Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O País precisa ser governado à esquerda

por João-Afonso Machado, em 15.11.12

ARMÉNIO CARLOS.JPG

Os comunistas conseguiram! As ruas voltaram a encher-se do oco e opaco "o povo unido jamais será vencido!". Triste sinal de um povo iludido e esquecido, sempre perdido. A necessitar, uma vez por todas, de ser esclarecido.

Por isso o Poder à Esquerda! O Poder entregue à arrogância que invade a Kapital, como nos velhos e hegemónicos tempos do Kremlin e da impunidade com que se insulta e apedreja a polícia (por seu turno invariavelmente culpada de bastonadas em cabeças sempre inocentes e "por acaso" ali) e se incendeia e vandaliza o património público e privado.

A agitação de ontem em Lisboa foi um «sinal vermelho» - basofiou Arménio Carlos - aos governantes eleitos por inquestionável maioria. Mas já a CGTP, o PCP ou mesmo um qualquer estivador falam em nome de todos os portugueses, e assim provocam, agridem e destroem com a autoridade imensa dos piquetes de greve.

O Governo, hediondo, está sozinho? A afirmação, gravíssima, tem donos: o Kamarada Jerónimo, os herdeiros de Louçã, mesmo o respigadote Tozé. E os embuçados dos petardos e das pedras roubadas às calçadas. Pois bem: se a certeza é tanta, nada como gentilmente lhes ceder as funções executivas. Permitindo vir à tona as suas miraculosas fórmulas de recuperação económica, de salvaguarda de direitos laborais, de atenuação da austeridade.

Porque é tempo de purgar o País dessas e de outras falácias. Dos Otelos e dos Garcias Pereiras à solta por aí, invectivando à «revolta» contra os «assassinos» frente às câmaras televisivas. E de toda a demagogia e irresponsabilidade de quantos instigadores, então inevitavelmente confrontados com o Povo - afinal em que ficamos? não é devido o prometido? - , deixando-os grevarem-se pelas pernas abaixo. 

Falta-nos outro "25". Não de Abril mas de Novembro. Onde (ao contrário do afirmado por Melo Antunes), o PCP - e similares - não sejam arvorados ao galarim de essenciais à democracia, pela simples razão de não serem uma causa mas antes um efeito da liberdade de todos nós. Onde, desta feita, cesse finalmente a tirania moral ainda praticada pela Esquerda.

Autoria e outros dados (tags, etc)



16 comentários

Imagem de perfil

De jojoratazana a 15.11.2012 às 11:31

Caiu a máscara.
Passe muito bem.
Mirando o seu umbigo.
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 15.11.2012 às 11:36

Creio que não percebo.
Nunca usei máscara. Mesmo nas manifs.
Alcanço apenas que a ideia de a Esquerda ter mesmo de governar o País o aterroriza. É muito mais fácil estar na oposição, realmente.

Não miro o meu umbigo. Pela simples razão de que defendo as minhas convicções com a mesma firmeza com que respeito as dos outros.

Essa a fundamental questão que os comunistas jamais aceitarão.
Sem imagem de perfil

De S.e A. a 15.11.2012 às 14:02

Não aceitarão porque a democracia que predicam  é uma ideia/palavra vã. Espreitem a Coreia do Norte onde uma ditadura (férrea) militar unipartária não permite eleições. Os  seus dirigentes são indicados por quem está no governo e ponto final.
O âmago do 25 de Abril porque lutei e vivi, em festa, não é decididamente este. Este tempo é o duma súcia de oportunistas que entristece e enxovalha os verdadeiros amantes da liberdade. Desvirtuam de uma forma vil e constante esse espírito.
Sem imagem de perfil

De ESPELHO a 15.11.2012 às 14:19

Na URSS as ratazanas eram metidas em hospitais psiquiátricos.
Imagem de perfil

De jojoratazana a 15.11.2012 às 17:51

Aqui pelos vistos, tem de se transformar em ratazanas, para poderem viver no meio de ratos como tu.
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 16.11.2012 às 19:43

Jojoratazana, tem vergonha, por que, pelo que dizes, já tem idade para isso.
Tu deves viver cheio de ódio, que andas a descarregar por estes sítios.
Tem juízo e baixa a bola.
Sem imagem de perfil

De carneiro a 15.11.2012 às 12:08

Agora que a União soviética já não existe só resta fazer duas perguntas: pode a sociedade portuguesa contar com os comunistas portugueses para  superarmos este drama colectivo em que todos estamos envolvidos ? Ou os comunistas portugueses (para lá dos problemas que criaram em 38 anos)  estão a ser, actualmente,  parte significativa do  problema ?
 
Desde adolescente que não tenho duvidas sobre o sentido das respostas. E espero que a terra seja pesada a Melo Antunes e aos outros  aventalados que em 1975 impediram que a porcaria tivesse sido toda varrida para o mar.
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 15.11.2012 às 13:53

Julgo que com o fim da URSS e a «revelação» do que era afinal o comunismo, os comunistas tiveram e têm imensa dificuldade em se situar e arrnar espaço de manobra.
Resolveram isso pelo lado da liberdade. Até se tornaram defensores do casamento gay, quando antes encaravam a homossexualidade como um mal burguês a combater.
No fundo, mantiveram apenas a sua sanha contra a sociedade burguesa, capitalista, que querem destruir a todo o custo.
Não criaram o magno problema económico actual. Mas nada farão para ajudar a resolvê-
-lo. Vão aproveitar-se dele - serve muito bem para demonstrar os  males dos modelos que eles combatem.

 
Sem imagem de perfil

De carneiro a 15.11.2012 às 15:33


"Não criaram o magno problema económico actual"
Será mesmo ? Para lá de um texto constitucional que diariamente me encaminha para  "o" socialismo, o déficit dos transportes - eventualmente 30 mil milhões - não tem nada a ver com o sindicalismo chantagista  dos comunistas com exito dos seus inscritos à custa do avolumar da dívida pública ?

É que o problema não é de integração das diferenças na sociedade. Os comunistas não aceitam partilhar a sociedade com os outros. A sociedade só pode ser como eles a querem e todos se devem sujeitar a isso.
De algum modo é como a integração social dos ciganos: pedem com a mão direita e esfaqueiam e roubam com a esquerda. Culturalmente são inabeis para a integração.

A questão é cultural. Há ideologias e sub-sistemas sociais que não admitem conviver em comunidade com a diferença. Ou é como eles querem ou não pode ser.

O curioso é que só eles têm o direito de dizer como "deve  ser". Se alguém, como eu, se atreve a aplicar o mesmo método de análise, aqui d'el rei,lá vem a xenofobia e a longa noite faxista... 
Até  que se perca a paciência  de vez e se repitam os dias de Agosto de determinado ano, que isto está a passar as marcas todas.
Sem imagem de perfil

De anónimo a 15.11.2012 às 15:58

É exctamente como diz.
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 15.11.2012 às 17:17

Creio que somos todos da geração que experimentou no liceu a ameaça politica do comunismo. Aí - ai de nós se eles não fossem travados.
essa ameaça desenhou-se também no plano económico, maxime com as nacionalizações e a reforma agrária.
Depois vieram os xuxialistas. E o cavaquismo. Os anos de ouro e a estagnação. Imputo a esta fase as responsabilidades maores no atraso de que hoje somos sofredores. Foram criadas condições para o progreso econ´mico que não se cumpriram.

Quanto ao resto - a eterna marginalidade dos comunistas - absolutamente de acordo. O seu dogmatismo é exasperante. Mas é a condição da sua sobrevivência.
Sem imagem de perfil

De Uma boa viagem para as ratazanas a 15.11.2012 às 16:21

http://www.dn.pt/inicio/artes/interior.aspx?content_id=2887865&seccao=Livros (http://www.dn.pt/inicio/artes/interior.aspx?content_id=2887865&seccao=Livros)
Sem imagem de perfil

De Rui a 15.11.2012 às 16:41

Se o que teme vier a acontecer pode sempre emigrar, prática tão em voga e sustentada pelo actual Governo e a sua corja de liberais de pacotilha.
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 15.11.2012 às 17:19

Tenho sempre uma especial simpatia por quem nada percebeu. Eu nada temo - pelo contrário, nesta fase acho (e assim escrevi) que a esquerda devia governar. Só para português ver e entender.
Fui claro agora?
Sem imagem de perfil

De João Almeida a 15.11.2012 às 19:21

Finalmente alguém toca no ponto chave que nos levou a esta infeliz situação-o 25 de Novembro.Esse é que é o verdadeiro Dia da Liberdade,mas que pelos vistos não convém lembrar.
Faz alusão correcta à posição errada de Melo Antunes,que receou a passagem à clandestinidade do PCP(como se ele alguma vez tivesse de lá saído) em contradição com a origem da formação do Grupo dos 9-aperceberam-se que se o PC tomasse o poder,eles seriam os primeiros com a cabeça cortada.
Texto louvável e certeiro!
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 15.11.2012 às 20:43

Obrigado pelo seu comentário.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Kruzes Kanhoto

    Um dia rebentarão com um parlamento qualquer...dep...

  • Kruzes Kanhoto

    Um dia alguém pegará em armas e tratará de expulsa...

  • xico

    As organizações que usam gente disposta a morrer s...

  • Renato

    É mama sumae que se diz, ó rambo de teclado.

  • JSP

    Só por curiosidade, e talvez um certo "refrigério"...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D