Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Frases que impõem respeito ao Tozé

por Rui Crull Tabosa, em 08.11.12

Teodora Cardoso afirmou hoje aos deputados que "qualquer alternativa à austeridade implica mais financiamento e mais dívida" e para a presidente do Conselho de Finanças Públicas "tudo o que significa aumentar a dívida significa agravar a economia."

Autoria e outros dados (tags, etc)



11 comentários

Sem imagem de perfil

De Joseph Stiglitz a 08.11.2012 às 19:05


“Todos os túneis têm uma saída. Espero que a Europa mude. Mas quem quer que analise as coisas correctamente dirá que estamos hoje pior do que há cinco anos. Não há bases para dizer que estamos mais próximos do fim da crise”, declarou Joseph Stiglitz em entrevista à revista espanhola “Capital”, citada pela “Europa Press”.

Na sua opinião, as actuais políticas aplicadas em Espanha e no conjunto da Europa não oferecem uma resposta para a actual crise: “se as actuais políticas se mantiverem, não só em Espanha mas na Europa em geral, creio que não há luz ao fundo do túnel”.

Stiglitz , que é um dos principais críticos dos programas de austeridade receitados às economias europeias em dificuldades, adverte que apesar de reformas como a harmonização orçamental, a mutualização de dívidas e a união bancária poderem salvaguardar o futuro do euro, vê-se “pouca vontade política”, já que os políticos europeus “não entendem o papel dos bancos e não sabem o que fazem”.
Imagem de perfil

De Rui Crull Tabosa a 08.11.2012 às 19:25

Caro Joseph Stiglitz,
Estávamos então a ir bem, com défices de 10%, um Purim para a agiotagem, suponho...
E tem razão: os americanos sempre deram bons e desinteressados conselhos aos Europeus, como aquele que trouxe...
Já agoa, tem ideia onde se pode ir buscar a guita?

 
Sem imagem de perfil

De O Falso Rei das Pampas a 08.11.2012 às 19:37

A Merkel vai trazer um saco cheio na próxima segunda-feira.
Imagem de perfil

De Rui Crull Tabosa a 08.11.2012 às 22:37

Claro que sim, até porque foi ela que duplicou a dívida pública portuguesa para 173 mil milhões de euros...
Sem imagem de perfil

De J.S. a 09.11.2012 às 09:00

O dinheiro nasce a rodos no vórtice da espiral recessiva.
Sem imagem de perfil

De Carlos Sousa a 08.11.2012 às 21:16


Eu só gostava de fazer uma pergunta…
Quem é que tem moralidade para dizer que há pessoas a viver acima das possibilidades?
E já agora mais umas quantas perguntas…
Porque é que eu tenho de pagar o buraco do BPN? Porque é que o orçamento da assembleia da república aumentou? Porque é que o orçamento da presidência da república também aumentou? Porque é que o costa, o borges, e a restante camarilha afecta ao banco de Portugal não sofrem cortes nos vencimentos?

E já que falamos em austeridade, porque é que não são todos a contribuir?
Imagem de perfil

De Rui Crull Tabosa a 08.11.2012 às 22:38

Ainda não percebeu que chegou a conta da "festa" do regime?
Imagem de perfil

De jojoratazana a 08.11.2012 às 23:06

Do regime não da seita, PSD/PS/CDS.
Vulgo União Nacional dos Tachos, do qual V. Exa. é um digno representante.
Sem imagem de perfil

De Olhameste a 09.11.2012 às 09:55

Tachos na CGTP e nas empresas por ela controleiradas é coisa que não há.
Sem imagem de perfil

De Carlos Sousa a 10.11.2012 às 18:01


Aquilo que eu estou a ver é que me estão a roubar dinheiro para o dar a ladrões e vigaristas, porque a “festa” do regime como você diz foi para fazerem as casas na quinta da coelha, e as negociatas do BPN.


Quem tem créditos que os pague assim como eu pago os meus.

Sem imagem de perfil

De Muuunnto respeitinho a 09.11.2012 às 12:05

A presidente do Conselho Fiscal de Finanças Públicas não acredita nos resultados do Orçamento do Estado para 2013 e, em entrevista ao "Diário Económico" afirmou: "a troika não se atrave a meter-se com os grandes interesses".

 
Teodora Cardoso defende que o Estado, mais do que sobredimensionado, é mal gerido, acrescentando que “quem apanha sempre”, são os contribuintes.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Meus caros senhores João Távora e José Manuel Fern...

  • Anónimo

    Estou verdadeiramente estupefacto, sobretudo com o...

  • tá bem deixa

    Que chatice, nunca mais há greves das fidalguias m...

  • henrique pereira dos santos

    1) Nunca um concurso na função pública impediu a c...

  • Anónimo

    Essa empresa vai vender terrenos. Quem o disse foi...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D