Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



No pasa nada

por João Távora, em 14.03.17

Parece que o voto assumido de Rentes de Carvalho, o nosso holandês em Amesterdão, amanhã em Wilders está a gerar uma onda de indignação nas nossas puritanas redes sociais. Talvez fosse pedir demais que as essas virgens ofendidas do politicamente correcto se informassem sobre a enorme embaraço gerado pelo multiculturalismo e pela vaga de refugiados que por estes dias invade essa Europa a dentro. Bem sei que em certas matérias a Europa parece-nos um bocadinho longe…

Autoria e outros dados (tags, etc)

Liberalidades

por João Távora, em 08.01.17

"Deixe-me explicar-lhe: Porque razão são tão elevados os impostos sobre o tabaco? Para desencorajar os fumadores. Porque razão multa o governo os condutores que excedem a velocidade ? Porque não queremos isso. Mas então, porque motivo tributamos as pessoas que trabalham? Se se tributa o trabalho e se dão subsídios àqueles que não trabalham, castigam-se os que trabalham e beneficiam-se os ociosos."

"Eliminem-se todos os impostos, menos dois: sobre o álcool e o tabaco, e estabeleça-se uma taxa única para todos os rendimentos provenientes do trabalho ou do capital. Haja um mínimo de regulamentos, mantenha-se a moeda estável, e fique por aí a intervenção do governo."

"A EU é uma operação estatal, na qual o povo não tem direito a voto…Juncker comporta-se como um dono, não como um servidor da coisa pública… Os Junckers deste mundo são inimigos do povo e da prosperidade."

 

Frases do economista americano Arthur Laffer roubadas a J Rentes de Carvalho aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

1º de Dezembro

por João Távora, em 01.12.16

1 dez.jpg

 O Chefe da Casa Real Portuguesa está preocupado com o envelhecimento da população portuguesa, afirmando que estamos próximo de um ponto "muito difícil de reverter".

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os revolucionários

por João Távora, em 18.07.16

O termo “revolução”, do latim do latim revolutìo,ónis, significa o movimento circular em torno de um eixo fixo, em que determinado objecto volta para a sua posição inicial. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma lição de socialismo autêntico:

por João Távora, em 22.05.16

Apesar de não parecer a quem acompanha a imprensa portuguesa, há fome na Venezuela. O país está a ferro e fogo com a calamidade económica que se abateu. Esta situação certamente apanhará muitos comentadores políticos de surpresa. Afinal, a Venezuela desde que Chavez subiu ao poder seguiu todas as políticas económicas certas.

 

A Ler o Carlos Guimarães Pinto no Insurgente

Autoria e outros dados (tags, etc)

O preço da cultura

por João Távora, em 03.03.16

João Soares é um espírito livre e não gosta de circunstâncias normais. Primeiro, mal chegou ao Palácio da Ajuda, anunciou que a prioridade da sua política (chamemos-lhe assim) seria impedir a saída da colecção Berardo para o estrangeiro, uma das ameaças recorrentes do comendador. Por outras palavras, comunicou-lhe publicamente que poderia pedir o preço que quisesse que o Governo, desde que ameaçado, estaria sempre disposto a pagar. Brilhante.

Autoria e outros dados (tags, etc)

No caminho da maturidade.

por João Távora, em 13.02.16

Ao contrário de uma peste ou maldição, sob a perspectiva da política tida no seu sentido mais elevado, digamos nobre, tenho para mim que uma dose de liberalismo deveria ser transversalmente no espectro partidário português uma causa patriótica, um contributo para o lento processo de viabilização do nosso pequeno rectângulo.

Acontece que a possibilidade do sucesso desse liberalismo, em dose maior ou menor no modelo de gestão da rés-pública, está directamente ligada à autonomia e maturidade das suas gentes, famílias e toda a sorte de instituições por si prestigiadas. Assim se explica o fado Portugal atrasado e socialista. Ou a importância do Pote.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

Direitos e deveres

por João Távora, em 12.01.16

"A protecção das mulheres não pode depender da nossa opinião sobre decisões humanitárias. A este respeito não há comportamentos inadmissíveis para homens europeus e desculpáveis para imigrantes muçulmanos."

 

Luís M. Jorge na "Vida Breve" (Já ali não ia há algum tempo, pena minha. - Ah! e David Bowie chega para todos, eu fico com Sound and Vision.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ou a história da revolução que ficou no café

por João Távora, em 23.09.15

Em vez de cerrar fileiras e os dentes, a esquerda de pastelaria desdobrou-se em plataformas, movimentos, frentes, alternativas. Todos são génios revolucionários no facebook, nos jornais, no twitter. Como é óbvio, sendo todos génios, os outros são todos limitados. O povo olhou para isto como se de uma açulada de podengos se tratasse.

Autoria e outros dados (tags, etc)

As lições da História

por João Távora, em 01.09.15

Por falar em lições da história, alguns historiadores dizem que a decadência de Roma teve início quando o império começou a erguer muros nas fronteiras. É um exagero, mas de novo com alguma verdade. Uma civilização está morta, lembra Paul Veyne (grande historiador de Roma...), quando tem de se defender em vez de se reinventar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Das relações humanas

por João Távora, em 28.12.14

O problema não são os cães, o desafio é amar o próximo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Rugido do Leão

por João Távora, em 30.08.14

Agora, chegou a tua hora de fazeres história! Escrevê-la com letras douradas depende de ti. Depende do que significar para ti, envergar a camisola que é vestida por milhões! Mete uma coisa na cabeça: nada te poderá parar quando sentires o que estás a fazer. Quando quiseres tanto uma coisa, que quase te falta o ar só de pensares nela! Amanhã, joga com o coração, Leão. Era o que qualquer um de nós faria, se estivesse no teu lugar. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Rentrée

por João Távora, em 24.08.14

 Um olhar para lá da escuridão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Boaventura

por João Távora, em 22.08.14

Se acabar diante de um pelotão de fuzilamento ou com um facalhão encostado ao pescoço seja coerente e grite : Abaixo o capitalismo! Fim ao Estado de Israel! Morte ao imperialismo norte-americano.

 

Via FNV

Autoria e outros dados (tags, etc)

O pulha

por João Távora, em 11.06.14

Para o pulha mais ninguém tem direitos à excepção dos camaradas do pulha.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Pedro Picoito de volta aos blogs

por João Távora, em 21.04.14

(...) Ora, os supostos intérpretes do "espírito de Abril" dizem, no fundo, que a legitimidade democrática de quem fez a revolução pelas armas é maior do que a legitimidade democrática de quem ocupa o poder pelo voto. O que é uma contradição nos termos porque o 25 de Abril se fez exactamente para eleger quem está no poder (foi o que me ensinaram na escola, pelo menos), e não para que alguém se arrogasse uma legitimidade superior ao voto para interpretar o verdadeiro sentido da revolução. (...)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler os outros

por João Távora, em 16.04.14

(...) quarenta anos depois do 25 de Abril estamos politicamente no Verão de 1975: a legitimidade das urnas é inferior à da rua e à dos estúdios de televisão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sim, eles tomam conta uns dos outros

por João Távora, em 14.04.14

 

Quando tiver mais |filhos|, serei um pai mais relaxado, com menos dramas na cabeça. Já não verei perigos no parque e na rua, a febre já não será um bicho de sete cabeças, a adolescência precoce dos mais velhos não será um problema porque ainda estarei concentrado na infância dos pequenos e, acima de tudo, não estarei tão cansado porque os mais velhos ajudarão a criar os mais novos.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Como uma pseudo-fidalguia

por João Távora, em 27.02.14

(...) E, de facto, o lero-lero socialista e sindical criou uma "aristocracia" de privilegiados que têm objectivamente mais direitos do que os outros. Não, não é apenas funcionalismo público. Os "direitos adquiridos" não protegem os mais fracos no mundo das empresas, porque estão centrados na protecção dos trabalhadores mais velhos do quadro. Ao sacralizar o posto de trabalho do trabalhador antigo, a lógica sindical está a proteger quem está dentro do sistema, os insiders, e não os mais fracos, os outsiders (desempregos e jovens à procura do primeiro emprego). O mesmo se passa com a segurança social. Tal como existe, o sistema só beneficia quem já tem reforma, descurando em absoluto as reformas dos mais novos. Moral da história de Alesina e Giavazzi? Se está mesmo interessada nos mais desfavorecidos, a esquerda devia abraçar as reformas liberais. (...) Ler mais, aqui»»»

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Imperdível

por João Távora, em 24.02.14

Filipe Nunes Vicente agora auto-degredado neste bolg de nome impronunciável prossegue os seus irresistíveis comentários, como é exemplo este curto diagnóstico ao estado da Nação social democrata, a propósito do congresso do passado fim-de-semana.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Renato

    Certo, Isabel. Mas peço que compreenda que não me ...

  • IsabelPS

    Sei perfeitamente o que o BE tem feito nesta matér...

  • Renato

    Continuando o meu comentário anterior (tive entret...

  • Renato

    Isabel, sei o essencial sobre o assunto. Aconselho...

  • JSP

    A Prostituição Social Portuguesa, pois claro : sub...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D