Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pergunta de retórica

por Maria Teixeira Alves, em 02.02.13

Mas afinal o que é que as pessoas querem dizer com o país não aguenta mais austeridade? Quer dizer o quê? Que se tiver que haver mais austeridade (quando o PS voltar ao governo provavelmente) o país implode?

Autoria e outros dados (tags, etc)



10 comentários

Sem imagem de perfil

De jcd a 02.02.2013 às 07:35

Uma resposta nada retórica: que as pessoas que fazem o país, os que fazem mexer a sua economia, os que pagam impostos, deixam de pagar a prestação da casa, ou tiram os filhos do colégio, ou vão menos vezes ao supermercado onde já quase deixaram de comprar carne e peixe, ou vendem - sempre a mau preço, claro - carros e outras coisas que têm, ou deixam de ir aos médicos e dentistas habituais, ou deixam os filhos andar com os sapatos com as solas a rebentar, deixam de ir ao cabeleireiro, ao cinema, deixam de pôr os filhos nos campos de férias ou nas actividades extra-curriculares, vêem os seus bens penhorados.


Férias e viagens, bem como idas ao restaurante são já memórias do passado, e discussões em casa por causa dos "ajustes", "reformas" e "refundações" que a nova situação financeira da família obriga, acontecem com mais frequência aumentando o mau estar de cada um e a tensão constante em que se vive.


Mas não digo nada que, num ou noutro grau e com maior ou menor proximidade, não conheçamos todos, não é?
Joana
Imagem de perfil

De aespumadosdias a 02.02.2013 às 07:42

Viste a notícia de que em França também se fizeram cortes na função pública mas não nos sectores da educação e saúde? Por acaso lá quem governa são os socialistas e antes quem estava no poder era a direita.

 
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 02.02.2013 às 12:05


Sabes quanto é o défice Francês? 3% do PIB em 2013... sabes qual é a dívida pública (cada vez pior, os juros do Holland estão a disparar)? Ainda assim está nos 91% do PIB, menos do que Portugal tinha quando o teu Sócrates foi corrido. Sabes qual é o PIB de França? Os cortes que a França tem de fazer não se comparam aos portugueses.
Sabes qual foi a primeira medida que o Holande tomou? o casamento gay....
Fica lá tu com os socialistas e deixa o país ficar com as pessoas sérias... já chega de Sócrates.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.02.2013 às 12:56

Maria, em nome do imenso respeito intelectual que tenho por si, causa-me alguma confusão uma frase como "Fica lá tu com os socialistas e deixa o país ficar com as pessoas sérias".
A generalização é a mãe de todos os fanatismos.

Acredito que tenha sido um exagero momentaneo no âmbito de uma resposta. Lamento se não concordar, mas é que a seriedade não se mede apenas a partir das opções ideológicas de ninguém.
Sem imagem de perfil

De Balhelhas economista vesgo a 02.02.2013 às 10:29

Se vivesssemos num país onde as pessoas contassem os ulrich´s não medrariam!
Nem as xonet dona MTA!

Não tenho dúvidas que será preciso uma revolução... e possívelmente o seu tempo não estará assim tão distante!

 
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 02.02.2013 às 12:15


Se as pessoas contassem só mandariam os Ulrich e as Jonet deste mundo. É precisamente o oposto. Revolução? Não se fazem revoluções para o país ficar pior. Se os portugueses fossem inteligentes veriam que a revolução já se está a fazer e depois da austeridade virá a bonança.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 02.02.2013 às 14:56

Qual é o mérito do Ulrich? O banco dele investe nas porcarias que quer, compra lixo, e se der para o torto, o BCE, etc, e todos nós,cobrem os prejuízos. Limpinho, garantido. Realmente, é preciso ser um grande "génio discreto"para estar no lugar dele... até para ser merceeiro se arrisca muito mais.
Sem imagem de perfil

De Balhelhas economista vesgo a 02.02.2013 às 18:02

Sim um mundo perfeito... os ulricos, os salgados esquecidos, as xonet e outros e depois os pobrezinhos e os sem-abrigo. Que felicidade poderem dar esmola todos os dias... assim sim, um mundo onde as pessoas contariam, os outros serviriam para se sentirem tão úteis e felizes... e ter alguma coisa séria para fazer! Afinal ter o seu pobrezinho e o seu sem-abrigo é coisa séria. Pessoas caridosas estas...
Onde é que eu já vi e vivi isto?! Nos anos 50 e 60 do século passado. Pois!
Esqueci-me do senhor prior, o senhor prior e o regedor também (o doutor relvas está a tratar desta parte)... Fátima, fado e futebol já temos! Ui, que felicidade.
Sem imagem de perfil

De Monti a 02.02.2013 às 18:19

É verdade
«As revoluções, quem quer que sejam os seus autores, não mudaram nada. Conduzem aos mesmos abismos. A dificuldade é mudar o homem (192)</a>

 Dominique de Roux (1977, Paris)

Sobre nós (PREC74-75) "O quinto Império"

"Revolução", poderia ter sido fazer quase o contrário do que fez a Centrão PS+PSD/CDS, com a assistência do PCP/BE.

Com a cereja de cima do regime: JoséS.

Sem imagem de perfil

De Lura do Grilo a 02.02.2013 às 21:29

Se aguentámos as barbaridades do PREC e os seus executantes então aguentamos muito mais.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • henrique pereira dos santos

    Um dia encontrei o teu irmão João por acaso, mas a...

  • Anónimo

    "Ala" irresponsável do PS?*"O primeiro erro é semp...

  • jo

    " passam a ter o mesmo grau de credibilidade que d...

  • Ze lima

    Grande Henrique!(de um amigo da primária)

  • antonio

    Devem ir à missa, e se quiserem convertem-se


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D