Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Diz que é uma espécie de entidade civil

por Cristina Ferreira de Almeida, em 20.05.07
Corrijam-me se eu estiver a perceber mal, mas a governadora civil de Lisboa marcou uma data para as eleições que, prejudicando Helena Roseta, favorecia António Costa. Depois, foi obrigada a mudar a data e ficou nas calmas. Finalmente, apareceu ao lado de António Costa a apoiar a candidatura deste "na qualidade de cidadã". Pode-se fazer isto?!?

Autoria e outros dados (tags, etc)



9 comentários

Sem imagem de perfil

De TPestana a 21.05.2007 às 12:19

Aos políticos (mesmo àqueles que estão mascarados de governadores civis) não basta parecer sérios, é preciso sê-lo... neste caso há-de ficar sempre a dúvida!

in http://in-direita.blogspot.com
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.05.2007 às 09:48

Eu respondo: numa república das bananas, pode.
Sem imagem de perfil

De Zé Ninguém a 20.05.2007 às 22:58

Onde estão os Avenses?
Sem imagem de perfil

De cfa a 20.05.2007 às 20:56

De facto, a transparência é sempre de louvar, caro... ups!anónimo!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.05.2007 às 20:52

Realmente estas coisa até já se dão ao luxo de ser transparentes.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.05.2007 às 20:50

Pelos vistos, pode-se.
Eu já me vai faltando o rancor para comentar tanta asneirada.
Viva Portugal!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.05.2007 às 19:56

Pode-se e deve-se. Ninguém deve ficar inibido dos seus direitos cívicos devido a uma actividade que exerça. O inverso, sim, é que seria preocupante. O prof Marcelo, por exemplo, pode ser comentador ao domingo e, assim, influenciar milhões e, simultaneamente, ser membro do Conselho de Estado, cargo que impõe uma especial reserva. Quando as coisas são transparentes, qual é o problema?
Sem imagem de perfil

De ni a 20.05.2007 às 19:06

Em tinha posto isto ali em baixo mas aqui também vai bem. com ligeiras alterações

Num país de valores, estes comportamentos chamam-se estalinistas. Mas os jornais e partidos, só costumam reservar este tipo de apodos para a direcção do PCP, seja o que for que esta faça. Afastar de forma pouca limpa eventuais candidatos, nunca é estalinismo se for perpetrado por uma sequaz (ainda se pode escrever sequaz?) de um ex-ministro de um partido convertido à sociedade do capital e em trânsito para mais umas corridas de burro.
Noutra frente: Sou o primeiro a achar que o Público ainda não fez uma notícia decente sobre a licenciatura de José Sócrates. Mas, à prática referida na notícia cujo endereço transcrevo abaixo, não se chama estalinismo porquê?
Porque é uma decisão de um partido rendido à sociedade do capital?
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1294471
Depois queixem-se!
Sem imagem de perfil

De Lola_Chupa a 20.05.2007 às 18:52

Pode. Em Portugal, pode-se tudo, e é por isso que, se tem livre pensar, e não está ao serviço de coisa alguma, excepto do seu direito de livre-pensar, tem agora um espaço aberto para criticar, e propor alterações às protecções da defesa do livre-pensar, em http://blogosferafutura.blogspot.com/

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anonimus

    Se o Trump não quer pagar autoestradas no Iraque, ...

  • Francisco Albino

    E ainda um efeito pouco referido e particularmnete...

  • Anónimo

    a mini-remodelação ficou sem suspensórios por dete...

  • marina

     don mariano deu conta do recado, quero ver q...

  • Anónimo

    O egoísmo dos catalães quando dizem que não querem...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D