Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Se for assim também eu quero

por João Távora, em 23.11.12


(...) Defendo a saída da UE pela porta grande - o melhor aluno deixa a escola! Dizemos que queremos sair porque isto está demasiado desorganizado para nós. (...) Para sair do Euro, mais vale sair da UE e ter o nosso mar por nossa conta. Só para correr com esta gente toda do nosso mar, compensava o sofrimento. O Mar é o futuro e a maior parte é nosso. Toca a andar do nosso mar. Um país fora da UE tem outro encanto até para os turistas da UE, que podem comer fruta sem ser normalizada. Podíamos ser uma espécie de nação-festa dos anos setenta com: pregões, amoladores, vendedoras de figos, loiça de barro, fruta de tamanhos variados, joaquinzinhos de verdade e sem Lei Bosman. Uma Islândia quentinha, com sol, escudo e IRC de 9%, e rebentamos com eles. Antes isso que sermos Alemanha de Leste, lândia que a Merkel nos destina. (...)


João Quadros - Jornal de Negócios

Autoria e outros dados (tags, etc)



7 comentários

Sem imagem de perfil

De Esse topo eu a 23.11.2012 às 20:45

Esse camarada pensa que tem piada e sofre mas é de destrambelhamento...
Sem imagem de perfil

De Jose Domingos a 23.11.2012 às 21:19


Eu também quero. Já são dois.
Sem imagem de perfil

De Antonio a 23.11.2012 às 22:49

O Mar futuro? sempre que há crise, o mar vem á baila como salvador.... aliás o mar já não faz falta para nada; a emigração agora é de avião... há mer e mer, há ir e voltaire...
Sem imagem de perfil

De Costa a 23.11.2012 às 23:30


"(...) ter o nosso mar por nossa conta. Só para correr com esta gente toda do nosso mar, compensava o sofrimento."

Seria divertido de ler, se não fosse patético. Com a marinha de guerra que temos? Com a força
aérea sem meios para manter uma operacionalidade mínima e a suplicar por quem lhe compre os aviões?

Saídos da UE, "esta gente toda" havia de entrar em impune descaramento pelo nosso mar dentro. Aqui ao lado há uma monumental frota pesqueira que, podendo, sem sequer ter as obrigações de ser membro da União, faria razia absoluta.

Há-de haver argumentos, concorde-se ou não com eles e com o que pretendam servir, mais robustos e sérios para fundamentar uma opção de saida da UE. Não se brinque com coisas sérias.

Costa
 
Sem imagem de perfil

De robalos a 24.11.2012 às 00:16

Totalmente de acordo,Costa.E os combustíveis necessários aos transportes de víveres e as matérias primas fundamentais para a indústria e...tudo o que hoje é importado como os medicamentos e material hospitalar,tudo isso a que preço ficaria na moedinha do escudo desvalorizado ao extremo?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.11.2012 às 01:59

O João Quadros só faz piadas, para os assuntos sérios tem de se chamar pessoas que saibam dos assuntos.
Sem imagem de perfil

De Atenção a 24.11.2012 às 09:28

Para quem não souber, João Quadros passa por ser humorista.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    lord Byron: This age of cant («estos tiempos de h...

  • Luís Lavoura

    A esmagadora maioria destas queimadas são totalmen...

  • Anónimo

    Pastorícia, segundo parece, não entendi ainda muit...

  • Anónimo

    É tudo muito bonito, mas apresentem soluções alter...

  • aespumadosdias

    Tantos criticam o Homem mas nenhum se chega à fren...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D