Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um Governo Ecológico

por Fernando Sobral, em 20.02.08

Não tenho qualquer dúvida que o sr. José Sócrates foi o autor dos projectos que polvilharam de estética “kitsch” a região da Covilhã. Nelas encontra-se a ideologia ecológica do Governo e que está perfeitamente demonstrada na forma como continua a deixar esburacar a Arrábida, como semeia PIN como se fossem cogumelos ou como mantém no executivo um senhor que é acusado de ser ministro do Ambiente. O sr. Sócrates é de resto um militante do optimismo e da ecologia. Isso ficou estampado no seu tempo de antena na SIC. Para o primeiro-ministro, Portugal é um país ecológico: não há problemas de desemprego, não há sombras que a economia global coloca sobre o país, não há problemas na justiça ou na saúde, não há uma notória atitude do Estado de erradicar tudo o que é pensamento, arte, ou serviços no interior do país. Para ele, Portugal é um país verde. Como as melancias – verde por fora, de uma outra cor por dentro. Nisso é como o senhor acusado de ser ministro do Ambiente: só as autarquias são culpadas (e também são, não há dúvida), porque o ordenamento (qual?, pergunta-se) está feito e o Governo é mestre em driblar as gotas de chuva. O Governo do sr. Sócrates é um eucalipto: seca tudo à volta. O problema é que parece que há quem ainda não tenha reparado nessa ideologia ecológica para consumo externo.

Autoria e outros dados (tags, etc)



8 comentários

Sem imagem de perfil

De cristina ribeiro a 20.02.2008 às 11:26

É...; um português que resida no Estrangeiro, incauto, e tenha, porventura, ouvido a entrevista, iria, provavelmente, fazer as malas para regressar de imediato ao Paraíso de que tão entusiasticamente falava o Primeiro...
Avisem-no que não é nada assim.
Sem imagem de perfil

De anónimo a 20.02.2008 às 12:28

A entrevista também foi muito ecológica.
Sem imagem de perfil

De Alerta Amarelo a 20.02.2008 às 12:45

Contraditoriamente, o post acaba, de certo modo, gabando o governo (com minúscula): "O Governo do sr. Sócrates é um eucalipto: seca tudo à volta".

Basta ver como andam secas as oposições.
Imagem de perfil

De homem de negro a 20.02.2008 às 13:15

Olá...
Eu sei qual é o problema, chama-se remela , se o gajo lavasse os olhos de manhã e fosse ver o estado em que está o país real que ele acha, na sua hipócrita perspectiva, que está cada vez melhor, talvez conseguisse vislumbrar para além do seu próprio umbigo. Mas a verdade é que, de facto, o povo português só tem o que merece, 30 e tal anos a votar sempre nos mesmos e a serem permanentemente lixados, parece-me que é demais, nós não somos burros, gostamos é que nos vão ao rabinho...
Ah e mais, é igualmente verdade que neste país também só há dois tipos de pessoas: os que não votaram no sócrates e os que são da cgtp ...
Cumprimentos vadios, a gente vê-se por aí...
Sem imagem de perfil

De Manuel Leão a 20.02.2008 às 20:15

V. Exª disse «(...) parece-me que é demais, nós não somos burros, gostamos é que nos vão ao rabinho...».

Retire de lá o "nós", porque pelo menos eu não lhe passei procuração!
Sem imagem de perfil

De afronauta a 20.02.2008 às 14:34

Tanto reparei que cada vez que aparece esse grande ecologista ou um dos seus colaboradores mudo logo de canal...,
Sem imagem de perfil

De Dylan T. a 20.02.2008 às 14:47

Caro Fernando Sobral

O que não bate certo é ler nos jornais o destaque dado a uma afirmação de Sócrates no seu 'tempo de antena' - "o desemprego é o problema social mais preocupante do país" - e depois dizer que o PM diz que não há problemas de desemprego.

Em que ficamos?

Um pouco de rigor não é de todo desaconselhável, mesmo que fique a destoar com a nossa ecológica melancolia.

Se me permite também uma pincelada de melancolia bem-humorada, a pior propaganda é propagandear que tudo é propaganda.

Cumprimentos

Dylan T.
Sem imagem de perfil

De Manuel Leão a 20.02.2008 às 18:39

De acordo com o "Post ", mas parece-me que foi na Guarda.

Covilhã foi a o Município onde ele trabalhou.

Isto poderá ser apenas um detalhe ou talvez não.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • PSC

    Mama Sume (Sumae) tem as duas grafias.E note que a...

  • PSC

    De Maria João Marques.Hoje no Observador.Vale a pe...

  • xico

    Um atentado em Paris antes das eleições. Um atenta...

  • Kruzes Kanhoto

    Um dia rebentarão com um parlamento qualquer...dep...

  • Kruzes Kanhoto

    Um dia alguém pegará em armas e tratará de expulsa...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D