Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os mal-amados

por João Távora, em 13.01.13

 

Estes dias difíceis da crise, de incerteza e aflição que atravessamos, têm o condão de evidenciar desmesuradamente o pior das pessoas, depois ampliado nas redes sociais e nos blogues. Muitas vezes instigadas por figuras públicas com agenda política mas sem tento na língua, assim acende-se o rastilho com que explodem e se multiplicam autênticas matilhas sectárias e persecutórias na internet, a brandir o insulto mais rasteiro e xenófobo. É assim que com motivações diversas e despoletadas por insuspeitos epifenómenos, incendeiam-se os mais inopinados ódios: por causa de uma inadvertida opinião, um tom de voz afectado, uma frase infeliz ou simplesmente descontextualizada da sua fundamentação. Este prodígio de constante catarse expele bílis por todo o lado, menos onde se justificaria que é num divã do psiquiatra.
É esta a minha perspectiva sobre o chinfrim que estalou recentemente à volta da conversa duma tal Pepa Xavier e de uma marca de telemóvel. Ou sobre os tumultos verbais a propósito de Isabel Jonet e agora a verborreia imunda por causa da gravidez da ministra Assunção Cristas. Tudo serve para que as redes sociais se transformem numa imensa casa de banho pública.
Resta-me a convicção de que a opinião pública é bastante diversa da opinião publicada. E que a alma do povo português está longe de se reflectir nos blogues e nas redes sociais. De qualquer maneira é demasiada essa gente que, a espumar rancor, ao som de “Imagine” se entretém a rufar os tambores de guerra sob qualquer estímulo ou pretexto. E se o objectivo é aborrecer, desmoralizar, às vezes até conseguem.

Autoria e outros dados (tags, etc)



3 comentários

Imagem de perfil

De monge silésio a 13.01.2013 às 23:24


1.Subscrevo. Em lugar de cafés de outrora, há os Facebúques e blogues. A diferença é zero, só que agora todo o bazaroco acha-se no direito de "dizer coisinha" de forma "autorizada" (pois a visibilidade superiorizou a consistência de discurso), quando antes podia ser proibido que se sentasse à mesa.
2. Meu caro, a inveja, a preguiça e a vigarice dizem mais do que os discursos de dias de festa.
3. Tudo espuma para o debate sério, escorreito, esclarecedor que devia haver. Preferem discutir os Marcelos, as piadinhas ao Gaspar, o disse do governante x ou do tiranete local y...enfim.
Imagem de perfil

De FNV a 14.01.2013 às 12:55

sobre a ministra? aonde???

abraço
Imagem de perfil

De FNV a 14.01.2013 às 14:49


já vi, já vi ( e até escrevi)

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • henrique pereira dos santos

    Um dia encontrei o teu irmão João por acaso, mas a...

  • Anónimo

    "Ala" irresponsável do PS?*"O primeiro erro é semp...

  • jo

    " passam a ter o mesmo grau de credibilidade que d...

  • Ze lima

    Grande Henrique!(de um amigo da primária)

  • antonio

    Devem ir à missa, e se quiserem convertem-se


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D