Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais um para a esquerda bater?

por Maria Teixeira Alves, em 16.11.12

 

"Há pessoas que querem trabalhar e pessoas que fazem greve e prejudicam a economia do país". É assim que Ricardo Salgado, presidente executivo do BES, vê os acontecimentos dos últimos dias relativamente à greve geral e à greve dos estivadores. Diz ser um terrível contra-senso haver pessoas desempregadas - quase 16% da população activa - e outras que parece não querer trabalhar. O gestor, que falou perante uma audiência de empresários em Leiria, em mais um 'road show' do BES Inovação/Económico considera que "cada greve que se faz é mais uma queda adicional do PIB".

 

É isso mesmo. Nem mais!

Autoria e outros dados (tags, etc)



6 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Santos a 16.11.2012 às 20:40

É de homens destes que Portugal precisa. Sem papas na língua. 
Sem imagem de perfil

De cf a 17.11.2012 às 13:42

Desse, a esquerda gosta. Foi um dos que permitiu o jogo de Sócrates, de quem, lembro-me, dizia bem.
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 17.11.2012 às 13:49

Seria excelente se ele conseguisse convnecer o primo "vereador do urbanismo" a ir para o desemprego. Esta coligação Costa, salgado e Salgado, deixa a capital arrasada!
Sem imagem de perfil

De Alma Peregrina a 18.11.2012 às 20:50


Fiz greve.

Trabalho uma média de 60 horas por semana.

Trabalho mais do que esse senhor, de certeza.

Agora continuem a acreditar no que quiserem. Redomas ideológicas desligadas da realidade são muito confortáveis.
Sem imagem de perfil

De Alma Peregrina a 18.11.2012 às 20:53


E a queda do PIB decorrente da austeridade imposta pelos credores, que são geralmente banqueiros como esse senhor?
Sem imagem de perfil

De Alma Peregrina a 18.11.2012 às 21:04


Depois esta apropriação que os antigrevistas fazem dos desempregados é absolutamente desprezível. Claramente a estratégia do "dividir para conquistar". Olhem, desempregados! Olhem os malandros dos grevistas, que não querem trabalhar! Ah, se vocês tivessem emprego, não eram como eles! Maus, maus grevistas.

Mas, quem se der ao trabalho de ler as reinvidicações dos grevistas, vê coisas diferentes.

Quem falar com os estivadores (mencionados no post) vê que eles reclamam PRECISAMENTE porque uma percentagem elevada deles vai para o desemprego. Enquanto os outros vão ter de trabalhar como escravos, sem vida própria, para tapar os buracos.

E eu sei que eles dizem a verdade, porque é exactamente isso que se passa na minha área, que é a Saúde.

Há desempregados? Muito bem. Contratem-se esses trabalhadores desempregados, para aliviar um pouco a carga laboral dos outros.

Hã? Que estão a dizer vocês, antigrevistas? Não há dinheiro para contratar os desempregados? Porquê? Porque temos de pagar aos credores? Aos senhores Ricardos Salgados desta vida?

Ah, está bem. Mas então tenham a decência de não instrumentalizar os desempregados, sff. Não são os grevistas que estão contra eles.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • João Forte

    Há quem conheça? O comentário de HPS mostra claram...

  • Alberto

    Diz-nos a História que mesmo organizações bem estr...

  • Anónimo

    Curioso! Alguém que valoriza um sujeito que nunca ...

  • JS

    Mais um excelente post de HPS sobre este dramático...

  • paulo maio

    Porventura expressei-me mal, mas a minha intenção ...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D