Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O imperador da música pimba (no mínimo)

por Maria Inês de Almeida, em 21.08.07
Depois de clássicos como “Quero Cheirar Teu Bacalhau”, “Mestre de Culinária”, “Apita o Comboio”, entre outros, Quim Barreiros presenteia-nos com mais uma letra de uma simplicidade assombrosa. E ainda há por aí quem se ponha a musicar poemas de Fernando Pessoa ou Florbela Espanca…

O meu pópó no teu pipi
O teu pipi no meu pópó
O meu pipi no teu pópó
O meu pópó no teu tutu
O teu tutu no meu pópó
O meu pópó no teu pópó
O teu pópó no meu pópó
O meu pópó no teu pipi
O teu pipi no meu pópó…
(Ou qualquer coisa assim…)
Se o outro era considerado e se autointitulava de rei da música pimba (o Emanuel), este só pode querer ser o imperador, não?

Autoria e outros dados (tags, etc)



13 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.08.2007 às 16:25

Neste blogue não se pode usar a palavra «bacalhau». O sr. Vilalobbos proibiu isso há muito.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.08.2007 às 14:00

Será que com o processo de Bolonha estes betos universitários vão mudar?
O problema não é o Quim.
Que me desculpem todos os universitários que conseguiram e conseguem resistir a todas estas praxes académicas.
Sem imagem de perfil

De Pedro Correia a 22.08.2007 às 13:27

Só me admira (ou talvez não) que tantos meninos universitários adorem o Quim Barreiros para "abrilhantarem" as festas académicas.
Sem imagem de perfil

De L. Rodrigues a 22.08.2007 às 12:35

Eu em matéria de pimba, prefiro de longe a veia contestatária de Nel Monteiro.
Quem não sabe do que falo, procure no Google "Puta vida merda cagalhões".
Sem imagem de perfil

De Luís Filipe Cristóvão a 22.08.2007 às 12:33

Isto já não é pimba... É o avanço do Quim Barreiros para uma estética dadaísta trazida para a música portuguesa pelo Manuel João Vieira. A arte começa assim, na completa incompreensão dos pares.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.08.2007 às 12:09

As queimas de fitas e outros rituais do género são tão pimbas, na minha opinião, do que estas canções de Quim Barreiros.Com a diferença de Quim Barreiros ser mais verdadeiro.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.08.2007 às 08:36

Vai-me desculpar,Maria Inês,Ergela é um anagrama (claro!A Maria Inês é nova aqui no blog.Pode ficar descansada que não beliscou em nada a minha masculinidade).

Cumprimentos.

Ergela
Sem imagem de perfil

De Cláudia Ribeiro a 21.08.2007 às 23:54

É pimba, azeiteira mas... para nos rir-mos na queima das fitas não há melhor.
Sem imagem de perfil

De Zé Ninguém a 21.08.2007 às 23:38

O Ergela!

Vou-me meter no popó meter o diesel caro para chúchú, rumar até à Costa com os Ramones no cantante para a gente curtir...

Aqui vou eu pa a Costa
Aqui vou eu cheio de pica
Viro costas a Lisboa
Vou pró sol da Caparica

Kaiser da Pimbalhada

Concorrência forte das bandas

"Ana Malhoa e os Seus Enormes Mabobos"

"Zé Malhoa e as 24 Rosas mais 2 igual a Caca" (parece o resumo do elenco governamental)

"Ágata e a mais estúpida manifestação de demagogia e oportunismo para encontrar as criancinhas"

Cheira-me que esta pimbalhada ganha mais dinheiro, em Agosto, com as hordas dos da diáspora, do que a Caixa Geral de Depósitos,a Unicer e a Sogrape juntos!!!
Sem imagem de perfil

De Maria Inês a 21.08.2007 às 18:54

Papoila,
Oiça! :) Vale a pena! A Ergela já teve essa oportunidade e como ela diz é um "must"
Bjs

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Salva qualquer um com magros resultados no balanço...

  • Anónimo

    o pescador é um predadoranualmente são lançadas no...

  • Anónimo

    os seres humanos anteriores à agricultura morriam ...

  • António

    A I.L. pode não ter amarras, mas tem tiques. Não f...

  • Anónimo

    Não havendo escrúpulos,sem atenção à diversidade d...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D