Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Freitas - uma derrota alegre (retrospectivamente)

por José Mendonça da Cruz, em 25.01.13

A derrota de Freitas do Amaral perante Mário Soares nas presidenciais de 1986 senti-a como uma derrota política terrível, uma desilusão profunda, uma angústia quase do tamanho de um desgosto de amor. Mas era novo e enganava-me. Tive sorte: mais do que uma desgraça «qu`on n`oublie pas ... on s`habitue», como ameaçava Brel sombriamente, aquela foi uma derrota que hoje me conforta e alegra. Sinto-me alegre e confortado com a antiga derrota de Freitas a cada entrevista de Freitas, a cada sua declaração, a cada tomada de posição, a cada cargo ou escolha política de Freitas do Amaral. Ainda bem que perdeu. Ainda bem que me enganei.

E recordo, agora em paz, que a derrota de Freitas foi muito mais erro de Freitas do que mérito de Soares. Foi Freitas que trouxe para o seu círculo soaristas da primeira e última hora (até para a sua comissão de honra), e foi Freitas que concordou com eles em não apostar tudo na primeira volta (que teria ganho) e em guardar-se para a segunda volta (que lhe foi fatal). E foi Freitas que andou distraído enquanto os soaristas e os seus aliados na comunicação preparavam milimetricamente o terreno, promovendo Maria de Lurdes Pintassilgo para retirar votos a Zenha, lançando sobre Zenha o odioso de traidor, propondo o sapo a Cunhal, dando a Freitas a ilusão de um caminho sem sobressalto para a eleição. Erros dele, má fortuna minha. Mas, depois, ainda bem que perdeu. 

Autoria e outros dados (tags, etc)



3 comentários

Imagem de perfil

De malcomparado a 25.01.2013 às 10:26


Freitas, depois dessa derrota, foi-se prostituindo politicamente tendo sido o clímax o deitar-se na cama do governo sócrates. E todos sabemos que poucas coisas há piores que uma rameira ressabiada...
Sem imagem de perfil

De murphy a 25.01.2013 às 19:53


Para aqueles que viram como negativa esta ida aos mercados, só me ocorre uma questão: Por onde andava esta gente (aparentemente) tão adversa ao endividamento público, entre 2005 e 2010!?...

http://jornalismoassim.blogspot.pt/2013/01/dos-festejos-ao-ressabiamento-agridoce.html (http://jornalismoassim.blogspot.pt/2013/01/dos-festejos-ao-ressabiamento-agridoce.html)

Sem imagem de perfil

De Flic Flac a 26.01.2013 às 00:01


Uma solução para Portugal chamava-se o livro da campanha e que ainda consta na minha livraria autografado pelo homem na Almedina de Coimbra. Da ilusão curei-me depressa: os meus instintos monárquicos resolveram o problema.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • henrique pereira dos santos

    Um dia encontrei o teu irmão João por acaso, mas a...

  • Anónimo

    "Ala" irresponsável do PS?*"O primeiro erro é semp...

  • jo

    " passam a ter o mesmo grau de credibilidade que d...

  • Ze lima

    Grande Henrique!(de um amigo da primária)

  • antonio

    Devem ir à missa, e se quiserem convertem-se


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D