Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ainda o Dia da Restauração

por Rui Crull Tabosa, em 02.12.12

Começo por esclarecer que amo Portugal acima de tudo. Cresci e fiz-me nesse sentimento e a ele devo o que sou.

Dito isto, comemorei muitos 1ºs. de Dezembro, que começaram por ser festas de Juventude, nos idos de 80, acabando aos poucos por se reduzir a meras cerimónias vazias e sem alma.

Os monárquicos valorizaram sempre o Jantar dos Conjurados, acontecimento que, ao longo dos anos, foi tendo tão pouco de conjura quanto excesso de debutantes. Salva-se, como sempre, a sentida e patriótica Mensagem do Rei.

O País, esse, foi esquecendo por completo, nestas décadas, o alto significado do Dia da Restauração: o povo porque, desnacionalizado, dele guardava apenas a utilidade egoísta de mais um feriado; a elite dominante porque, estrangeirada, era em si mesma incapaz de celebrar o que deixou ou fez que se perdesse: a Independência de Portugal.

A comunicação social, essa, então, dando largas à sua estirpe ideológica, apenas papagueava que na data se comemorava ... o dia mundial contra a Sida…

E estamos conversados.

Mas este ano, não sei se para bater no Governo, foi só ver 'patriotas', até de esquerda, a querer comemorar a restauração (que a deles é com letra pequenina...). O cúmulo do ridículo foi mesmo a aparição de António Costa nas cerimónias, a botar faladura, com inflamados apelos à memória dos Restauradores e ao significado da data. Mais um bocadinho e, não se sabendo quem ele era, dir-se-ia que se tratava do Le Pen português...

Já sobre o inderoroso frete de Ribeiro e Castro ao PS fica com quem o pratica, mas elucida bem sobre a noção de escrúpulo do seu autor.

Por mim, o 1.º de Dezembro é Dia de Trabalho.

Foi assim em 1640, quando a Nação se ergueu contra o domínio estrangeiro, e deve ser assim, se nos queremos outra vez livrar o mais depressa possível da tutela da Troika.

Comemorar a Restauração é pois acção. Não o aproveitar de mais um dia para nada produzir.

Honrar os Restauradores não é fazer discursos vazios ou aproveitar o feriado para fazer compras, dar uma volta ou ficar em casa.

Honrar os Restauradores é trabalhar para que a Independência que eles nos legaram se torne outra vez realidade o quanto antes. E, para isso, todos os dias contam, todos os braços são necessários.

O resto não passa de demagogia e pusilanimidade disfarçadas, algo que, infelizmente, muito abunda nos dias que correm.

Daí o meu voto: que nasça Portugal de novo!

Autoria e outros dados (tags, etc)



1 comentário

Sem imagem de perfil

De MIGUEL a 02.12.2012 às 23:53

TUDO CERTO.ALIAS VISTO A SOBERANIA ACTUAL SERÁ MELHOR GUARDAR UMA DATA EM BRANCO PARA COMEMORAR A PRÓXIMA EMANCIPAÇÃO !

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo II

    Ainda não compreendeu que só governa quem tem ma...

  • Anónimo II

    Mas se forem 38% dos PAF's já podem governar o paí...

  • Carneiro

    1. Amigo ?2. O que o incomoda é o que menos me inc...

  • JPT

    Ainda assim, parece-me menos absurdo do que o modo...

  • Anónimo

    Amigo Carneiro, vamos lá falar a sério. Uma coisa ...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D