Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Trumpificar um país

por henrique pereira dos santos, em 26.08.17

Por estes dias, aqui e ali, tenho dado por mim a contestar teses de amigos meus que defendem que Trump abriu caminho aos supremacistas, que Passos Coelho está a conduzir o PSD pelos caminhos da xenofobia, que Ventura está a moldar uma sociedade mais racista, e por aí fora.

Agora foi a crónica de hoje de João Miguel Tavares a repetir a tese.

A minha tese é a de que as pessoas como Trump (ou os jornalistas individualmente, ou Costa, ou Marcelo, ou Passos Coelho, ou Merkel, ou Tsipras, ou Churchill, a tese é igual para todos) têm muito menos importância da que se lhes atribui, isto é, é muito mais a sociedade que produz Venturas, que Ventura que molda a sociedade.

Eu sei que as coisas não são preto e branco, mas também sei que coincidência não é causalidade: há anos que há pessoas que dizem barbaridades como Ventura (entenda-se barbaridades aqui como coisas de que discordo profundamente, como a defesa da pena de morte) e não é por Ventura as ter dito, e ter o apoio de um partido mainstream para uma câmara (não necessariamente para as barbaridades, não acredito, por exemplo, que os quase 10% de votos no BE queiram dizer que há 10% de eleitores que defendam a nacionalização de sectores estratégicos da economia, mas sim que há 10% de eleitores que acham que o seu melhor interesse é ter deputados do BE, quer concordem sempre, às vezes ou muito) que faz com que ganhem peso, pelo contrário, é porque essas teses têm maior ressonância na sociedade que pessoas como Ventura ganham peso.

De resto, ter o Presidente da República a dizer que foi feito tudo o que era possível logo nos primeiros dias do fogo de Pedrogão, ter Costa a dizer impunemente no parlamento que o governo anterior privatizou a PT, ter o BE e o PC a repetir incessantemente, com muito pouca oposição social, que a austeridade foi uma opção voluntária, ter jornalistas a gozar com Vítor Gaspar por dizer, fundamentadamente e com razão, que o crescimento do PIB tinha sido afectado negativamente pelo mau tempo num determinado trimestre, parecem-me contributos bem mais relevantes para a trumpificação que os tweets do Trump ou as barbaridades de Ventura.

É a nossa falta de exigência em relação à racionalidade e factualidade do debate público, escolhendo o que promover ou rebater mais em função do que pensamos que em função dos factos verificáveis, que abre caminho a que qualquer vendedor de banha da cobra possa ser recebido como uma sumidade, trumpificando a sociedade, como facilmente Nicolau Santos (que continuou sub-director de um jornal influente, depois de embarretado por não se defender das suas convicções aplicando os princípios básicos da sua profissão) poderá demonstrar.

E que alimenta a anomia que nos faz aceitar que um general prussiano continue director de um jornal, não se vendo qualquer relação entre isso e a progressiva perda de credibilidade no jornalismo tradicional.

Isso sim, é trumpificar a sociedade.

Autoria e outros dados (tags, etc)



1 comentário

Sem imagem de perfil

De JS a 26.08.2017 às 17:07

Bem observado, mas:
O BE teve 10% dos votos expressos e considerados válidos. 5 % do eleitorado. Votos expressos e eleitorado não são a mesma coisa.
Quanto ao" trumpificar a sociedade" concordemos urbanamente em discordar.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • pvnam

    MOBILIZAR OS RESISTENTES PARA O SEPARATISMO!(manif...

  • XisPto

    Tem toda a razão. Nem vale a pena desmontar a falt...

  • Ricardo Sebastião

    Caro Henrique, podia colocar os  links para e...

  • henrique pereira dos santos

    Um dia encontrei o teu irmão João por acaso, mas a...

  • Anónimo

    "Ala" irresponsável do PS?*"O primeiro erro é semp...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D