Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Obama e McCain

por Francisco Almeida Leite, em 05.11.08

Gostei do discurso civilizado de Barack Obama. É preciso saber ganhar e ele, que não haja dúvida disso, soube vencer. Mas gostei ainda mais do discurso de John McCain. Perante alguns apupos da audiência ao nome de Obama, ele mandou-os calar, desta forma: "That he managed to do so by inspiring the hopes of so many millions of Americans who once wrongly believed they had little at stake or little influence in the election of an American president is something I deeply admire and commend him for achieving. This is a historic election, and I recognize the special significance it has for African-Americans and for the special pride that must be theirs tonight".

Obama esteve bem, ao agradecer a McCain (e até a Palin) pela luta eleitoral, forçando-os a trabalhar com ele no futuro, apelando à sua inclusão e não à exclusão. O presidente eleito dos EUA falou em McCain antes de falar no seu vice, na sua mulher ("a mulher que amo", disse) e nas filhas, que ganharam o direito a levar um cachorro para a Casa Branca. Não me surpreendeu o seu discurso. Não tendo sido brilhante ou inspirador, teve uma força emocional grande, ajudado por todas as televisões, que citaram o facto de ter sido eleito o primeiro presidente negro nos EUA. Não é coisa pouca.

McCain fez o seu melhor discurso, o discurso de uma vida. Sai pela porta grande.

Obama é eleito com uma margem confortável para governar. Tem tudo do seu lado. Carisma e uma multidão nunca vista que mais se assemelha a um festival rock. Faltam as ideias, mas essas hão-de chegar numa administração que se quer competente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



9 comentários

Sem imagem de perfil

De l.rodrigues a 05.11.2008 às 10:58

Porque é que quando não gostamos das ideias dizemos que elas não existem?
Sem imagem de perfil

De João André a 05.11.2008 às 11:18

Caro FAL. Depois de tantas críticas que lhe dirijo, felicito-o por este post, realmente bem articulado e sem simpatias e antipatias cegas mas encapuçadas.

O discurso de Obama foi realmente bom mas, como diz, o de McCain foi melhor. Para quem é gracioso na derrota (como McCain) é mais fácil fazer estes discursos, mas isso não lhe tira mérito. Só demonstra que McCain poderia ter tido outro resultado se não se tivesse deixado pegar pelo lado dos conservadores fanáticos religiosos. Este foi um discurso do Senador McCain, não do candidato McCain. E isso foi bom.

Quanto a Obama, o trabalho começa realmente hoje, com a escolha do gabinete. Como diz, o essencial é a equipa. Esperemos que Obama os saiba escolher tão bem como o fez com a equipa de campanha.
Sem imagem de perfil

De Sim, nós podemos! a 05.11.2008 às 11:54

Nós podemos desligar a TV e o rádio, que já estamos fartos desta overdose de presidenciais americanas.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.11.2008 às 11:59

Obama, ó que lindobama,
Obama do Havaí
A Palin é a malinda
Das candidatas daí!
Imagem de perfil

De jonasnuts a 05.11.2008 às 12:30

Obama referiu-se à mulher como "the love of my life", e só isso fez com que o discurso tenha sido, de facto brilhante.

Sou uma romântica. (Depois passou-me :)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.11.2008 às 14:56

"faltam as ideias"? Não se importa de explicar melhor, FAL? Não acredito que não as conheça. Se quiser, dou-lhe vários links de ideias e de propostas concretas de governação. Como é que chegou a esta altura sem conhecer nada do Obama?

Pedro
Sem imagem de perfil

De Grunho a 05.11.2008 às 15:04

Mas afinal afinal quem é que ganhou?
Foi o Sporting ou foi o Obama?
Sem imagem de perfil

De Anónimo ao Sul a 05.11.2008 às 22:12

Meu caro FAL , os EUA não elegeram o seu primeiro presidente negro.
Se alguém pensa assim, então debate-se com um problema sério. Se tivesse sido Martin Luther King, o reverendo Jess Jackson , ou ou reapper Fity Cent a ser eleito, aí sim: os EUA tinham eleito um presidente negro, aliás, tinham eleito uma PESSOA com pele negra. Mas uma PESSOA.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Meu caro FAL , os EUA não elegeram o seu primeiro presidente negro. <BR>Se alguém pensa assim, então debate-se com um problema sério. Se tivesse sido Martin Luther King, o reverendo Jess Jackson , ou ou reapper Fity Cent a ser eleito, aí sim: os EUA tinham eleito um presidente negro, aliás, tinham eleito uma PESSOA com pele negra. Mas uma PESSOA. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Obama</A> não é branco, nem é negro: é mestiço. Ou seja: é metade negro e metade branco. Tem 50% de cada cor; nenhuma das cores é dominante. Logo não há maniqueísmos. Nem os negros podem dizer que Obama é deles, muito menos os brancos podem dizer que Obama lhes pertence. Acho que a eleição de Barack Obama representa um ponto de viragem, porque na casa Branca não vai estar um branco ou um negro. Vai estar uma PESSOA capaz, na qual a nação (ainda) mais poderosa da Terra votou maioritariamente e que, por acaso, tem genes de negro (pai) e branco (mãe). <BR>É isto que a humanidade tem de começar a habituar-se. Um branco é uma pessoa, um negro é-o igualmente, tal como um asiático ou um índio, um coxo, um marreco, um anão ou um jogador de basquetebol da NBA. A inteligência é multicolor. <BR>Meu caro FAL , Obama não é o primeiro negro na Casa Branca. É uma pessoa. Esqueçamos a cor da pele. É por aqui que temos de começar. E esta eleição, de facto, representa um ponto de viragem. Para a humanidade inteira. A partir de agora nada será como dantes, ou como terá dito Herodes quando Cristo foi cruxificado: «Não, não acabou nada. Agora é que tudo vai começar.» <BR>Verdade ou não... faça-se a analogia. <BR><BR>PS: John McCain foi de uma dignidade espantosa. Só lhe fica bem, é um bom exemplo para todos nestes tempos conturbados. <BR><BR>Cumprimentos. <BR>
Sem imagem de perfil

De Barraca Abana a 05.11.2008 às 22:30

Então não é que depois do Sporting e de Obama, também o FC Porto venceu?
Falava-se em crises de vitórias, agora, se calhar, vamos começar a ouvir falar de crise de derrotas...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • PSC

    Mama Sume (Sumae) tem as duas grafias.E note que a...

  • PSC

    De Maria João Marques.Hoje no Observador.Vale a pe...

  • xico

    Um atentado em Paris antes das eleições. Um atenta...

  • Kruzes Kanhoto

    Um dia rebentarão com um parlamento qualquer...dep...

  • Kruzes Kanhoto

    Um dia alguém pegará em armas e tratará de expulsa...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D