Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Com papas e bolos se enganam os tolos

por Maria Teixeira Alves, em 26.12.12

"A ONU apresentou ao Governo e a várias autoridades uma proposta de renegociação da dívida total pública e privada e da condições do resgate da troika". 

"Dirigimos programas onde este paradigma do ajustamento já foi aplicado com resultados muito graves e onde foi preciso depois injectar capitais das Nações Unidas". 

"O que propomos é separar claramente a dívida que resulta da má gestão política dos governos locais da que é da responsabilidade das autoridades europeias"

"Falámos com todos os órgãos de soberania (...) alguns disseram que assinariam por baixo e delegariam na ONU a negociação [da dívida com a troika]"

"Não é normal que um país com o nível de endividamento e o desvio no défice orçamental que Portugal já tinha, e no meio de uma crise de dívida que o país vivia, o governador do Banco de Portugal tenha sido eleito vice-presidente do BCE"

Expresso 22 de Dezembro.

 

Como é que é possível que tenham engolido esta?

 

Bastava ler estas linhas para ver que se tratava de um autodidacta. Jamais um representante da ONU se atreveria a criticar a carreira profissional de Vítor Constâncio, por exemplo, isto é obviamente um tema típico de conversa de café. Também é óbvio que pedir para renegociar a dívida total pública e privada só pode ser opinião de um leigo. E por aí fora.  Não admira que alguns jornalistas (muitos também autodidactas) se tenham revisto nesta opinião generalista e de senso comum que este Artur Baptista da Silva expressou. 

 

É caricato olhar para esta crónica, mas ainda é mais caricato que Nicolau Santos, depois de elogiar a opinião se desminta a si próprio pedindo desculpa aos leitores por a ter emitido.

Autoria e outros dados (tags, etc)



7 comentários

Sem imagem de perfil

De Hugo a 26.12.2012 às 04:25

Tendo em conta as recentes cronicas do Nicolau, não me espanta nada o sucedido.
Basta lembrar a história das bolachas


Sem imagem de perfil

De O colega do Goncalo a 26.12.2012 às 09:14

Bom dia,


Caricato ? Mas a Senhora não conhece o ambiente da maioria das redacções nem a competência e a ética da maioria dos redactores/jornalistas ?


Espero que tenha tido um excelente Natal e sinceros desejos de um Feliz Ano Novo. O possível pelo menos.


Melhores cumprimentos,
Sem imagem de perfil

De O Falso Rei das Pampas a 26.12.2012 às 09:46

O Nicolau meteu a pata na poça e os defensores do Licenciado Relvas andam todos muito satisfeitos.
Sem imagem de perfil

De Luis Moreira a 26.12.2012 às 11:13

Estive com o Artur numa sessão pública. O que disse é o que dizem todos os que estão contra o governo, com a garantia ONU :http://bandalargablogue.blogspot.pt/2012/12/o-nicolau-santos-ja-tinha-embarcado-na.html
Imagem de perfil

De João Távora a 26.12.2012 às 12:15

Começa assim o artigo de Nicolau Santos no Expresso do último Sábado (22.12.12)

 

Artur Baptista da Silva é um ilustre desconhecido para a maioria dos portugueses. Mas não devia ser um ilustre desconhecido para o Governo. Em primeiro lugar, porque coordena a equipa de sete economistas que o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, decidiu criar para estudar o risco geopolítico e social na Europa do Sul como resultado dos programas de ajustamento. E em segundo, porque é ele que ficará encarregado do Observatório Económico e Social das Nações Unidas para a Europa do Sul, a instalar em Portugal a partir de 2013.

 

n'O Insurgente.

Sem imagem de perfil

De carneiro a 26.12.2012 às 12:46


"coordena uma equipa de sete economistas". Uma Branca de Neve, portanto.
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 26.12.2012 às 16:57

A verdade é que o Expresso foi enganado por este senhor porque este estava a criticar o Governo, se estivesse a dizer bem do governo ia logo ser considerado um charlatão, ainda que não fosse.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Mais grave do que isso foi a RTP ter começado o no...

  • Renato

    Saiu no Politico, que não é exactamente conhecido ...

  • Filos

    Aceitar sim as verdadeiras vítimas os verdadeiros ...

  • Filos

    Independentemente de ter nascido ou crescido no Oc...

  • Filos

    Aceitar sim as verdadeiras vítimas os verdadeiros ...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D