Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A lição do Tetra

por João Távora, em 14.05.17

Os não benfiquistas que me perdoem a sobranceria, mas creio existir alguma lição a aprender com a sucessão de quatro campeonatos ganhos pelo Benfica. Contém muito daquilo que rareia em Portugal, nomeadamente na governação ao mais alto nível. Estratégia de longo prazo, liderança, profissionalismo na gestão de topo, estabilidade, perseverança, e sobreposição do todo sobre a parte. A caminhada iniciou-se no início do século, não ontem.

Com frequência durante esta época fui dizendo aos meus amigos sportinguistas que a conquista destes títulos simbolizam mais a distribuição de dividendos resultantes da estratégia adoptada desde há anos e menos o rasgo de génio deste ou daquele. E que não vislumbro nada de substancial no horizonte que possa mudar o rumo dos acontecimentos. A Norte o passado não quer sair de cena, revelando por um lado o clássico problema de sucessão e a excessiva dependência num indivíduo. Do outro lado da Segunda Circular temos dois galos que se digladiam por objectivos de curtíssimo prazo e por palco, revelando quer o xico espertismo que tanto vilipendiamos mas que tanto premiamos, como também alguma incapacidade de trabalhar em conjunto numa óptica de complementaridade onde o defeito de um é ofuscado pela virtude do outro.

Descontando o calor da vitória que pode diminuir o discernimento, creio que o futebol português contém matéria suficiente para retirar algumas boas lições para os portugueses. Haja para isso frieza e pouca clubite.

Sugiro assim aos sportinguistas e portistas que façam bem o seu trabalho de casa. Não só para garantir campeonatos interessantes no futuro, mas também para dar bom exemplo aos nossos governantes. Não faço esta sugestão em jeito de provocação pois não quero atraiçoar o fair play e o objectivo deste texto, que mais não é que perceber de vez que pensar a longo prazo e com cabeça tende a produzir mais resultados.

E já agora sugiro aos benfiquistas que não embandeirem em arco sob pena de ter um dia de escrever um texto que não me apetece.

 

Pedro Bazaliza

Convidado Especial

Autoria e outros dados (tags, etc)




Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Meus caros senhores João Távora e José Manuel Fern...

  • Anónimo

    Estou verdadeiramente estupefacto, sobretudo com o...

  • tá bem deixa

    Que chatice, nunca mais há greves das fidalguias m...

  • henrique pereira dos santos

    1) Nunca um concurso na função pública impediu a c...

  • Anónimo

    Essa empresa vai vender terrenos. Quem o disse foi...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D