seriam bem melhores sem a existência de qualquer religião.
Sem imagem de perfil

De cinderela-dos-pes-grandes a 14.02.2007 às 23:18

Caro João Távora, penso que concordará comigo que nem tudo são ROSAS na Igreja Católica.

É difícil ver nela a suprema perfeição que aponta, nessas condições. :(
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.02.2007 às 19:40

Por acaso também creio que seria "perda" e não "perca", mas pode ser que esteja errado.
Sem imagem de perfil

De AM a 14.02.2007 às 17:37

"Esta atitude só provém de quem por conveniente cegueira não lida com as gentes reais, não "desce" aos bairros miseráveis ou à cinzenta periferia da exclusão."

Sim porque as beatas do Não lidam imenso com as "gentes reais", dos "bairro miseráveis" e da "cinzenta periferia da exclusão"

Começam a cantar José Afonso... acabam na Teologia da Libertação.

Vá lá, alguma coisa de direita!
Sem imagem de perfil

De Lutz a 14.02.2007 às 15:43

Caro João Távora, recomendo que viaje um pouco. Para a Dinamarca, por exemplo, ou para a Suécia, ou para a Holanda, e vai ver que a lá consumada redução da importância social da Igreja Católica - e a diminuta das igrejas evangélicas - não coincidiram com o descalabro civilizacional. Bem pelo contrário. A emancipação das pessoas de estruturas autoritárias que tratam as pessoas como menores tem levado a mais civismo, a uma cultura de maior responsabilidade, mais respeito e disponibilidade pelo outro. Pode parecer-lhe difícil de acreditar, mas como digo, é só lá ir e ver...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.02.2007 às 14:50

perca | s. f.

1ª pess. sing. pres. conj. de perder
3ª pess. sing. imp. de perder
3ª pess. sing. pres. conj. de perder

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    José Mendonça da Cruz,Sabujo é meiguice para esta ...

  • Anónimo

    Caro SenhorEu não me preocuparia tanto com as cons...

  • Anónimo

    Uma forma de prostituição, mas mais hipócrita.Aind...

  • Sínico

    O que escreveu está certo e os dois exemplos (as d...

  • Anónimo

    https://www.youtube.com/watch?time_continue=21&...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D