Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Enfiar o Barrete

por Paulo Cunha Porto, em 13.10.08

 

O abstencionismo feminino comprovado pelo mercado em matéria de uso de preservativos não me surpreende, já que há muito desconfiava de que toda a conversa da responsabilidade nas relações de risco visava não a partilha delas, mas o seu envio para o outro lado da rede. No tocante às justificações, é que fico de cara à banda. Até aceitaria que aventassem a da diminuição da sensibilidade e do sequente prazer, mesmo à revelia das garantias especializadas de que a quebra está para além do que o sujeito pode percepcionar. Será assim, fisicamente, mas o efeito psicológico pode ser muito inibidor e, em todo o caso, a contra-indicação valeria também para o equivalente masculino.

 

 

 

 

 

 

Agora, o aspecto?! Alguém faz a esmola de me dizer em que é que um carapuço folgado na ponta pode ser mais atraente?

Autoria e outros dados (tags, etc)



15 comentários

Sem imagem de perfil

De JuliaML a 13.10.2008 às 19:00


nem sabia que isso existia!!!
Sem imagem de perfil

De f a 13.10.2008 às 20:42

Meu caro, tenho por verdade que em certas coisas que julgam importantes, como alguém disse, elas e os gatos fazem o que lhes apetece e era bom que os homens e os cães se habituassem à idéia.
Imagem de perfil

De Cristina Ferreira de Almeida a 13.10.2008 às 21:11

Se o texto tem por base apenas o texto linkado, da Visão, o Paulo assume que estes são os argumentos femininos para "passar a bola", mas chamo a sua atenção para o facto de ser um homem a fazer os comentários estéticos e não ser citada qualquer fonte feminina nesse particular.
Sem imagem de perfil

De mike a 13.10.2008 às 21:40

Caro Paulo, não serei eu a fazer a esmola de lhe dizer...
Abraço.
Imagem de perfil

De Paulo Cunha Porto a 13.10.2008 às 21:49

Meu Caro Mike,
quando nem podemos contar com os Amigos para nos explicarem os factos da vida...
Abraço
Imagem de perfil

De Paulo Cunha Porto a 13.10.2008 às 21:47

Querida Júlia,
está a ver o poder da propaganda e das obrigações unilaterais que se procuram estabelecer?

Meu Caro F,
e não só não se contentam com isso, como obrigam os homens a fazer o que Elas querem. Claro que com os felinos essa parte é mais problemática...

Querida Cristina,
dois momentos distintos - o endosso da bola por cima da rede reside na abstenção de recorrer ao acessório que Lhes está adaptado. É indsisputado, as prateleiras das farmácias atestam-no.
Segundo momento, a fundamentação. Nem me passou pela cabeça que o declarante não estivesse escudado em estudos de opinião exaustivos. Mas, já agora, adoraria ouvir a minha Colega e Amiga sobre as motivações alternativas...
Beijinhos e abraços
Imagem de perfil

De Cristina Ferreira de Almeida a 13.10.2008 às 22:21

Caro Paulo, limitei-me a chamar a atenção para os riscos de generalizar ao sexo feminino observações que, apesar de terem origem nas chmadas "entidades", não surgem com nenhuma fonte que permita a extrapolação. Quanto às motivações, não serei eu a "enfiar esse barrete". Para guerra de sexos, já me basta ser defensora das quotas.
Sem imagem de perfil

De jccatarino a 13.10.2008 às 22:38

É mais uma daquelas coisas que até tira a vontade...
Sem imagem de perfil

De Mialgia de Esforço a 13.10.2008 às 23:18

Já me fartei de rir com a sua prosa e partilho da sua apreensão quanto ao garruço. Sinto-me impotente para avançar com outra explicação. Lembrei-me agora que quem é capaz de saber imenso destas coisas é o BE.
Sem imagem de perfil

De fugidia a 13.10.2008 às 23:49

lol lol lol

Hoje é melhor ficar-me por aqui, senão ainda digo inconveniências...
Beijinhos.
Imagem de perfil

De Paulo Cunha Porto a 14.10.2008 às 08:27

Ehehehehehe! Querida Cristina,
se não enfia tal barrete, menos eu o faço com a carapuça da generalização! Nunca estenderia a todo o Género o que apenas é característico de alguns Exemplares dele - a imposição ao outro da obrigatoriedade de uma prática de que muito freitomaseanamente prescindem, na parte que lhes competiria. Ou a luta pelo direito ao Prazer implica a diminuição do do próximo?
E, quanto a quotas, tem aqui um grande aliado: 100% de Mulheres na Vida Pública, não confundir com via pública. É chegado o tempo de os homens se dedicarem ao golf, aos copos e à bisca, conforme as vocações e possibilidades de cada qual.

Mei Caro JCCatarino,
nessa argumentação embarco de bom grado. Mas em que é que o homólogo, ensacando um homem, melhora a situação?

Meu Caro Mialgia de Esforço,
ui! A que Portas o Amigo me manda bater! claro que são a instância adequada ao acto que titula este post, no duplo sentido do termo...
Fico a pensar. Um Marciano que chegue à terra e aprenda tudo o que se teorizou sobre o Amor, não ficará confuso com certas Garrazzas de hoje, que dizem aos namorados ser a imposição de uma barreira, maleável muito embora, entre eles e Elas a prova desse sentimento? Nãoo précisa explicá, eu só quiria entendê!

Querida Fugidia,
Esse tipo de coisa é inconcebível, proferido pelos Seus lábios...
Beijinhos e abraços
Imagem de perfil

De Cristina Ferreira de Almeida a 14.10.2008 às 11:08

Caro Paulo, não entre por aí. Qualquer avozinha lhe dá uma sova à bisca, ao golfe ou aos copos. O que é que pensa que as mulheres têm andado a fazer durante os milénios em que não se viam na política?
Imagem de perfil

De Paulo Cunha Porto a 15.10.2008 às 10:56

Claro, Querida Cristina, por que é que pensa que advogo a troca de planos de actividade, em vez da coexistência dos Géneros neles?
Beijinho
Sem imagem de perfil

De Balu a 16.10.2008 às 11:44

Gosto da Cristina. Ó Paulo: aprende a perder. A sério: vai beber uma groselha e jogar à bisca. Olha que é um homem que to pede!
Imagem de perfil

De Paulo Cunha Porto a 16.10.2008 às 12:17

Caro Balu,
eu gosto ainda mais. E ignorava que estivesse em competição com ela. Quanto à exortação, não defendi eu aqui outra coisa. Ela é que ainda ontem protestou, ao vivo, contra a minha convicção dos 100% de política feminina.
Como é difícil deitar cartas pela net, sobra
TCHINTCHIM
Abraço

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Miguel A. Baptista

    Não penso que serem mais tolerantes com os países ...

  • Anónimo

    ensinai todas as nações, baptizando-as em nome do ...

  • JS

    Trump não é Obama. Durante muitos anos D. Merckel ...

  • Carlos Marques

    «um conflito de interesses entre ser presidente da...

  • Carneiro

    Foi-me reportada uma tentativa de venda de um saco...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D