Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Jornalistas e assessores

por Nuno Sá Lourenço, em 11.08.06
Chegou a vez do Francisco sentir na pele os efeitos de uma discussão que, de tempos a tempos, se instala entre jornalistas. A passagem de um jornalista 'para o outro lado'.
Meto-me ao barulho, porque, como o Francisco sabe, estranhei a sua opção. Não por achar errado ou indigno. Não acho que essa profissão seja indigna. Simplesmente, não pensava que esse tipo de trabalho o atraísse.
Para mim, o cerne da questão não está na ida de jornalistas para as assessorias de imprensa. Está no regresso aos jornais.
Há quem ache que esse regresso se pode fazer como se nada tivesse acontecido. Que o ex-assessor, agora jornalista, vai conseguir fazer o seu trabalho de forma imparcial.
Eu acho isso difícil. Acho humanamente difícil que uma pessoa que trabalhou durante anos com outra, estabelecendo uma relação de amizade e proximidade, seja depois capaz de tratar noticiosamente essa pessoa de forma imparcial.
Acho inevitável que, mais tarde ou mais cedo, o jornalista se veja perante um dilema deste tipo. Parece-me inevitável que o jornalista tenha que passar o resto da sua carreira a combater a tentação para relativizar, vitimizar ou desculpar.
Para mim, a transferência para a assessoria de imprensa é uma mudança de carreira. Perfeitamente legítima. Mas no caso de um jornalista deve ser devidamente ponderada. Porque me parece um caminho sem retorno.

Autoria e outros dados (tags, etc)



1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.08.2006 às 16:56

Esse Francisco é o Trigo de Abreu do Canil, não é? Bela peça...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • João Forte

    Há quem conheça? O comentário de HPS mostra claram...

  • Alberto

    Diz-nos a História que mesmo organizações bem estr...

  • Anónimo

    Curioso! Alguém que valoriza um sujeito que nunca ...

  • JS

    Mais um excelente post de HPS sobre este dramático...

  • paulo maio

    Porventura expressei-me mal, mas a minha intenção ...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D