Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




É de pôr as mãos na cabeça

por Maria Teixeira Alves, em 17.12.12

 

Como é que pessoas inteligentes se prestam a comentários tão ignorantes. De tudo o que Pedro Mexia, Ricardo Araújo Pereira, João Miguel Tavares disseram sobre a privatização da TAP e da ANA só têm razão numa coisa, NÃO PERCEBEM NADA DE ECONOMIA. 

Só para esclarecer um bocadinho, o valor de uma empresa pode ser calculado pelo equity value (sem dívida), ou pelo entreprise value (com dívida).

Valor do Empreendimento (entreprise value)
Definição – Refere-se ao montante de dinheiro necessário para adquirir uma empresa e reduzir todas suas dívidas.

Fórmula – Valor do Empreendimento = Capitalização Dívida – Caixa e Equivalentes.

A TAP se não for vendida vai à falência. Nem é só a dívida, é que a TAP tem capitais próprios negativos de meio milhão, para além de ter de renovar a frota de aviões de longo curso, o que exige biliões nos próximos anos. Para o Estado é um negócio desastroso ficar com a TAP. 

Este país é esta desgraça que se conhece, porque as pessoas são fúteis porque são preguiçosas, não estudam a fundo os temas que se atrevem a debater na televisão, e julgam que basta dizer antes "não percebo nada de economia", para que tudo o que é dito a partir do "mas", seja legítimo.

 Ao ouvi-los falar no programa Governo Sombra, só me lembrei de uma frase do filme de Truffaut, Amor em Fuga", "se não és bom vais para crítico".

Autoria e outros dados (tags, etc)



12 comentários

Sem imagem de perfil

De O colega do Goncalo a 17.12.2012 às 08:14



Estimada Senhora,


"Este país é esta desgraça que se conhece, porque as pessoas são fúteis porque são preguiçosas, não estudam a fundo os temas que se atrevem a debater na televisão, e julgam que basta dizer antes "não percebo nada de economia", para que tudo o que é dito a partir do "mas", seja legítimo.

 Ao ouvi-los falar no programa Governo Sombra, só me lembrei de uma frase do filme de Truffaut, Amor em Fuga", "se não és bom vais para crítico"."


E - sinceramente - isso é novidade para si ? 


Temos muita pena, mas foi o Pais que fizemos.


Gostava de acreditar que este - mau - momento acordasse os nossos compatriotas. Infelizmente não estou muito optimista e os sinais - tais com os que aponta - não são animadores.


Adiante, adiante.
(A frase mais usada pelo Duarte Pacheco)
Sem imagem de perfil

De Pois a 17.12.2012 às 09:39

E claro que o goodwill fica absolutamente fora de tudo isso.
Sem imagem de perfil

De Antonio a 17.12.2012 às 09:55


Ou como dizia o Luís Miguel Dominguin :
Os críticos são como os eunucos. Sabem como se faz, Vêm fazer, mas nunca o fizeram
Sem imagem de perfil

De Ohhh!!! a 17.12.2012 às 10:21


"José Miguel Tavares (tem sempre razão)"

Quem isto esceveu, e designadamente "José", não fui eu...
Sem imagem de perfil

De Quem não se enxerga... a 17.12.2012 às 10:30

Mas olhe que qualquer um deles, em matérias que não sejam economia, dão milhares de milhas de avanço a certas jornalistas de economia.

E terem confessado que não percebem nada desse assunto parece-me honesto e de bom-senso. Como parece do mais elementar bom-senso uma coisa afirmada por JMT, coisa essa que não exige grandes conhecimentos de economia: se há uma série de interessados na ANA e na TAP há apenas aquele, por algum motivo será.
Sem imagem de perfil

De Atento a 17.12.2012 às 17:06

A crítica constante do post aplica-se à autora do mesmo como uma luva. Veja-se a opinião de alguém insuspeito, que sabe e reflecte sobre temas tão complexos.  

http://theportugueseeconomy.blogspot.pt/2012/12/german-efromovichs-offer-for-tap.html
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 17.12.2012 às 23:59

Desde logo baseia-se nos números divulgados pelo Jornal de Negócios, que não estão certos.... 
Depois o raciocínio está todo ele errado. Sorry
Sem imagem de perfil

De Atento a 18.12.2012 às 17:53

Errado porque...?
Sem imagem de perfil

De Jorge Ventura a 17.12.2012 às 21:25

Acho que ninguém espera nem exige  grandes revelações , exactidão ,  argumentos ou opiniões sérias  sobre Economia de um comediante , um critico literário e ou outros que não sei quem são .Nunca ouvi mas em princípio o  pessoal ouve aquilo é para se rir , e eles podem perfeitamente dizer "eh pá eu não percebo nada de medicina , mas parece-me que"...qualquer coisa  , desde que tenham piada. Pior são os que são pagos e apresentados e falam como especialistas , e que dão vontade de rir sem querer.
Sem imagem de perfil

De Krasnodemskyi a 18.12.2012 às 00:27

São milhares de milhões, não biliões. Já agora, EV = Fully diluted equity value + net debt + minorities - associates + Pension deficit + debt like obligations (a Wikipédia não é perfeita). O equity value contem o goodwill. A TAP há muito que deveria ter sido vendida ou fechado as portas. Há alternativas viáveis e mais económicas a esta companhia para cada destino na rede. Vide o que de passou com a Malev. O facto de haver apenas um comprador atesta a pouca atractividade da empresa.
A ANA é um activo fantástico mas o custo da dívida soberana portuguesa (referencia para dívida de LP da ANA) tem um impacto enorme na avaliação que qualquer comprador possa fazer.
Sem imagem de perfil

De Krasnodemskyi a 18.12.2012 às 01:03

Caro Atento, o autor do post que refere percebe tanto de aviação como eu de caça ao gambuzinos. Não é que o homem nem sequer sabe que a referência na avaliação de empresas de aviação é EV/EBITDAR e não EV/EBITDA? Enfim, o facto de ser \"economista\" parece justificar tudo... Infelizmente não percebe nada de finanças (corporate finance).
Sem imagem de perfil

De Mário a 21.04.2015 às 16:50


Então além das dívidas, tem capital próprio negativo. E os outros é que não percebem nada de economia ??

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Devoto

    Já andamos a rezar em brasileiro? Ao que chegamos....

  • Anónimo

    Não é normal o quê? Lá vem a treta dos incendiário...

  • O SÁTIRO

    Ou seja.esta corajosa senhora DESMENTIU TODAS AS D...

  • Manuel Alves

    "Com uma taxa de natalidade absurdamente baixa e c...

  • Anónimo

    Há uma coisa em que conservadores e extrema-esquer...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D