Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais vale tarde que nunca

por Rui Crull Tabosa, em 01.12.12

"todos aqueles que exerceram funções em Portugal terão tentado fazer melhor ou pior, mas obviamente têm a responsabilidade no facto de nós até hoje não termos sido capazes de ultrapassar os défices tradicionais" afirmou agora António Guterres, primeiro ministro entre 1995 e 2002.

Se Soares, Cavaco e Sócrates, cada um à medida das suas responsabilidades, mostrassem idêntico arrependimento, não só teriam um gesto patriótico e de humildade democrática, como contribuiriam para a pedagogia dos sacrifícios a que 40 anos de regabofe nos obrigam e continuarão a obrigar.

Dito isto, convém não esquecer que só tem direito e credibilidade para criticar aquele que também apresentar propostas concretas que permitam resolver melhor os problemas e desafios que o País enfrenta.

Autoria e outros dados (tags, etc)



3 comentários

Imagem de perfil

De monge silésio a 01.12.2012 às 15:15


Rui, meu caro, esta gente cumpriu o seu dever na taverna lusa. Foi a clientela que nos rodeia e que se mantém na esperança de "um mundo melhor (se possível com dinheiro alemão e indiretamente chinês") que jogou póquer com os boletins de voto. "Bet till the Sky", diziam os Cavacos e os Albert Johns The Gardener que lhe seguiram, alimentados por aceleradores económicos "automáticos" (ficar a dever é automático, claro) à moda de Keynes e copistas medievais em pleno séc. XX glosadores de Bártolo que da Olissipo Catholicaeque Statis e da Conimbricensis debitavam nótulas de crescimento de direitos para terra de tremoço e alfarroba.

...vieram os Administrativistas, transmutados em escritórios de causídicos esforçados e com a guisa da contratualização pública, tema útil na Germânia de políticos com vida feita, mas aqui desculpa para o povão dizer "louvado, sim senhor" (fala bonito Manél, sim senhô, aquele fala bonito").

...vieram os Constitucionalistas, que sem olhar para o bolso, viam as estrelas, e diziam "olha, ali, mais ...um direito" e claro fazia-se luz com tinta, esquecendo-se que era preciso ouro e suor para os suportar...

Na democracia, o espelho do poder é o Povo, só pode ser.
Se fôssemos ao linguajar do business diríamos "falta de acréscimo de valor perante os instrumentos usados e intenções à partida estabelecidas".


Sem imagem de perfil

De Posso afiançar a 01.12.2012 às 17:50

Uma coisa é certa. Guterres pode ter sido um mau governante mas é uma pessoa sã, bem formada, de boa índole, com alguma vergonha na cara, .. Posso afiançar, há DÉCADAS que não falo com ele (há mais tempo que a ida dele a PM) mas conheci-o pessoalmente e foi essa a genuina impressão que dele guardei. 
Imagem de perfil

De Vortex a 01.12.2012 às 19:29

'conversa para boi dormir'

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • O SÁTIRO

    a extrema esquerda....pois é isso que são PCP..BE ...

  • xico

    Um texto que me causa alguma perplexidade.

  • Anónimo

    O Salazar morreu como um sem abrigo?HAHAHA Eu nunc...

  • Renato

    "opções de gestão"? Mas não é o próprio Henrique q...

  • Manuel Moço

    Ele nunca deixou de ter razão. É das pessoas mais ...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D