Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Salvem o bacalhau

por João Távora, em 11.12.07
Esta manhã, um benemérito ecologista aos microfones da Antena um, aconselhava o desvalido povo nesta quadra festiva a reduzir o consumo de bacalhau, que consta estar em vias de extinção. O educador aconselhava piedosamente os ouvintes a preferi-lo crescido, em detrimento do desbarbado fiel-amigo com toda a sua promissora carreira pela frente (os americanos, imperialistas de tradições infanticidas, comem-nos muito pequeninos em saborosos filetes).
Sensibilizado, questionei-me sobre que obscuro comité, ou socializante célula governamental, a bem da tradição popular e em prejuízo da subsistência do bicho, estará secretamente a subsidiar a distribuição deste bem amado pitéu? Ou que vigorosa entidade será esta que pervertendo a reguladora lei da oferta e da procura, promove o consumo do bacalhau caro em detrimento do outro, em nome de uma terrível ameaça de extinção?

Na imagem: Trufas; o seu exorbitante preço chega a atingir €4.000 o quilo.

Autoria e outros dados (tags, etc)



15 comentários

Sem imagem de perfil

De Virgilio a 12.12.2007 às 15:44

um bacalhau polui menos que uma vaca
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.12.2007 às 23:06

O Minuto Verde, assim se chama o programa da Quercus, é de uma imbecilidade total. Começa nos apresentadores e acaba nos conselhos dados. E o mais grave de tudo isto é que a coisa é paga por todos nós.

Quando é que vamos deixar de pagar para vermos gente feia a dar conselhos de caca?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.12.2007 às 13:54

Caro João Távora:

Também eu ouvi o conselho do ecologista na Antena 1 e também fiquei perplexa com este. Estes ecologistas de meia tijela é que dão cabo da verdadeira ecologia.

Obrigada pelo seu comentário.
Sem imagem de perfil

De Frodo a 11.12.2007 às 13:51

Mão de vaca,unha de vaca.Eis palavras que odeio,acho canibalismo comer mãos e unhas de outros animais,credo!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.12.2007 às 13:42

Um biólogo aconselha a malta a preferir o bacalhau crescido e a malta goza. Tá bem. Isso faz-me lembrar há alguns anos, quando um engenheiro florestal aconselhava a população da minha aldeia natal a limpar as matas, e logo um presente, citadino, claro, começou a gozar com ele. Esta malta julga-se muito esperta.
Sem imagem de perfil

De Virgilio a 11.12.2007 às 13:14

Não sabia que o seu amigo Daniel era americano...
Sem imagem de perfil

De j.c. a 11.12.2007 às 12:58

Se o bacalhau for bom... trufa! Marcha logo!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.12.2007 às 12:06

É a economia, estúpido!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.12.2007 às 11:56

Então mas afinal o desvalido povo é aconselhado nesta quadra festiva a reduzir o consumo de bacalhau ou existe um obscuro comité, ou socializante célula governamental, a bem do apetite do povo e em prejuízo da natureza, secretamente a subsidiar a distribuição deste bem amado pitéu???

Se não estivessemos no Natal, chamava-se a isto analfabetismo funcional.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.12.2007 às 11:52

Carissimo,

Alguma relação com o Post da CFA "Ninguém cheirou o teu bacalhau" ?

Forte abraço,

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Vasco Lobo Xavier

    Agradeço por corroborar o meu ponto. Ainda não aca...

  • Vasco Lobo Xavier

    Informe-se primeiro sobre a realidade que discute....

  • Vasco Lobo Xavier

    Este anónimo deve ser funcionário público, com ord...

  • Anónimo

    Eu acho que o país devia mobilizar-se em protesto ...

  • Anónimo

    Considere-se pessoa de sorte! Só encontra 1 mentir...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D