Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sildávia e Bordúria

por Corta-fitas, em 10.10.06
Que é feito da Sildávia e da Bordúria, perguntarão os leitores do Corta-Fitas, que costumam estar tão interessados em assuntos internacionais.
Recapitulemos: a Sildávia, reino centro-europeu de onde foi enviado o primeiro voo tripulado até à Lua, é hoje uma próspera república e futuro membro da União Europeia. O rei Ottokar IV foi deposto num golpe militar que (diz-se) teve influência bordura, mas a democracia regressou depressa, o que permitiu negociações frutuosas com Bruxelas e um rápido processo de adesão comunitária. A Sildávia é uma democracia parlamentar com taxas de crescimento económico a rondar os 6%. O seu rendimento per capita ultrapassou recentemente o português. Klow, a capital, tem meio milhão de habitantes e forte sector turístico, baseado na rica gastronomia. Tem atraído deslocalizações industriais do Vale do Ave.
Durante anos de isolamento, a Bordúria viveu um largo período da ditadura de Plekszy-Gladz e só recentemente alcançou a democracia, na chamada revolução azul-da-prússia. A sua selecção nacional quase conseguiu o apuramento para o mundial de futebol, tendo sido eliminada no play-off pela equipa sul-americana de San Theodoros.
Ao contrário do que se temia, Sildávia e Bordúria nunca chegaram a entrar em guerra uma com a outra.
Bem, isto é o pouco que sei sobre o assunto. Será que os leitores têm mais informações?

Autoria e outros dados (tags, etc)



14 comentários

Sem imagem de perfil

De Leonardo a 16.01.2007 às 02:44

Fui para a europa nas férias de dezembro em 2006. voltei ao Brasil no dia 12 de janeiro de 2007. Visitei a Alemanha, fui as cidades de Berlim e Fussën. Depois, Fui para a Hungria, pois minha irmã queria conhecer Budapeste. Aproveitei que estava por lá, nos Balcãs e dei uma passadinha em Klow.
O Castelo Kropow é realmente lindo.
Uma pequena mudança foi feita na segurança do Castelo: A sala do cetro está aberta a visitantes; pagando 350 Khôrs, é claro, mas valeu a pena. O cetro é lindo, tem cerca de 1 metro de comprimento, todo feito em ouro, com pedras preciosas e o tradicional pelicano, ave símbolo da syldávia, na parte de cima. Definitivamente é a coisa mais linda que ja vi em toda a minha vida.
E so para confirmar, o rei da Syldavia ainda é Muskar XII, agora com 68 anos. Seu filho, príncipe Muskar XIII será seu sucessor. Muskar XII já tem um neto: Príncipe Ottokar V, mas ainda não é rei, afinal só tem 2 anos de idade. comprei lá um livro sobre a história da Syldávia lá em Klow, traduzido para o Inglês.
Se puderem vão para a Syldávia, é um pais lindo e cheio de histórias.
Sem imagem de perfil

De Menino da Lágrima a 17.10.2006 às 22:19

Budva e Kotor. Duas cidades da Sildávia que eu recomendo. Estive lá no fim de semana passado.
Sem imagem de perfil

De João Pedro a 11.10.2006 às 01:54

Há aí um erro: o actual rei sildavo é Ottokar V, neto do bem-amado Muskar XII. Quanto a Klow,só a conheço dos prospectos turísticos, mas já não tem aquele simpático aspecto de capital provinciana. Parece que os vendedores ambulantes de sumos desapareceram em definitivo, e os prédios em betão são de tal forma que abafaram os típicos minaretes da cidade. Mas a água mineral continua a ser de grande qualidade.
A Bordúria deve estar ainda pior, mas ao menos os indígenas já sabem aparar o bigode como deve ser.
Sem imagem de perfil

De luisnaves a 10.10.2006 às 15:40

Peço desculpa pelos óbvios erros no post, meus senhores.
Sem imagem de perfil

De João Villalobos a 10.10.2006 às 14:57

Cartas inéditas de Ottokar IV foram agora descobertas e publicadas por Otto Portnik pelas Edições Pelikan.
A relação secreta de Ottokar com uma cortesã Borduriana tem agitado os mentideros sildavos. Um escândalo, é o que é.
Sem imagem de perfil

De Luís Aguiar Santos a 10.10.2006 às 14:33

Mais uma correcção: Ottokar IV é um rei do passado, um dos grandes monarcas da história da Sildávia. O rei actual, como disse, é Muskar XII.
Sem imagem de perfil

De Luís Aguiar Santos a 10.10.2006 às 14:30

Peço imensa desculpa, mas é impossível a monarquia sildava ter sido derrubada. Deve haver alguma confusão. Vim de Klow na semana passada, onde assisti aos festejos do dia nacional sildavo (São Vladimir) e vi com estes que a terra há-de comer o cortejo de Muskar XII, com o ceptro, do castelo Kropow até ao centro de Klow. No Arte vai passar o espectáculo que houve essa noite no Kursaal, com a presença de S.M.
Sem imagem de perfil

De Jose Mexia a 10.10.2006 às 12:24

Estive de férias na Sildávia no mês passado e não fiquei com muito boa impressão do país. Apesar de se notar em Klow uma certa dinâmica (os fundos estruturais, bem aplicados, fazem maravilhas) o interior é muito pobre e extremamente poluído.
Realmente a gastronomia é excelente, mas é difícil encontrar um restaurante com bom gosto, os hotéis são todos horríveis e a limpeza não é um atributo deste país.
A habitação é cada vez mais desordenada, os arredores de Klow são inacreditáveis com os seus 300.000 habitantes a viverem em torres umas em cima das outras.
Não consegui ir à Bordúria porque os guardas fronteiriços assim como toda a administração pública, estavam em greve.
Sem imagem de perfil

De FAL a 10.10.2006 às 11:46

Também eu fui leitor compulsivo do Tintin. Post genial.
Sem imagem de perfil

De luisnaves a 10.10.2006 às 11:22

podia ser a divisa deste blogue

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Meus caros senhores João Távora e José Manuel Fern...

  • Anónimo

    Estou verdadeiramente estupefacto, sobretudo com o...

  • tá bem deixa

    Que chatice, nunca mais há greves das fidalguias m...

  • henrique pereira dos santos

    1) Nunca um concurso na função pública impediu a c...

  • Anónimo

    Essa empresa vai vender terrenos. Quem o disse foi...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D