Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Jumento sou eu

por Pedro Correia, em 27.10.08

Abriu a época de caça ao "delinquente" na blogosfera. Segundo o Público de hoje, em notícia assinada por Vítor Costa, "a Polícia Judiciária pediu ao gabinete nacional da Interpol que tentasse saber junto da sua congénere dos Estados Unidos quem é, ou quem são, os autores do Jumento, um blogue que se dedica essencialmente a relatar alegados acontecimentos ocorridos no interior da Direcção-Geral dos Impostos". Alguém aí falou em estado policial?

Perante isto, apetece-me dizer: o Jumento sou eu. Incompreensivelmente, não estava na barra lateral cá da casa. Salta já para lá. E toca a zurrar, que se faz tarde.

Autoria e outros dados (tags, etc)



11 comentários

Imagem de perfil

De João Villalobos a 27.10.2008 às 12:48

Muito bem!
Sem imagem de perfil

De Once a 27.10.2008 às 12:49

what a brother!

que esperam consigar com este tipo de atitudes é que me escapa .. mas quem sabe o "espalhar o medo" lhes seja suficiente.
Sem imagem de perfil

De Once a 27.10.2008 às 16:28

era "conseguir" aquela coisa esquisita ali em cima.
Imagem de perfil

De Filipa Martins a 27.10.2008 às 12:50

Zurro contigo, Pedro!
Sem imagem de perfil

De Anónimo Veneziano a 27.10.2008 às 13:27

Haveria apenas que acrescentar que as autoridades norte-americanas recusaram prestar as informações solicitadas.
Sem imagem de perfil

De fernando antolin a 27.10.2008 às 14:50

Desculpem a crueza mas gostava que esses diligentes senhores que se lembraram de tão meritória tarefa,fossem brincar com a 5ª pata do Jumento...!
Sem imagem de perfil

De Mialgia de Esforço a 27.10.2008 às 15:19

Pedro,

Fico muito satisfeito por sabê-lo de volta ao activo!!!


Bem que me farto de avisar que eles "andem" aí!

Sem imagem de perfil

De Manuel Leão a 27.10.2008 às 16:57

Talvez, agora, consigam perceber o que se passou logo no início da legislatura:

- Diabolizar os funcionários públicos, os professores e assim por diante. Jogar a população ora contra uns ora contra outros.

Para criar o quê? Criar o "medo". Isto não é nada de novo. Ao invés, é demasiado parecido com coisas que muitos julgavam que não poderiam voltar.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 27.10.2008 às 18:53

Dá gosto saber que as vozes de Jumento sempre chegam ao céu...
Sem imagem de perfil

De mike a 27.10.2008 às 19:11

in õ, in õ, in õ...
Sem imagem de perfil

De Alerta a 28.10.2008 às 10:35


Então, já agora e a propósito....
Sabia que:

O NOSSO PATRIMÓNIO EM RISCO

PODEM VER A REPORTAGEM NA RTP EM: (http://http://ww1.rtp.pt/icmblogs/rtp/dicasinternet/?k=Dicas-Venda-de-bens-penhorados.rtp&post=2175)

Venho por este meio denunciar e chamar a atenção para um perigo que descobri ao usar o site das penhoras da DGCI, onde um simples click com o rato pode significar a perda total de todos os bens para o contribuinte. Devido a gravidade da situação e da falta de segurança existente, todos os portugueses encontram-se em risco perante a arrogância e má fé existente na construção do site referido, aproveitando a possível euforia de realizar bons negócios e criando uma armadilha que vários contribuintes já se depararam e sem qualquer possibilidade de retorno.

Assim, como é do vosso conhecimento todos os sites da Internet em que se encontra em causa os bens monetários ou patrimoniais de uma pessoa, são construídos com vários níveis de segurança, qualquer operação é validada e confirmada, quer nos dados inseridos, quer na confirmação real do utilizador.

Assim é, nos sites da CGD e do BCP, onde existe uma login e uma password para entrar, depois de validar a entrada apenas é possível consultar os movimentos e saldos das contas bancárias, sendo necessário ultrapassar um segundo nível de segurança, para efectuar qualquer operação de pagamento ou transferência. No caso da CGD, esse método de autenticação é feito usando um cartão com uma matriz que só o cliente tem, prevenindo dessa forma qualquer tentativa de fraude no sistema. Penso que no caso do BCP, é usado um sistema parecido ou por SMS.


Após ultrapassadas os diferentes níveis de segurança, sempre que é realizada uma transferência num desses sites, todos os valores introduzidos são validados numa segunda janela, para prevenir qualquer engano ou distracção. Depois de realizar a operação é gerado um relatório em que é dada a opção de imprimir ou de enviar o mesmo para a sua caixa de correio, de igual modo fica registado no histórico da pessoa em causa para posterior consulta.


Estamos a falar em sites bancários em que esta em causa em bens monetários de uma pessoa e mesmo que seja sua vontade, não é possível efectuar qualquer operação em que o valor em causa exceda o seu património disponível.


TODAS ESTAS PRATICAS DE SEGURANÇA, NÃO EXISTEM NO SITE DA DGCI, ONDE UM PEQUENO ENGANO SIGNIFICA A PERCA DO TODO O PATRIMONIO.

ASSIM, QUALQUER PESSOA PODE CONSULTAR OS BENS MÓVEIS E IMÓVEIS À VENDA NO SITE DA DGCI. PELO FACTO DE EXISTIREM BENS MOVEIS (CARROS, MOTAS, BARCOS, ETC) E IMÓVEIS DESDE OS 500 EUROS ATÉ AOS VÁRIOS MILHARES DE EUROS.

A FAIXA ETÁRIA DOS UTILIZADORES VAI DESDE OS 18 ANOS, EM QUE NÃO TEM NOÇÃO DAS IMPLICAÇÕES LEGAIS, ATÉ PESSOAS MAIS IDOSAS COM ALGUMA DIFICULDADE NA UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS E COMO TAL PROPENSAS A EFECTUAR ENGANOS NA UTILIZAÇÃO DA INTERNET.



Caso esteja interessado num determinado bem, existe um botão que permite entregar a proposta. Após carregar nesse botão o utilizador em causa é reencaminhado para um sistema de autenticação, em que é usado número de contribuinte da pessoa e a mesma PASSWORD que é usada no site www.e-financas.gov.pt, usada frequentemente para entrega do IRS na Internet.

LEU BEM, É A MESMA PASSWORD QUE ENTREGAM VOLUNTARIAMENTE AO VOSSO CONTABILISTA E QUE POSSIVELMENTE GUARDAM NUM FICHEIRO NO COMPUTADOR DO TRABALHO.

Depois de inserir o número de contribuinte e a respectiva password, automaticamente aparece a página do bem que queremos entregar a proposta, com um campo para escrever o valor e um botão para submeter esse mesmo valor.


PERIGO: CASO POR ENGANO OU DISTRACÇÃO SE ENGANAR NO VALOR, OU NAS CASAS DECIMAIS E COLOCAR MAIS UM OU DOIS ZEROS, LAMENTAVELMENTE ACABOU DE PERDER TUDO O QUE TEM E NÃO TEM (SIM, ESTOU A REFERIR-ME A CASA, CONTAS BANCARIAS E ATÉ POSSIVELMENTE A SUA REFORMA) TUDO ISTO COM UM SIMPLES CLICK, SEM QUALQUER VALIDAÇÂO OU CONFIRMAÇÂO.</strong>

Isso acontece, porque tal como indiquei o sistema grava de imediato a sua proposta sem sequer perguntar e validar o valor que escreveu. De igual modo, esqueça qualquer confirmação por email, por outros sistemas de segurança ou por outros meios, porque não existem.

A esta altura,

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Carneiro

    tentou, tentou, mas não conseguiu desviar a conver...

  • Anónimo

    De certeza absoluta que o próximo Eixo do Mal vai ...

  • O SÁTIRO

    Era este texto, imbatível em termos de veracidade,...

  • O SÁTIRO

    Pior que aldrabão!irresponsável, oportunista, dema...

  • Anónimo

    As filiações no sindicato são secretas e não se sa...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D