Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O quinto poder

por Corta-fitas, em 22.11.06
Decorre na chamada blogosfera uma iniciativa curiosa, a eleição anual dos melhores blogues, ideia da geração rasca, com boa adesão. Um dos nossos, a Isabel, está aliás bem lançada numa das categorias e estamos aqui a torcer para que ela ganhe...
Serve a introdução para um post sobre o mundo dos blogues, pois considero reveladora a imagem que, em conjunto, temos de nós próprios. Veja-se, por exemplo, a divisão em seis categorias: individual feminino, individual masculino, colectivo, temático, melhor blogue de 2006, melhor blogger de 2006.
Esta divisão permite separar o colectivo do individual e o masculino do feminino. Aparentemente, os autores também consideram haver blogues sem tema e outros com tema.
Garanto que a minha crítica não tem nada a ver com o facto de não ter sido nomeado (bem, enfim, tem um bocadinho), mas atrevo-me mesmo assim a dizer que a blogosfera já não é isto. Não há grande diferença entre blogues masculinos e femininos e o colectivo vs individual também não faz sentido. Acho que todos os blogues são temáticos, uns mais obsessivamente do que outros. A forma é diferente: há revistas, jornais de parede, diários.
Mas é a divisão da geração rasca, que tem todo o direito de fazer como quiser. E aqui bate o ponto!
Se lermos Miniscente (onde é visível o que os bloggers pensam de si próprios) constatamos que este novo meio se vê como uma espécie de extensão dos media tradicionais. Muitos bloggers estão intimamente convencidos de que fazem jornalismo. Acho a opinião errada. Alguns fazem política, mas não conheço nenhum que faça jornalismo, porque esta profissão contém limitações técnicas que impedem a frase “tem todo o direito de fazer como quiser”. É, por exemplo, necessário ouvir os dois lados de qualquer conflito...
Mais uma vez correndo o risco de ser corrido à bordoada, parece-me que a blogosfera tende a ocupar o espaço da crítica, da crónica e da opinião que outrora pertenceu aos jornais. O virtual é o meio ideal para estas formas, mas também para géneros literários, o conto por exemplo, mas sobretudo a poesia, pois os poetas não conseguem publicar em livro e procuram outras formas de expressão. (No romance, já tenho as minhas dúvidas, mas talvez seja possível).
A blogosfera possui complexidade maior do que aquela que possuía quando comecei, há um ano. Existe, sem dúvida, muito ego (quem não gostaria de ser nomeado para a lista de geração rasca?), mas há algo de novo que mudou os media tradicionais, criando um mundo virtual onde tudo se discute e onde há poucas regras. Temos criatividade, ideias e opiniões, no meio do ruído e da espuma. Apesar das tribos, dos ataques anónimos, este povo sem lugar é um grande bem para a cultura e identidade, para a liberdade de expressão e, em consequência, para a nossa frágil democracia.
Ilustração: Pintura de Caspar David Friedrich

Autoria e outros dados (tags, etc)



11 comentários

Sem imagem de perfil

De André Carvalho a 23.11.2006 às 23:57

Permitam-me esta intromissão [tardia], mas gostaria de agradecer a referência do LN e da Miss Pearls à nossa iniciativa [rasca], e aproveitar para vos informar [que o Corta-Fitas também já está na luta pela liderança para «Melhor Blog Colectivo». E, já agora… o próprio CN também está a ser bastante votado para «Melhor Blog Individual Masculino» [e não só].

Por enquanto temo-nos limitado a referir no «GR» os blogues mais votados em cada categoria – onde surgem naturalmente os blogues e bloggers mais conhecidos –, mas esta iniciativa também tem o intento de divulgar blogues menos conhecidos. Depende tudo da votação dos bloggers.
Sem imagem de perfil

De luisnaves a 23.11.2006 às 09:43

E, se me é permitido, um grande abraço ao Carlos Narciso...
Sem imagem de perfil

De luisnaves a 23.11.2006 às 09:41

O link está corrigido, peço desculpa a geração rasca pelo erro. agradeço naturalmente todos os comentários. certamente voltarei a falar em blogues. Acho que existe um défice de discussão sobre o tema.
Sem imagem de perfil

De CN a 22.11.2006 às 23:28

nem sabia dessas nomeações para o "Oscar", tropecei no assunto no Bandeira ao Vento... acho que essas nomeações pecam sempre pela impossibilidade de se abarcar todo o universo dos blogs existentes. andamos, quase sempre, à volta dos mesmos e raramente nos pomos a descobrir novos blogs. bom, falo por mim. mas vivam os nomeados!
Sem imagem de perfil

De MissPearls a 22.11.2006 às 21:30

Luis,
Quando puder altere, por favor, o link para:

http://www.geracao-rasca.blogspot.com/

Obrigada
Sem imagem de perfil

De MissPearls a 22.11.2006 às 21:28

"Desculpem lá, mas a iniciativa é mesmo rasca.
E a adesão que tem registado passa as fronteiras do ridículo"

Sugiro diga isso no blog Geração rasca e em cada um dos blogs que votaram.
Aqui não faz muito sentido.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.11.2006 às 20:55

Desculpem lá, mas a iniciativa é mesmo rasca.
E a adesão que tem registado passa as fronteiras do ridículo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.11.2006 às 18:37

Obrigado pelo comentário ao meu comentário.

Já agora, também acho que a blogosfera, se pode contribuir para que se leia mais, contribui e fortemente para que se leia rapidamente e de preferência o que é ligeiro e curto (assim à maneira dos jornais gratuitos).

A leitura de um artigo de jornal de referência ou de um romance ou de um ensaio não é coisa que a net contribua muito para que se faça, possivelmente devido à tecnologia existente, mas também e sobretudo porque há grande diferença entre ter um livro (ou jornal) na mão e andar a saltitar de blog em blog, de website em website, tentando apanhar rapidamente o que há de novo e dando apenas uns comprimidos de atenção, que é o que a net «incentiva» que se faça.
Sem imagem de perfil

De luisnaves a 22.11.2006 às 18:18

isabel, as nomeações são inteiramente merecidas porque misspearls é um excelente blogue.
caro anonymous, concordo consigo, parece-me claro que a influência é ainda pequena e existe um excesso de circuito fechado (no post usei a palavra tribos para descrever o fenómeno). a sua ideia não é chalada, mas excelente, e aposto que o resultado seria aquele que prevê
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.11.2006 às 17:32

Eu, que por aqui apenas deito umas bocas sem pretensões, acho que o mundo dos blogs, embora tenha cada vez mais importância, está longe de ter a que os bloggers julgam que tem.

Parece-me que muitos vivem em circuito fechado, vão-se citando e comentando mutuamente e acabam a pensar que toda a gente os lê quando a maioria da população (eu ia a escrever a esmagadora maioria) anda por outros lados, nas tarefas diárias ou a ver novelas e futebóis.

Repetindo uma ideia meio chalada que aqui já tenho deixado a propósito de outros assuntos, gostava de ver uma sondagem daquelas da Rua Augusta em que fosse perguntado aos passantes se sabem o que um blog e, caso afirmativo, que nomeassem 2 ou 3 que costumem "frequentar".

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    desta feita o gordo careca tinha licenciatura?arri...

  • Anónimo

    "Portugal é um país que pergunta a crianças de nov...

  • Carlos Gonçalves

    "...e de mais elites..."

  • Anónimo

    nesta versão social-fascista da urssassiste-se a t...

  • António

    Belíssima iniciativa a desses académicos. A mim nã...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D