Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O melhor blogue do ano

por Pedro Correia, em 26.12.07

Há blogues e blogues. Há aqueles que nos suscitam alguma curiosidade e logo nos desiludem - pela verborreia, pela irrelevância, pela falta de coerência interna, por serem intermitentes ou simplesmente mal escritos. E há aqueles a que voltamos sempre, como um vício bom. Pelos motivos contrários aos anteriores: prendem-nos pelas ideias, pelo estilo, pela escrita, pela graça, pela irreverência. É o caso do Blasfémias, que elegemos como blogue do ano. Não por unanimidade - é raro haver unanimidade entre nós - mas por uma "expressiva maioria", como se diz na gíria política. O Blasfémias é um blogue dinâmico e atento à realidade, funcionando a um ritmo jornalístico. É um blogue que preza as ideias, sem ser necessariamente um blogue doutrinário ou ideológico, já que constitui um ponto de reunião de pessoas que pensam de maneira diferente, embora com afinidades evidentes. É um blogue muito interventivo: não esperamos dele aquele género de neutralidade muito cómoda, muito à portuguesa. É um blogue que faz jus ao nome: o espírito crítico é uma das suas imagens de marca. É um blogue interactivo: ao contrário de outros, permite comentários. E é sobretudo um blogue que preza a língua portuguesa: a qualidade da escrita é um dos seus maiores traços distintivos.
Razões mais do que suficientes para nos levarem a eleger este que já se tornou, com todo o mérito, um clássico da nossa blogosfera. Parabéns a todos quantos lá escrevem.

Tags:



27 comentários

Sem imagem de perfil

De Pata Negra a 29.12.2007 às 22:37

Perdi aqui a vontade de conhecer o Blasfémias. É falado e lisonjedado demais para eu gostar dele!
E não me chamem "ignoroblogo" pelo desconhecimento!
Um abraço blasfemo
Sem imagem de perfil

De josé manuel faria a 27.12.2007 às 22:08

Caro Pedro Correia ( o pcpólogo) como se dizia no partido (não gostam um nadinha de ti).

Gosto do Blasfémias, é de direita e eu quero saber o que pensa o adversário.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.12.2007 às 21:07

Grande posta de Joshua. O blog dele é fantástico. Merecia ser eleito o melhor do ano.
Sem imagem de perfil

De Pedro Correia a 27.12.2007 às 20:08

Abraço, Joshua. Espero que entres no novo ano tão inspirado como sais deste.
Sem imagem de perfil

De FMS a 27.12.2007 às 19:58

Excelente escolha.
Sem imagem de perfil

De Joshua a 27.12.2007 às 19:55

Pedro, Pedro, cada vez mais me convenço que essa história da eleição de o blogue do dia, do mês e do ano é tudo uma questão de lambe-botismo entre iguais cada vez mais iguais.

Depois, quando escreves: «Há blogues e blogues. Há aqueles que nos suscitam alguma curiosidade e logo nos desiludem - pela verborreia, pela irrelevância, pela falta de coerência interna, por serem intermitentes ou simplesmente mal escritos. E há aqueles a que voltamos sempre, como um vício bom. Pelos motivos contrários aos anteriores: prendem-nos pelas ideias, pelo estilo, pela escrita, pela graça, pela irrreverência (com três rrr)», o que de facto sinto é que nem te passa pela cabeça quanto cada qual tem a qualidade e o seu contrário na maior parte do tempo.

É esse o mérito da blogosfera: sermos afinal nossos próprios heterónimos e do que queremos.

Agora, para mim o blogue do ano foi mesmo o Crosta-Fritas e o blogger do ano foste tu por teres sido tão ciclópico e abrangente a crismar óptimos blogues, óptimos textos-postas, óptima gente nova a quem, com a tua mão indicativa, fomos ter obedientes.

Foi graças a ti que descobri o Pau Para Toda a Obra. Foi graças a ti que visitei mais de um mês o Um Português em Bruxelas e tantas, tantas outras novidades.

Gosto do que escreves, mas deixa-me que te sussurre o perigo diáfano de nos tornarmos Padrinhos em tantas coisas efémeras ou Felicianos de Castilho perante certezas tão certas. Medita nisto. Eu sinto que tenho um blogue que te pode irritar. Isso agrada-me.

Bom Ano, Pedro e coração alerta para as verdades incertas.
Gostei de ter ler, mas não isto!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.12.2007 às 19:51

Ooops, parece-me que o Pacheco entrou aqui, como anónimo, às 4.45
Sem imagem de perfil

De Diogo a 27.12.2007 às 19:19

«PMF disse: "Rapaziada (do Blasfémias) para quem, se fossem retirados os sinais de trânsito, o tráfego fluía melhor"....diz o Diogo.»


Estava a brincar, claro, PMF. Obviamente que o tráfego fluiria melhor ao princípio. Os automóveis afastavam as motas. Os jeeps afastavam automóveis. Os autocarros afastavam os jeeps. Os TIRs afastavam os autocarros...

Os TIRs seriam os grandes vencedores nos primeiros minutos. Mas depois o entulho seria de tal ordem...
Sem imagem de perfil

De piscoiso a 27.12.2007 às 18:49

"...sem ser necessariamente um blogue doutrinário ou ideológico"

Se não fosse isso, nunca lá comentaria !
Sem imagem de perfil

De oscar c. a 27.12.2007 às 18:36

Pluralidade de opiniões? Então eles não sanearam o Arroja?
Por mim deixei de lá ir depois disso.

Comentar post


Pág. 1/3



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D