Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Truques Sem Magia

por Paulo Cunha Porto, em 15.10.08

Desde a Dinamarca que se sabia que referendo que dê tampa aos euromaníacos é para repetir, fingindo retirar alguma disposição mais aberrante., até que o eleitorado se canse e ceda  A novidade irlandesa está na habilidade encontrada pelo Executivo, de mandar uma metade para o Parlamento decidir e deixar a outra parte, expurgada, para comum votante ver. É duplo engano: por um lado sonega-se fatia importante do que se prometeu submeter à "vontade popular". Por outro, disfarça-se com uma cenoura a dar para o inócuo posta diante dos olhos do eleitor. Há muito que se sabia que a verdejante Irlanda era a terra do Leprechaun, o duende que se entretém com truques que funcionam como partidas pregadas aos humanos. Não se sabia é que ele tinha chegado ao Governo.

Ao pé deles, o Sr. Sócrates é um exemplo de honestidade. Não cumpriu o que prometeu, mas também não pediu a ninguém para se mostrar de acordo com isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)



19 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.10.2008 às 10:52

Nem pediu ao Silva Pereira?
Imagem de perfil

De Paulo Cunha Porto a 15.10.2008 às 10:58

Caro Anónimo,
quem é que consegue imaginar o P-M a pedir o que já tinha no bolso?
Abraço
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.10.2008 às 11:00

Se aqui estivesse o Mialgia, diria: É a democracia, estúpido!
Sem imagem de perfil

De Mialgia de Esforço a 15.10.2008 às 11:05

Estou, mas como já se antecipou...
Imagem de perfil

De Paulo Cunha Porto a 15.10.2008 às 11:07

Ora muito Bem-Aparecido! E eu para aqui a fazer tempo com jogos de palavras!
Abraço
Imagem de perfil

De Paulo Cunha Porto a 15.10.2008 às 11:05

Na falta Desse nosso sempre Desejado Amigo podemos adaptar a frase que recambiaria para a de Ann Richards, transformando-a em:
"é a Estupidez, Democrata!". Mas aceito que elimine a vírgula...
Abraço
Sem imagem de perfil

De Mialgia de Esforço a 15.10.2008 às 11:12

"Ao pé deles, o Sr. Sócrates é um exemplo de honestidade"

Caro Paulo,

Já tomou o pequeno-almoço? Acontece-me ficar um bocado enjoado quando deixo passar umas horas em jejum e pensei que estaria a passar por um fenómeno similar quando escreveu "aquilo" supra.

Abraço.
Imagem de perfil

De Paulo Cunha Porto a 15.10.2008 às 11:22

Meu Caro Mialgia de Esforço,
ehehehehe,
pois no referente ao... hã... alvo da frase, o meu enjoo é permanente, nem vai a coisa com alimentos. Não podemos perder de vista a explicitação que segue. E o grave é que não se perspectiva a sequência natural que, nas próximas eleições, permita aliviar o organismo, regorgitando-o.
Abraço
Sem imagem de perfil

De Mialgia de Esforço a 15.10.2008 às 11:39

Tem toda a razão. Desviei-me do tópico. Estou como o personagem do Candidato da Manchúria - leio a keyword, entro em transe hipnótico e já não funciono.

Abraço.
Imagem de perfil

De Paulo Cunha Porto a 15.10.2008 às 11:44

Ehehe,
bom filme, esse, com mergulho nas zonas escuras do funcionamento do nosso cérebro muto dogno de nota. Sempre privilegiei as leituras que realçavam essa focagem, face às que preferiamo a denúncia do McCarthysmo, porque esta vertente se encontra lá, mas demasiado chapada.
Abraço
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.10.2008 às 11:47

Será que o nosso amigo Mialgia leu Truques sem Mialgia?
Sem imagem de perfil

De Carlos Portugal a 15.10.2008 às 12:07

É a Era da Ignomía no seu esplendor mais negro, Caríssimo Amigo...

Abraço
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 15.10.2008 às 12:21

As voltas que eles dão para fazerem com que se pense que o povo decide...; se não se obtiver o resultado pretendido, vira-se o bico ao prego. " Habituem-se! "...Está cada vez mais difícil; bem que Medina Carreira perguntava ontem "vocês acreditam nos políticos que aqui vêm? " A praga é geral...
Beijo
Sem imagem de perfil

De ATAEJ a 15.10.2008 às 17:18

Meu caro Paulo, vou talvez dizer uma heresia, mas eu não acredito em referendos, pela simples razão de que o chamado povão nunca vota na pergunta, mas sim vota sempre contra qualquer governo com que não esteja satisfeito.
E a vida! A chatice é prometerem-lhe referendos... de resto estou de acordo consigo...

Se a Irlanda tivesse sido chamada a votos no tempo das vacas gordas, o resultado tinha sido outro.... :)
Sem imagem de perfil

De Manuel Leão a 15.10.2008 às 19:39

É claro que, atitudes destas, só servem para reforçar a confiança na construção europeia.

Mas, a ser assim, mais valia votarmos num profissional da magia. Eles, pelo menos, costumam ser eficientes no trabalho que fazem. O que, parecendo que não, acaba por não destruir tanto a nossa auto estima. Seríamos burlados, sim, mas com categoria.
Sem imagem de perfil

De mike a 15.10.2008 às 21:30

Oh meu Amigo Paulo, essa teoria da relatividade aplicada ao Eng. Sócrates, compreendo-a mas custa-me a assimilar...
Um abraço.
Imagem de perfil

De Paulo Cunha Porto a 16.10.2008 às 00:03

Meu Caro Carlos Portugal,
é tão ostensivo o desígnio de enganar, que só pode ter como fito convencerem-se a eles próprios da justeza da opção integracionist extrema.

Querida Cristina,
desde sempre os partidos democráticos foram os dos grandes demagogos, com as bocas cheias de Povo, para que ele lhes seja dócil. Mário, César, Marco António. Nos nossos dias há os que falam para as massas, de um partido único, como Lenie ou Hitler; e os que optam pela cartelização, onde vamos estando...

Querida ATAEJ,
eu diria ainda mais: não acredito em votação nenhuma que seja enquadrada por partidos, mesmo que estes não constem no papelito. E se as pessoas usam o voto como protesto, bom será que nos interroguemos sobre os responsáveis de tal desespero. Surpresa! São os partidos!...

Além, Meu Caro Manuel Leão, de que a menina que os ilusionistas assumidos serram tem sempre um alçapão por onde escapou. Quem poderá dizer o mesmo da patranha de a Soberania residir no Povo?

Por outras palavras, Caríssimo Mike, recuperando a expressão lapidar do Saudoso Dr. Cunhal, o eco do Ateniense é que é o sapo vivo do Meu Querido Amigo. Sem ofensa para o nosso Servidor, claro.
Beijinhos e abraços

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Fernando Antolin

    Meu caro, é um gosto lê-lo. Ali tenho o seu livro,...

  • Anónimo

    O Henrique deu uma novidade fantástica: os carvalh...

  • Luís

    Eu, que não sou nenhum especialista nesta temática...

  • pvnam

    A "Reforma Florestal" é igual à Golden-Share da PT...

  • José Monteiro

    Um gozo estupefacto, ouvir falar da necessidade d...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D