Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Natal é quando um homem puder

por Corta-fitas, em 22.12.07

Por entre destroços de gente já desaparecida, incapacitada pela doença ou separada, há cada vez mais pessoas à minha volta a resmungar entre dentes: "Detesto o Natal!"

Autoria e outros dados (tags, etc)



7 comentários

Sem imagem de perfil

De ergela a 24.12.2007 às 11:23

Caro João essa é de facto uma verdade que doí, mas temos que ver as coisas numa óptica positiva(eu sei,quem fala assim é porque quem tem a barriga cheia de todo), na minha vida já comi o pão que o diabo amassou como se costuma dizer,e não é por isso, que não festejo o Natal(só esta data me diz aluma coisa no calendário das comemorações festivas quanto mais não seja pelas recordações que tenho da infância)se não assim for, acho que não tem sentido a vida.

Um abraço forte.
Sem imagem de perfil

De teresa ribeiro a 23.12.2007 às 14:40

Um bom Natal também para si, João Severino
Sem imagem de perfil

De Carlos Alberto Videira a 22.12.2007 às 21:31

é claro que há gente que detesta o natal

há dois meses que estamos fartos da publicidade. parece o entrudo do consumismo

e pior que tudo. o natal sempre foi a festa da familia dos ente queridos.

e cada vez tamos mais afastados das pessoas

é natural.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.12.2007 às 15:52

E nunca sabemos, se também estamos na lista de espera. Isto é uma quadra lixada para muita gente.

Mas....enquanto estivermos rodeados, ENJOY......!!

JA
Sem imagem de perfil

De joão severino a 22.12.2007 às 15:42

A Teresa tocou num dos aspectos mais pertinentes do calendário vivencional. Natal porquê? Para quê? Para quem? Para os católicos irem à missa do Galo e cumprirem a tradição religiosa em família, muito bem e acertado. De resto só serve para que o subsídio de Natal seja gasto em prendas inúteis para que não se fique mal na foto da sociedade que nos rodeia. Para se viajar uns dias para a neve da Estrela ou outra montanha no estrangeiro, para o Algarve ou para a Tailândia (os abonados). Para ir até à santa terrinha comer umas filhozes e umas rabanadas e cear bacalhau com todos... os familiares que apareçam, correndo o risco de ficar pelo caminho num acidente de viação. Para chorar muito pelo que aconteceu em outros Natais e que nunca mais se repetirá. Morreu um filho, um pai, uma avó, um neto. Ou um divórcio que já quebrou o elo natalício. Ou o filho que desapareceu depois de se viciar em estupefacientes. Ou ainda uma emigração que já deixou os entes queridos a muita distância.
O Natal é triste para todos os que têm de ficar em casa. Em casa com quem? Até os vizinhos sairam com a carrinha a abarrotar para o monte no Alentejo, para a casinha de Almograve, para o casarão de Alpedrinha, para o palacete de Chaves ou para a casa de praia em Albufeira. O Natal é bom, muito bom, para o senhor Belmiro de Azevedo que tem tudo exposto para que o Pai Natal deixa a loja vazia...
Bom Natal, Teresa.
Sem imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 22.12.2007 às 12:08

É muito compreensível que assim seja, pois que é nesta época que as pessoas sós ou doentes mais sentem, e vêem, à sua volta a alegria festiva dos outros, evidenciando ainda mais a tristeza de todos os dias.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.12.2007 às 11:21

É mesmo!

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • José Mendonça da Cruz

    Ao menos aprenda a ler. Está lá escrito «Caixa», n...

  • Anónimo

    Para além das mortes, a maior destruição está nas ...

  • Anónimo

    Governo !!?? foi o Ministro do Governo PSD/CDS que...

  • loisas

    Acreditam que dar donativos ... assim... pelo mult...

  • Anónimo

    as elites!!!??? nadinha...destruíram o mundo rural...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D