Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Gostos não se discutem (crónica)

por João Távora, em 11.06.06
Que estranhos que somos: quando simultaneamente desesperamos na afirmação da nossa “diferença”, como nos gostamos de saber iguais aos outros, estar na “mesma onda”.

Nestas alturas, quando decorrem fenómenos de massas e de grande mediatização, como o Mundial de Futebol, levanta-se um coro de lamentos e vitupérios contra o “ruído” reinante. Os “diferentes” insurgem-se revoltados contra o desporto-rei. Um amargo desprezo vem ao de cima, inconformado, nas mais díspares e exóticas personalidades: “Eu não gosto de futebol”, afirmam arrogantemente. “Eu declaro solenemente que não vou colocar uma bandeira portuguesa na minha janela”, li algures na blogosfera. Ouvem-se os mais desconcertantes comentários, do tipo: “O meu Jorginho, graças a Deus, só gosta de râguebi”; ou “Em Junho vou emigrar para as Ilhas Selvagens, com a minha colecção de DVD' s do John Ford.”

Às tantas, sinto-me um autêntico troglodita (culpado!) por me deixar envolver com este fabuloso espectáculo que por certo vai ser o Campeonato do Mundo de Futebol FIFA 2006. É que eu vou mesmo ver os jogos que puder… Não tenho perdão!

Mesmo que no meu curriculum esteja a leitura de romances de Clarice Lispector; ser fã de João Sebastião Bach e Hemingway. E se eu disser que gosto de Dee Dee Bridgewater e Jacques Brel? Terei perdão?

Mas confesso que (ainda) não passei do 1º volume de Em Busca do Tempo Perdido. E no meio disto, se eu assumir que sou católico praticante… o rótulo é mais que certo: Serei apelidado de “miserável e vulgar alienado troglodita” que para mais não põe o miúdo no râguebi.

Mas o que eu gosto mesmo é de ir com o Francisco (o miúdo, meu cúmplice e lagarto) à bola. Um bom fim-de-semana sê-lo-á por certo se formos os dois a Alvalade ver o Sporting ganhar, fazer a “hola mexicana” e saltar, saltar, pois que – vergonha das vergonhas - “… quem não salta é lampião”. E depois chegamos roucos a casa, felizes e cansados. E ter umas bocas para “amandar” à segunda-feira no trabalho ou na escola… Enfim, arrisco os meus estados emocionais por esta causa vã, a minha tribo da bola.

Afinal eu sou um vulgar cidadão, que não consegue ouvir Jorge Peixinho e gosta das coisas “por gosto”… Que gosta de ouvir um fado pelos irmãos Leitão, que se entusiasma com os musicais do Andrew Lloyd Webber. E que se comove a ouvir Nowhere Man dos Beatles; ou o Concerto nº 2 para Piano e Orquestra de Rachmaninov - Não sei se sabem que é considerado "do mais vulgar" no meio da "nata" melómana gostar deste concerto? Assim, sem desculpas tipo “foi o primeiro que ouvi… ainda na minha tenra idade…” - Pois eu gosto mesmo do Nº 2 de Rachmaninov, sem mais.

Mas que inferno de vida têm afinal os “diferentes”, que têm de gostar de pinturas esquisitas, (em zinco e terracota sobre tela e fita magnética) … Coitados dos que gostam “do que têm de gostar”. Daqueles que sobem aos píncaros com o Concerto para Elevador e Matraca de Gunter Kaegi. O seu silencioso sofrimento…

Finalmente lamento aqueles que hoje estão nas Ilhas Desertas a reverem os seus DVDs de John Ford e não vão ver o jogo Portugal vs. Angola, como eu, com os miúdos mais à minha Maria resguardando-se das emoções a fazer “ponto cruz”.

Mas antes disso temos é que pôr a bandeira portuguesa na janela, como os nossos vizinhos que também compraram o Expresso de ontem.

Autoria e outros dados (tags, etc)



6 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.06.2006 às 19:07

Ver futebol e ouvir música clássica ao mesmo tempo não costuma dar bom resultado. Veja-se o que aconteceu ao Artur Jorge...
Sem imagem de perfil

De Carlos Leitão a 12.06.2006 às 17:58

Caro João,
Ontem, ao fim da noite, na ressaca do sofrimento e lutando para acabar com a rouquidão que a enervante Angola me provocou, assisti calmamente aos lances capitais das várias partidas do dia. A beleza dos golos, dos movimentos, do completo êxtase do público, das cores, dos sonhos, enfim tudo o que se repete e repete e repete em cada competição do género continua, na verdade, a entusiasmar-me e, muitas vezes, a inspirar-me...
Ontem foi assim. Com uma diferença. Ontem, ao mesmo tempo que contemplava a inquestionável (para mim!) beleza do Futebol, a minha aparelhagem entoava um gritante Requiem de Mozart, e a verdade é que o resultado foi, numa palavra, avassaldor!
A principal curiosidade deu-se quando no preciso momento em que o remate de Pauleta era emitido mais uma vez, o coro elevou o Requiem a um patamar supremo, "rebentando" num misto de alegria e rejubilo... Foi, no mínimo, impressionante o arrepio que tal casamento me provocou...

Moral da História: Até Mozart gosta de futebol... e de Portugal, logo, deixem-se de moralismos baratos e usufruam do Maior Espectáculo do Mundo... por muito que vos custe.

Grande Abraço, João.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.06.2006 às 22:29

Gostos discutem-se.
Sem imagem de perfil

De Cãocompulgas a 11.06.2006 às 17:35

Eu leio!

E concordo plenamente com o seu texto!

Tanta diferença mas tão igual à do resto dos outros diferentes :))))

Não pus a bandeira em lado nenhum.

Mas, a bandeira está sempre comigo - sou Portuguesa todos os dias. Não só pelo futebol, mas por tudo o que é ser Português e é muito.

Vou ver o jogo. Vou berrar nos golos, vou roer as unhas de emoção vou vibrar com a vitória e vou emocionar-me. E vou gostar de ouvir o hino. Só quem nunca o ouviu fora do país não entende a emoção que é.

Depois, se calhar, pela noite fora vou acabar de reler o Cândido de Voltaire que comecei há bocado. E entender que bom mesmo é estar-me nas tintas para os que no segredo das suas mediocridadezinhas nos vão invejar a nossa alegria de viver.

Bom jogo!
Sem imagem de perfil

De ccc a 11.06.2006 às 16:08

Eu li e gostei muito.
Sabe do que eu gosto mesmo? Ver um bom jogo de futebol, de preferência com Portugal a sair vitorioso, suster a respiração, chamar nomes ao árbitro, sofrer e gritar de alegria .... e depois de tudo passar, colocar um CD da Maria João Pires a rodar e relaxar com a magia dos seus dedos ao piano!
Sem imagem de perfil

De justin a 11.06.2006 às 15:22

Desculpe, os gostos discutem-se, as opções é que não.
E a sua falta de gosto aterroriza-me.

O que vale é que ninguém o lê...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Tiro ao Alvo

    Inteiramente de acordo, Henrique. Mais, penso que ...

  • Aventino

    Que pobre e miserável é o vosso povo.Aventino, ex-...

  • Anónimo

    A mim o que espanta é pessoas adultas terem passad...

  • O SÁTIRO

    depende meu caro...depende do plano de ação anual....

  • O SÁTIRO

    li, já não sei onde, que vieira da silva aprovou a...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D