Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Hoje é Sobre Jornalistas

por João Távora, em 31.03.06
Sempre que posso à 6ª Feira faço os possíveis para voltar para casa entre as 19.00hs. e as 20.00hs. por forma a estar sintonizado na RDP. Deleito-me a ouvir o “Contraditório” um “bate papo” sobre a nossa política feito pelos simpáticos e canhotos jornalistas Luís Marinho, Ana Sá Lopes, Carlos Magno. Convém referir que a minha crescente maturidade me incompatibilizou com a Rádio Bagdad (por alguns conhecida por TSF), pois quando posso ainda escolho quem me moa o juízo. Ás sextas feiras os dramas da nossa política divertem-me, mais com a abordagem quase literária do fabuloso Carlos Magno. Mesmo com as suas equivocadas posições existenciais e políticas. Mas o que me deixa apreensivo é mesmo o Luís Delgado. Ele é o contraditório?! No jornalismo em Portugal é este o “escolhido” representante do “centro direita”? Até na SIC Notícias é sempre ele. Porquê? Ele fala e fico sempre com a sensação que o importante ficou por dizer...
PS. Quando ouço a Ana Sá Lopes não consigo deixar de pensar no “raio” da Vanessa...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Parem as máquinas

por Pedro Correia, em 31.03.06
Freitas do Amaral pediu asilo político ao Canadá alegando ser perseguido em Portugal. Governo de Otava recusou o apelo e decidiu repatriá-lo para Lisboa. Sócrates comentou: "Simplex. Dura lex seda lex."

Autoria e outros dados (tags, etc)

Para além da ID

por Francisco Almeida Leite, em 31.03.06


Leio por aí que o último leilão do Palácio do Correio Velho, onde trabalha o Rodrigo (e onde trabalhou outra amiga minha), foi um sucesso. Desta vez, não foram os quadros ou os móveis a serem disputados pelos grandes coleccionadores. Mas exemplares únicos das revistas Occidental e da Orpheu, que foram arrematadas por mais de dois mil euros cada uma. Na primeira o Eça publicou o "Crime do Padre Amaro", a segunda teve direcção de Pessoa e M. de Sá-Carneiro.
No Porto, o homem que ainda não conseguiu chegar a acordo com o Estado para encontrar um lugar digno para a sua vasta colecção vai expor algumas das suas imensas preciosidades. A partir de hoje em Serralves podemos ver a Berardo Déco. Afinal, o País não é só investimento em ID e em Ciência. Aliás, veremos se os comentadores de serviço também dizem que os portugueses não almoçam ID nem jantam Ciência...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Grande reforço

por Duarte Calvão, em 31.03.06
O João Távora junta-se a nós, reforçando a quota de monárquicos e sportinguistas, que até agora só incluía, pelo que sei, a minha pessoa (nesta feliz conjugação). Tem ainda como grande virtude não ser jornalista. Esperamos muito dele, tal como da Isabel que, apesar de jornalista, é boa pessoa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Definição

por Corta-fitas, em 31.03.06
Quota Contribuição de cada pessoa para determinado fim. Definição encontrada no Grande Dicionário Porto Editora. Agrada-me. E ainda me agrada mais a de quota disponível parte da herança que excede a legítima...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Primeira "posta"

por Corta-fitas, em 31.03.06
Estou in. Sem fitas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Registe-se

por Francisco Almeida Leite, em 31.03.06

O "Corta-fitas" já não é um espaço só de homens. Agora temos connosco a Isabelinha. Posso garantir-vos que a adesão estava programada e combinada há muito tempo e que não tem nada a ver com a estafada estória dos 33,3%. Porque no caso dela, tem a ver com mérito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

É só para ela

por Pedro Correia, em 31.03.06
"As mulheres no CDS podem aceder a qualquer cargo", garante Teresa Caeiro, solitária presença feminina na bancada parlamentar do CDS.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Menina não entra

por Pedro Correia, em 31.03.06
"Nós, no PCP, sempre valorizámos o trabalho político das mulheres", diz Odete Santos. Se fosse exactamente assim, a veterana deputada comunista já há muito integraria os organismos centrais do partido - Comissão Política e Secretariado - onde continua a não ter assento tantos anos depois, tal como a sua camarada Luísa Mesquita, a outra deputada do PCP.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A minha gabardina (crónica)

por Corta-fitas, em 31.03.06
A minha gabardina azul tem um corte antiquado, manchas de cor desvanecida, mangas demasiado curtas. Quando foi à lavandaria, a empregada disse: “Tem a certeza de que quer mandar limpar e impermeabilizar? Custa-lhe muito dinheiro e quase que podia comprar uma nova”. Sim , claro, eram bons argumentos, mas não seria a mesma gabardina.
Os tempos mudaram e, hoje em dia, veste-se de forma diferente do que na altura em que a comprei. Aquele foi um caso de imediato pronto a vestir, nem sei explicar, como nos acontece em paixões que levam tudo à frente, do bom senso ao juízo propriamente dito. Era barata e sem marca. Olhei para ela e vi todos os defeitos, não resistindo talvez em me olhar ao espelho. Seriam de certa maneira também os meus próprios erros: a forma algo anacrónica, uma espécie de orgulho em excesso (as gabardinas não podem ter tal coisa, mas foi o que vi!). O azul ficava-lhe bem e, na juventude resplandecia, sobretudo quando a luz do sol lhe batia num certo ângulo. (Já vejo os leitores a rirem das minhas frases disparatadas; o sol a incidir numa gabardina é um pobre fracasso de função).
As vestimentas querem-se janotas e sem conteúdo, de grafismo impecável e pouca alma; coisas que se possam descrever em poucas palavras, catitas e modernaças. Acima de tudo, a roupa serve para esconder o indivíduo atrás de um hábito que transfigura o ser em algo de efémero e distinto de si, que pensa apenas na sensação súbita de percorrer uma rua e sentir-se o alvo da admiração alheia. A satisfação do ego justifica a marca, símbolo de ascensão. O traje deve ser ambicioso e contemporâneo.
A minha pobre gabardina não tem nenhum destes empregos. Não serve para muito, pois a impermeabilização fracassou. Mas é esta a sua história, até agora. É uma gabardina em desuso, pois elas querem-se de cor beije ou vagamente creme. Aliás, já passou o tempo das gabardinas. É isso, passou o seu tempo.
Um dia, tenciono falar-lhes aqui das minhas botas; contar algumas das suas aventuras em vários cenários. É pena que elas também já estejam fora de moda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Longe da vista

por Pedro Correia, em 31.03.06
Assisti na Assembleia da República ao debate sobre as quotas femininas nas listas eleitorais. Às 16 horas, a meio da prometedora discussão, havia no plenário só 67 (em 121) parlamentares do PS, 30 (em 75) do PSD, oito (em 12) do PCP, quatro (em 12) do CDS e seis (em oito) do Bloco de Esquerda. Os restantes estavam ausentes em parte incerta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Governo misógino quer "paridade"

por Pedro Correia, em 31.03.06
Um governo com apenas duas mulheres entre 17 ministros e só três secretárias de Estado num elenco de 31 fez votar no Parlamento uma lei da "paridade" contra a "subrepresentação" feminina nas listas eleitorais de todos os partidos. Se a hipocrisia pagasse imposto, o Executivo Sócrates iria à falência...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dicionário de politiquês (XIV)

por Pedro Correia, em 30.03.06
Convergência. Ala esquerda do PSD e ala direita do PS aliam-se para aprovar pactos de regime e "reformas estruturais", sob a bênção simultânea de Belém e de São Bento, até à definitiva fusão dos dois partidos. Sinónimo de união nacional.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A propósito da Lei da Paridade

por Francisco Almeida Leite, em 30.03.06

Quotas por oposição ao mérito...

Autoria e outros dados (tags, etc)

O laicismo em perigo

por Pedro Correia, em 30.03.06
Um cardeal foi visto a menos de 50 metros de distância do deputado Fernando Rosas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Discípulo de Gabriel Alves

por Pedro Correia, em 30.03.06
Marcelo Rebelo de Sousa não perde uma. Terça à noite, logo após o apito final do Benfica-Barcelona, lá estava ele sentado na cadeira dos comentadores desportivos falando longamente sobre o jogo na RTP-N. Comparou Moretto a alguns dos seus alunos, chamou "mestre" a Gabriel Alves, anteviu que a segunda mão no Camp Nou "vai ser difícil" e elogiou Ricardo Rocha, que "secou sistematicamente o Ronaldinho". Ao ouvi-lo, assim tão efusivo, ia pensando que Cristo é bem capaz de descer à Terra ainda antes de 2009...

Autoria e outros dados (tags, etc)

E vão quatro

por Pedro Correia, em 30.03.06
Depois de Emídio Rangel, Alcides Vieira e Miguel Sousa Tavares, é agora a vez de Vicente Jorge Silva sair em defesa da Ordem dos Jornalistas. Num excelente artigo publicado na edição de ontem do DN. A ver aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Blogues em revista (1)

por Pedro Correia, em 30.03.06
O Franco Atirador: “Nunca compreendi as pessoas que tentam escrever como o Graham Greene ou como o Paul Bowles. A nossa obrigação é tentar escrever como o anjo que destruiu Sodoma e Gomorra. Tudo o resto é uma pura perda de tempo.” (Luís M. Jorge)

Random Blog 02: “A importância dos blogues revela-se na capacidade de fazer circular informação à margem da que nos querem vender.” (Tiago Mota Saraiva)

Gola Alta: “Há homens que deviam ser amados. Como os que trocam a cerveja pelo sumo de laranja, só para nos fazer a vontade.” (Sony Hari)

Quatro Caminhos: “O cavalheirismo sabe bem, mas não é uma boa ideia.” (Ana Claúdia Vicente)

Tomar Partido: "Urgente - Altere-se o artigo 13º da Constituição. Parece que vem aí uma lei que discrimina em função de ser mulher." (Jorge Ferreira)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Blogues em revista (2)

por Pedro Correia, em 30.03.06
Jantar das Quartas: “O programa de Simplificação Administrativa e Legislativa do Governo tem nome de papel higiénico.”

No Cinzento de Bruxelas: “Mas alguém acredita num programa do Governo que se chame Simplex?”

Táxi: “Simplex. Kleenex, Scottex, Glassex, Olex, Moulinex. É na mesma linha, não é?” (Rita Tavares)

Tristes Tópicos: “Metade das calorias e o dobro do talento: depois de José Rodrigues dos Santos recolher os louros da sua obra-prima Codex 666, o Governo tenta a sua sorte e lança a genial sequela Simplex 333.”

Hoje Há Conquilhas: “A oposição anda tão por baixo que o PS tem de dar uma ajuda.” (Tomás Vasques)

Adufe: “A Margarida Rebelo Pinto é como o 605 Forte, uma marca... registada.” (Rui Cerdeira Branco)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Canadá

por Corta-fitas, em 29.03.06
O repatriamento de portugueses em situação ilegal no Canadá e a reacção dos media revela que Portugal já não está muito habituado aos dissabores da emigração. Esta falta de hábito é um dos efeitos positivos da integração europeia, embora isso não pareça assim evidente à primeira vista. Apesar de haver problemas com portugueses em situação precária e de grande exploração (por exemplo, na Holanda), a livre circulação de trabalhadores no espaço comunitário garante segurança mínima aos portugueses que emigraram para outros países europeus.
Portugal é hoje um país de imigração e não houve grande indignação quando as autoridades portuguesas aplicaram a lei nacional num restaurante perto do Jardim Zoológico onde centenas de brasileiros se divertiam em festas de grande visibilidade. Muitos destes imigrantes ilegais foram identificados e estarão a ser repatriados.
O episódio canadiano mostra também que há vantagens potenciais na futura existência de uma diplomacia europeia. Se, em vez de repatriar imigrantes ilegais portugueses, gregos e polacos, os canadianos tivessem como interlocutor a diplomacia europeia, penso que os interesses destas pessoas seriam defendidos de forma mais eficaz. Provavelmente, estes imigrantes nem estariam em situação ilegal.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pág. 1/10



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Josephvss

    Faz me Lembrar O Papa Bergolio & a FSSPXPS: So...

  • Fernando S

    Muito bem visto, ehehehe !!...A educação, os estud...

  • A mim não me engodas...

    Finalmente, os defeitos que atribui aos monárquico...

  • Renato

    JS, mas onde é que vai buscar essas frases? Note q...

  • Fernando S

    O governo Passos Coelho governou um pais na bancar...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D

    subscrever feeds