Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A urgência da cidadania

por João Távora, em 14.12.12

Estou inteiramente convencido de que não será possível fundar de novo uma aristocracia no mundo, mas penso que que os simples cidadãos, associando-se, podem criar no seu seio seres muito abastados, influentes e fortes, numa palavra, personalidades aristocráticas.

De Democracia na América
Alexis Tocqueville

 

Parece-me um terrível sinal de imaturidade democrática a generalizada aceitação tácita e indiferença às manhas, chapeladas, vezes demais utilizados pelas oligarquias partidárias instaladas na luta pelo poder. Um idóneo jornalista da nossa praça dizia-me impassível em conversa ontem à noite que esses procedimentos são tão habituais quanto inevitáveis, aplicados com mais ou menos maquiavélica sordidez, em todos os partidos políticos. Ora, não é estranho que a exigência de transparência democrática de um regime pare à porta de um congresso partidário, e que um salutar debate se sustenha à entrada de um Conselho Nacional, quantas vezes dominado pela estratégia da “matilha”? E que o mesmo se torne ocasião de protagonismo duns voluntariosos profissionais do tonitruante opróbrio para desacreditar o discurso dum parceiro que ponha levemente em causa a verdade oficial? Por outro lado também me ruboriza o despudor da repetitiva ostentação de mesuras ao grande líder, por tribunos que nunca noutra coisa exibiram obra ou competências. Protagonistas que ofuscam e empalidecem sérias análises e genuínas contribuições anónimas com substância e sabedoria.

Reconheço que a luta pelo “poder”, pela vertiginosa atracção que exerce o mítico objectivo, tão correntemente evoque a mais negra face dos intervenientes. E chego a admitir que já é um ganho que tanta violência se fique (quase) sempre pelas palavras.
No balanço do Conselho Nacional de ontem do CDS lembrei-me de algo que escrevi em tempos sob outro contexto: que para lutarmos pelas nossas convicções não é obrigatório sermos todos Assessores, Deputados, Vereadores, Ministros ou Secretários de Estado. Acontece que, mesmo que os aparelhos partidários não nos queiram lá, é nesse espaço intermédio de cidadania que todos somos poucos e onde fazemos mais falta. De resto, no que a mim me diz respeito, não sendo uma qualidade brilhante, acreditem que sou mesmo persistente. E livre.

Autoria e outros dados (tags, etc)



7 comentários

Imagem de perfil

De monge silésio a 14.12.2012 às 22:54


Caro João Távora,
...o CDS existe contra a sua consciência no Governo Necessário.
...não há no CDS massa cinzenta para os desafios do presente. Não há.
Gente a sério teria lutado, forçado, mordido, pressionado a empresa Relva Cia a ter a reforma local pronta (não é freguesias..., é câmaras)!
Gente a sério já tinha pressionado, mordido, lutado por lista de fundações desnecessárias; ou outra coisa qualquer para AO MENOS se perceber que VAI HAVER FUNDAMENTO para IMPOSTOS diminuírem. NADA.
DA AR nada. Também...pensando melhor: um João ou um Magalhães onde iriam trabalhar? Um Portas? O Diogo ou o Melo? O Belenenses, ..., o papá, ou o Direito não são sítios como eram outrora, ...e gente a sério nao quer gente que se venda nas ideias..., ...é triste ter que imaginar que cada vez mais me parece isto verdadeiro.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.12.2012 às 23:11

 O CDS acabou quando se foi o Freitas do Amaral, seu fundador, primeiro lider, o homem que enfrentou o cerco no palácio de Cristal e que fundou a AD com o Sá Carneiro. Esse era o CDS e essa foi a última vez que tiveram poder. Depois dele vieram os miúdos, os arrivistas penteadinhos, os betinhos, a aristocraciazinha do belenenses e de Cascais, colada ao PSD, para sobreviver. O CDS agora sozinho tem menos do que o BE. É a vida.
Sem imagem de perfil

De Tio Ruca a 15.12.2012 às 09:52

Urgência da cidadania?!
E o relvas deixa?!
Sem imagem de perfil

De Pode ser a 15.12.2012 às 10:42

Pode ser que o tio Kim Jong-un lhe dê autorização.
Sem imagem de perfil

De Tio Ruca a 15.12.2012 às 13:31

Do Kim já tenho autorização! Do relvas é que não!
Sem imagem de perfil

De As melhoras a 15.12.2012 às 21:26

Lá sabe porque escreve Kim com maiúscula e Relvas com minúscula. Sabe e eu também, que felizmente não sou burro nem nhurro. 
Sem imagem de perfil

De Tio Ruca a 15.12.2012 às 23:39

É verdade... conseguem descobrir tudo. Uma pequena falha minha e... pum! São mesmos bons. Sim, sou um agente infiltrado da Coreia do Norte! Um comunista dos ortodoxos. Mesmo dos ortodoxos a sério! Fui descoberto! O que vale é que tenho a cápsula de cianeto!

Tristeza...

 

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D