Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Santo Condestável

por Francisco Almeida Leite, em 21.02.09

Uma boa notícia: D. Nuno Álvares Pereira (1360-1431) vai ser canonizado no próximo dia 26 de Abril pelo Papa Bento XVI, no Vaticano. O Condestável é uma das grandes referências da História de Portugal, política e militarmente falando. A ele devemos a vitória de Aljubarrota e a independência em relação a Castela. O Beato Nuno de Santa Maria foi o general, o homem e o líder que devia inspirar mais este País. Um homem que provou que a estratégia e a coragem são suficientes para enfrentar as adversidades.

Beatificado em 1918, D. Nuno viu o processo de canonização reaberto em 2004. No dia 26 de Abril, curiosamente um dia depois de uma data que muito diz aos militares portugueses e não só, o Condestável sobe mais um patamar e torna-se Santo de pleno direito, depois de reconhecida uma cura milagrosa numa senhora com uma lesão grave na córnea. O cardeal D. Saraiva Martins, Prefeito Emérito da Congregação para as Causas dos Santos, e D. José Policarpo, Cardeal Patriarca de Lisboa, estão de parabéns por este autêntico feito.

D. Nuno Álvares Pereira foi o meu herói quando era criança. Devorei a "Crónica do Condestável", de autor anónimo do séc. XV, adaptada por Jaime Cortesão, quando andava na terceira e quarta classe. Quem me dera que um dia esse livro magnífico fosse devidamente recuperado.

Autoria e outros dados (tags, etc)



11 comentários

Sem imagem de perfil

De Grunho a 21.02.2009 às 16:23

Chamas a isso uma boa notícia?
Transformar uma personagem relevante da nossa história num santinho de altar, com os olhos em bico?
Ainda por cima com um 'milagre' idiota com uma gaja descuidada que se queimou a fritar peixe?
Imagem de perfil

De André S. Machado a 21.02.2009 às 17:35

Triste comentário, do Grunho...

De facto, em tempos de desânimo e desesperança como os que vivemos, é importante recordar os grandes feitos e os grandes homens.
Tenho a convicção de que o nosso Condestável foi, se não o melhor, um dos mais elevados e sublimes portugueses.
Beato Nuno de Santa Maria, será agora o nosso Santo! Regozijo com a notícia e rezo pela intercessão do Condestável, sobre nós, sobre o nosso país, sobre o Portugal que tanto amou!
Sem imagem de perfil

De PDuarte a 21.02.2009 às 19:26

foi um grande português sem dúvida.
acima de tudo um estratega.
militarmente adaptava as tácticas de combate dos inglesas.
em Aljubarrota fez prevalecer mais a táctica do que a coragem mas foi a sua coragem e determinação que a manteve afastada a tentação castelhana, principalmente de Dom João I de Castela.
Dos dez enormes portugueses que houve, Dom Nuno foi um deles.
Parabéns pelo post e obrigado.
Sem imagem de perfil

De K a 21.02.2009 às 21:01

Excelente notícia!
Também é o meu herói de infância e sempre que sai alguma coisa sobre a sua vida, «devoro-a» rapidamente!
Agradeço este post!
Pena, não relevarmos mais os feitos dos Grandes Portugueses (sem quaisquer conotações políticas)!
Um país de amorfos e conformados... no que este rectângulo se transformou...
Sem imagem de perfil

De Oppugnatore a 21.02.2009 às 21:43

Santinho! Atraiçou a Rainha D.Leonor Telles que o fez escudeiro e atraiçou a legitima herdeira D Beatriz.
Atraiçou os seus proprios irmãos e aliou-se a um bastardo...Grande exemplo!
Sem imagem de perfil

De Paco a 21.02.2009 às 21:56

Esqueceste que o "Santinho" era filho do prior do Crato...que não podia casar mas que não era castrado e usava direito de "pernada" nos seus territórios...
Sem imagem de perfil

De José Manuel a 21.02.2009 às 23:08

Além disso era neto do Arcebispo de Braga. E de seu pai, o Prior do Crato (da Ordem do Hospital) tinha cerca de duas dezenas de meios-irmãos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo Veneziano a 22.02.2009 às 02:18

O heroísmo, a estratégia militar, o nacionalismo, tudo isso é interessante. A sua família, pais, irmãos, avós e bisavós também (note-se que o Concílio de Trento ainda não havia imposto o celibato eclesiástico). Mas o que interessa é a sua Fé, único factor que pode justificar a canonização. Quanto a milagres... eles são sobretudo do foro interior de cada um.
Sem imagem de perfil

De Manuel da Mata a 22.02.2009 às 19:44

UM SONETO PORTUGUÊS


Nuno foi o braço e a mente
Que Portugal defendeu
Da castelhana gente.
Títulos e riquezas recebeu
De seu amigo João de Avis,
Cujo arnês envergou
Quando Leonor, mãe de Beatriz,
Cavaleiro o armou.
Destemido herói medieval,
Escolheu o caminho certo
E terçou armas por Portugal.
Ilustre patrono da infantaria,
Nuno foi o grande arquitecto
Da lusitana soberania.



Sem imagem de perfil

De João André a 23.02.2009 às 14:40

Sim senhor, muito bom foi, grande português e tudo isso, etc e tal. Mas que raio tem isso a ver com a canonização? Estou-me pouco lixando para a canonização. São feitas a metro de acordo com o que dá jeito aos responsáveis da igreja, com a política da mesma e com a força política dos responsáveis da igreja do país em questão.

Para mim ele é o D. Nuno Álvares Pereira e pronto. O homem que está a cavalo à frente do mosteiro da Batalha e para cima do qual eu tantas vezes gostaria de ter trepado.

A questão da canonização mais não é que provincianismo. Até porque é óbvio que não existiu milagre nenhum. Mas não é no caso dele apenas. É em todos os supostos milagres de todos os santos. mas enfim...
Sem imagem de perfil

De a.m. a 24.02.2009 às 16:17

É espantoso: uma boa notícia?
E porquê?

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Meus caros senhores João Távora e José Manuel Fern...

  • Anónimo

    Estou verdadeiramente estupefacto, sobretudo com o...

  • tá bem deixa

    Que chatice, nunca mais há greves das fidalguias m...

  • henrique pereira dos santos

    1) Nunca um concurso na função pública impediu a c...

  • Anónimo

    Essa empresa vai vender terrenos. Quem o disse foi...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D